As coleções do Metropolitan Museum of Art

As coleções do Metropolitan Museum of Art (Met), em New York. Arte
Foto: www.metmuseum.org

As coleções do Metropolitan Museum of Art. Arte

Localização do Met

American Decorative Arts

Uma das mais ricas coleções do Metropolitan, composta por móveis, porcelanas, cristais e pratarias. É classificada por períodos, com salas inteiras decoradas com objetos de época. Compare, por exemplo, os pesados móveis e utensílios dos primeiros tempos da colonização com os dos séculos seguintes, cada vez mais elegantes, de inspiração inglesa e francesa.

American Paintings and Sculptures

Reúne obras de temática variada, nas quais você reconhecerá as mais diversas influências. Pinturas de artistas como Thomas Cole e Frederic Church são inspiradas nas líricas e grandiosas paisagens da América do Norte; as de George Caleb Bingham, da escola clássica, retratam a conquista do Oeste e a vida dos pioneiros; retratos como o de George Washington, pintado por Gilbert Stuart, e obras da segunda metade do século XIX são influenciadas pelas escolas europeias. Em algumas pinturas, como as de Mary Stevenson Cassatt, essa influência é tão evidente que, se um de seus quadros estivesse na ala consagrada ao impressionismo francês, você se confundiria.

Ancient Near Eastern Arts

Altos-relevos, esculturas, cerâmicas, bronzes e joias das antigas civilizações da Mesopotâmia, como a assíria e a persa.

Vídeo sobre o Metropolitan Museum of Art

Arms and Armors

Coleção composta por aproximadamente 15 mil armas brancas (espadas, adagas, bestas e lanças), armas de fogo (mosquetes e arcabuzes), capacetes, escudos e armaduras de todas as partes do mundo. Algumas delas, com incrustações de pedras preciosas, são verdadeiras obras de arte; pertenceram a reis e imperadores, ou têm importância histórica.

Arts of Africa, Oceania and the Americas

Máscaras, joias, cerâmicas, esculturas, objetos de uso diário ou destinados a rituais religiosos, em madeira, pedra, prata, ouro, bronze e marfim, utilizados por tribos africanas, da Oceania e de culturas pré-colombianas das Américas, como a mochica, a maia e a incaica.

Asian Art

Pinturas, esculturas, joias, porcelanas e tecidos antigos oriundos principalmente do Japão e da China, da Pré-história aos dias de hoje. Você poderá ver a reconstituição de um cômodo de uma casa da época Ming, com um delicioso jardim oriental. Fazem ainda parte da coleção peças provenientes do Nepal, do Cambodja e da Birmânia.

Drawings and Prints

Mais de 4.000 obras de artistas ímpares como Michelangelo, Da Vinci, Rembrandt e Van Gogh, apresentadas alternadamente.

Egyptian Art

Organizada por dinastias, esta é uma das maiores coleções de arte egípcia do mundo: cerâmicas, papiros, pinturas murais, máscaras funerárias, esculturas, relevos de tumbas, sarcófagos… Até um templo inteiro, o de Dendur, presente do governo egípicio, foi levado para os Estados Unidos em 1965, cuidadosamente desmontado, pedra por pedra, antes de ser iniciada a construção da barragem de Assuã, que iria submergir a área onde se encontrava o monumento. Simplesmente um Luxor, diria alguém.

European Paintings

Esta é uma das seções mais representativas do museu e reúne obras de praticamente todos os grandes mestres europeus, sobretudo flamengos, franceses, italianos, espanhóis e ingleses, das principais escolas (renascentistas, neoclássicos, realistas, impressionistas e outros istas). Andando pelos salões você deparará com obras de Rembrandt, Vermeer, Rubens, Manet, Monet, Renoir, Degas, Van Gogh, Giotto, Raphael, Botticelli, El Greco, Goya, Reynolds, Gainsborough… Só para citar alguns. É de fazer o queixo cair.

European Sculpture and Decorative Arts

O destaque, como não poderia deixar de ser, são as estátuas de Rodin, favorecidas por uma iluminação particularmente feliz. Rodin, diga-se de passagem, é um dos escultores favoritos dos brasileiros. Aproveite.

Greek and Roman Art

O Metropolitan possui a maior coleção de esculturas romanas fora da Itália, além de peças em bronze e mármore que vão do período arcaico da velha Grécia ao esplendor do período clássico. Merecem ser vistos os lindos murais coloridos que pertenceram à Villa de Fannius Synistor, uma residência patrícia próxima a Pompeia, cidade soterrada pelo Vesúvio.

