Passagem aérea para a Itália

Avião da Alitália - Foto lkarasawa CCBY

Passagem aérea para a Itália

Existem voos diretos do Brasil para a Itália. A maior parte deles têm Milão como destino, mas também há voos para Roma. É muito fácil comparar preços e  reservar sua passagem área para a Itália pela internet, sem custos adicionais nos sites de grandes operadoras que, às vezes têm preços promocionais.

Passagens aéreas e pacotes para a Itália

A viagem – A duração da viagem de São Paulo a Milão ou Roma é de aproximadamente 11h. Felizmente, a maioria dos voos parte de Guarulhos à noite e a viagem, longa, se torna menos cansativa porque muita gente entra no avião e logo depois do jantar (ajudado por uma ou dua taças de vinho), logo “apagam” e já acordam em Milão ou Roma.

Conexões -Desses aeroportos há conexões com o resto do país. Geralmente sai mais barato já comprar a conexão no Brasil, normalmente se for pela mesma companhia, que nesse caso é a Alitália. Há igualmente trens partindo dos aeroportos para vários destinos.

As opções econômicas – Também é possível chegar de avião à Itália voando por outras companhias e fazendo conexões em grandes cidades europeias, porém essa opção, mais demorada e cansativa, só é vantajosa se a tarifa for bem inferior à do voo direto. Na verdade são passagens promocionais compradas com antecedência e frequentemente os descontos chegam a ser inacreditáveis.

Pesquise sempre os preços – Antes de comprar sua passagem, é recomendável pesquisar (ou pedir a seu agente de viagens que pesquise) as tarifas de mais de uma companhia e a eventual existência de promoções, que podem representar um desconto significativo no preço da passagem. Fique igualmente atento às promoções que aparecem nos sites de turismo (sobretudo neste…)

Alta e baixa estação – Caso pretenda viajar em classe econômica, verifique também por meio de seu agente (ou diretamente junto à companhia aérea) os períodos de alta estação, baixa estação e de estação intermediária, pois pode valer a pena atrasar ou adiantar sua partida em alguns dias para obter uma tarifa muito mais baixa. Esses períodos variam a cada ano e são diferentes de uma companhia para outra. Via de regra – com muitas possíveis exceções – a alta estação corresponde a épocas de férias escolares e de feriados prolongados; a baixa, a meses de menor movimento, como outubro, novembro, fevereiro, março e abril; e a intermediária, ao restante do ano.

Classe executiva e primeira classe – Para a classe executiva e a primeira classe, não há alteração de tarifas em função da estação, mas pode haver preços promocionais em certas épocas do ano.