Salta

Salta, a muy Noble y Leal Ciudad de San Felipe de Lerma en el Valle de Salta

A cidade, fundada em 1582 pelos espanhóis, originalmente chamava-se Muy Noble y Leal Ciudad de San Felipe de Lerma en el Valle de Salta, mas acabou virando apenas “Salta”. Seu nome seria uma corruptela da palavra indígena aymará sagta, que significa “bonita”. Até hoje os argentinos costumam chamá-la de Salta, la linda. Apesar de a influência indígena ser menos visível do que em Jujuy, em Salta ela também existe.  Aliás, você notará que quanto mais perto da fronteira boliviana, mais expressiva é a parcela da população de origem aymara.

Mapa de Salta

Salta teve muita importância no século XVIII em razão de sua posição estratégica como parte da rota comercial entre Buenos Aires e as ricas minas de prata da Bolívia. Datam dessa época as belas construções coloniais de seu centro histórico. Situada a 1.200m sobre o nível do mar, além de ser uma cidade muito simpática, é um ponto de partida para se conhecer Cafayate, Quilmes e os Valles Calchaquíes.

É de Salta que parte o famoso Tren a las Nubes, que leva até San Antonio de los Cobres em uma viagem na qual se atinge a altitude de 4.200m.

Na Calle Buenos Aires, na quadra para baixo da praça (do lado oposto da Catedral), há agências de viagens, cafés e boas lojas. Na mesma quadra fica o escritório de turismo. O agito noturno, por sua vez, ocorre na Calle Balcarce, onde há animadas peñas  (casas de shows folclóricos), restaurantes e barzinhos. A Caseros é uma espécie de divisor de águas; ao sul dela, as ruas mudam de nome.

Como ir a Salta

Avião

Há voos diretos de Buenos Aires. O aeroporto Martín Miguel de Güemes fica a aproximadamente 10 km da cidade. Microônibus e táxis levam ao centro.

Veja preços de pacotes e passagens aéreas

Carro

De Buenos Aires End. 1.540 km ) utilize a RN 9. Do sul do Brasil, vá até Corrientes e pegue a RN 16 e a RN 9.

Distâncias de Salta a:

Córdoba, 840 km | Jujuy, 120 km | Mendoza, 1.300 km | Puerto Iguazú, 1.450 km | Tucumán, 300 km

Ônibus

O terminal rodoviário recebe ônibus diretos de Buenos Aires (20 h); de Tucumán, (4h); Jujuy, (2h15, vários ônibus por dia); de San Pedro de Atacama, no Chile, (12h). Há ônibus das cidades brasileiras de Florianópolis, Itapema e Camboriú para Salta, com baldeação na cidade argentina de Paraná ,ao lado de Santa Fé), pela Empresa Flecha Bus. A pequena porém moderninha rodoviária de Salta tem lanchonete e depósito de bagagem.

Hotéis em Salta

A Plaza 9 de Julio e vizinhanças corresponde ao centro, a melhor região da cidade para se hospedar em Salta.

Escolha e reserve seu hotel em Salta

Melhor época

Salta pode ser visitada o ano todo

Veja o que deve levar em sua bagagem.

Atrações turísticas em Salta e passeios nos arredores

Veja atrações turísticas em Salta

Passeios e excursões nos arredores de Salta

O artesanato salteño

Se você for a Salta aproveite pra conhecer o rico artesanato local, uma atividade tradicional dos povos da região desde os tempos pré-colombianos. Nas lojas espalhadas pela cidade você encontrará aquele “algo diferente” que procurava. As opções são diversa: camisas de algodão bordadas, bijuterias finas de prata, artigos de couro, esculturas de madeira, instrumentos musicais, como charangos, tambores, flautas etc e variadas peças de lã. Colchas de cama, mantas e o tradicional poncho salteño vermelho e negro são feitos com as excelentes lãs de ovelha, lhama e vicunha dos Valles Calchaquíes. A cerâmica regional tem decoração com motivos geométricos, ligados à mitologia indígena ou com formas humanas, de flores ou de animais.

Onde comer

Não deixe de provar as especialidades saltenhas, em especial as empanadas. Quem quer pratos leves pode optar por um dos cafés da Plaza 9 de Julio. Uma boa ideia é jantar numa peña (restaurante-bar com música regional ao vivo). Embora as peñas sejam turísticas, come-se bem, bebe-se bem e a diversão é garantida.

Doña Salta Cozinha regional: empanadas, tamales, humitas, locro e churrascos. Córdoba, 46

Frida Cozinha regional sofisticada em casa que se inspira em Frida Kahlo. Balcarce, 935

José Balcarce Restaurante tradicional de cozinha andina, que utiliza ingredientes regionais como carne de lhama, quinoa e milho para criar pratos elaborados. Boa carta de vinhos. Mitre esq. c/ Necochea

El Solar do Convento Boa cozinha variada: peixes, massas, carnes e pratos regionais. Caseros, 444

El Charrua Cozinha regional. Caseros 221 esq. c/ Catamarca

La Terraza Ótimo restaurante do Hotel Solar de la Plaza. Cozinha variada, bons vinhos. J. M. Leguizamón, 669

La Vieja Estación (Peña) Bastante procurada por turistas e por moradores locais pela cozinha salteña, shows de música e dança folclóricas e pela boa carta de vinhos regionais. Balcarce, 885

La Casona del Molino Culinária típica (entenda-se empanadas, tamales, humitas…), animação e boa música. Luis Buriella, 1

El Rastro Grande, com ambiente alegre e boa cozinha regional. San Martín, 2555 (Mercado Artesanal)

Informações práticas

Onde se hospedar no Noroeste Argentino

Escolha e reserve seu hotel em San Salvador de Jujuy

Escolha e reserve seu hotel em Salta

Escolha e reserve seu hotel em Cafayate

Escolha e reserve seu hotel em Humahuaca

Escolha e reserve seu hotel em Tilcara

Escolha e reserve seu hotel em Purmamarca

Como ir

Passagens aéreas e pacotes