Islamic Art

Esta seção com peças provenientes da Ásia, do Norte da África e da Espanha (que foi ocupada pelos mouros durante séculos) exibe tapeçarias, objetos de vidro, vasos, lâmpadas a óleo, jóias, cerâmicas e bronzes, decorados com arabescos e motivos geométricos, já que o islamismo não permite representações de formas animais ou vegetais. As peças mais antigas da coleção islâmica do Met datam do século VII; as mais recentes, do século XIX. A maior atração dessa seção é a Nur al-Din, magnífica sala de uma rica família que viveu na Síria durante o período otomano, quando o país estava ocupado pelos turcos. Erguida em 1707, tem paredes e teto finamente trabalhados.

Medieval Art

 Parte do acervo de arte medieval do museu encontra-se no Cloisters (em outro local, por incrível que pareça, um antigo mosteiro em estilo medieval em Nova York!). As coleções exibidas no próprio Met compreendem mais de 4 mil peças: tapeçarias, joias e esculturas da Alta Idade Média (a partir da queda de Roma) ao final da Baixa Idade Média (que terminou com o Renascimento), abrangendo os períodos paleocristão (“cristão-antigo”), bizantino, românico e gótico. A apresentação, bem bolada, permite acompanhar a evolução da arte medieval através da História.

Modern Art

 Esta seção reúne algumas das melhores obras de arte do mundo produzidas desde o começo do século XX. Ali há pinturas de artistas europeus como Pablo Picasso, Salvador Dali, Juan Miró, Marc Chagall, Henri Matisse, Amedeo Modigliani, Giorgio De Chirico e Constantin Brancusi, norte-americanos como Jackson Pollock e Willem De Kooning (holandês de nascimento) e até latino-americanos, como Botero, além de outros menos conhecidos do público brasileiro. No terraço superior, com esplêndida vista de Manhattan, são expostas esculturas.

Musical Instruments

A coleção é composta por uma enorme variedade de instrumentos de corda, percussão e sopro dos quatro cantos do planeta. É provável que você nem saiba que existem ou existiram muitos deles. Sabe, por exemplo, o que vem a ser um nyonganyonga tocado pelo povo Barwe ou um double virginal da segunda metade do século XVI? Há instrumentos musicais indianos, europeus, chineses, antigos, modernos, de civilizações já desaparecidas, simples, complexos, esculpidos, construídos com todo tipo de material. Mais de 40 mil deles.

Costume Institute

Tem por tema a evolução do vestuário em todas as partes do mundo, do século XVII aos dias de hoje. São mais de 70 mil peças de roupas e acessórios, de vestidos usados pelas damas da corte francesa às lingeries ousadas dos dias de hoje. Como o acervo é gigantesco, as peças são expostas alternadamente.

Libraries

Soberba coleção de livros raros com preciosidades como I Quattro Libri dell’Architettura de Andrea Palladio, de 1570, e Il Ritratto di Venezia, de Domenico Martinelli, de 1684 (um espécie de guia da cidade de Veneza, ancestral do GTB…).

Robert Lehman Collection

Uma das mais ricas coleções particulares dos Estados Unidos, com móveis de época, peças antigas e pinturas de grande valor, como quadros de mestres italianos pré-renascentistas e renascentistas, apresentados numa atmosfera intimista. Você poderá apreciar obras de Goya, El Greco, Rembrandt e outros artistas do Velho Mundo não compreendidas na seção de arte européia do museu. Duas Meninas ao Piano, de Renoir, é um dos tesouros dessa coleção.

Antonio Ratti Textile Center

Inaugurada em 1995, essa seção possui uma riquíssima coleção de tecidos e tapeçarias orientais e ocidentais de diferentes civilizações e períodos históricos, de 3.000 a. C. à atualidade.

Metropolitan Museum of Art

Informações práticas sobre a visita ao Metropolitan Museum of Art (Met)

Informações práticas

Como ir

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde se hospedar

Escolha e reserve seu hotel em Nova York

Informações práticas

Como ir a Nova York

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde se hospedar em Nova York: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos.

Escolha e reserve seu hotel:  seleção por categoria e bairro

Matérias especiais

Os co-op-builidings  • Eventos em New York • Música em New York
Verão em New York  A história do metrô de New York
História da Estátua da Liberdade