Booking.com

História: Quando NY caiu no fundo do poço

Turismo e cultura. a História de New York da década de 1970. A difícil situação da cidade, descuidada, insegura e cheia de problemas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Central Park no inverno, em Manhattan, New York, foto Andreia Thomas

Central Park no inverno, em Manhattan, New York

Os decadentes anos 1970 em New York

Na década de 1970, New York não tinha o que comemorar. As finanças municipais se encontravam em estado calamitoso e as tensões raciais cresciam.

Uma prefeitura que não merecia créditos

A Prefeitura chegou a um ponto tão baixo que, em 1974, não conseguia mais crédito nos bancos. O Prefeito pediu ajuda financeira ao governo federal, mas o Presidente Gerald Ford recusou-se a dar dinheiro à cidade; poderia apenas emprestar. Quem salvou a situação foi o sindicato dos professores, que comprou títulos municipais com recursos do seu fundo de pensão, permitindo segurar as pontas até sair o empréstimo federal.

Conflitos raciais pipocavam

Além de graves conflitos de rua provocados por problemas raciais, e a criminalidade aumentou a ponto de se tornar um sério problema. Exemplo disso é o que aconteceu em 1977, quando um mega-apagão deixou a cidade no escuro.

As consequências do apagão

Com sinais de trânsito desativados, congestionamentos monstruosos, sem metrô, elevadores e tudo mais que depende de eletricidade, a delinqüência explodiu. Lojas e casas foram saqueadas. Assaltos, furtos, agressões e estupros ocorreram por toda parte, gerando enorme insegurança na população.

Os embalos de sábado à noite

Foi a era dos “embalos de sábado à noite”; crime, drogas e conflitos raciais faziam parte do cotidiano de personagens como o jovem suburbano do Brooklyn interpretado por John Travolta em Saturday Night Fever. Para os ricos e famosos, existia a versão chique: a apologia ao consumo de cocaína era marca registrada do badalado Studio 54, discoteca inaugurada em 1977 na W 54th St.

Os anos 80 não trouxeram boas novidades

A década de 1980 também não ajudou em nada esse cenário urbano. À crescente criminalidade somaram-se o desemprego e um déficit habitacional severo que fez surgir em New York moradores de rua.

O assassinato de John Lennon

A militância pacifista de John Lennon e Yoko Ono em New York no início da década de 1970 atraiu a ira do governo Nixon, que fez de tudo para expulsá-los dos EUA. (Sobre esse assunto, assista ao interessante documentário The US vs. John Lennon (2006), de David Leaf e John Scheinfield.)

Em 1980, o ex-Beatle John Lennon foi assassinado em frente ao prédio em que morava, ao lado do Central Park: um fato terrível que encerrou uma década que não desperta saudades nos nova-iorquinos.

Por tudo isso, podemos dizer que essa foi uma época que não desperta saudades!

Hotéis em New York

Escolha e reserve seu hotel em New York

Onde se hospedar em Nova York: reserva pelo Booking.com

Escolha e reserve pelo Booking.com:  seleção de hotéis por categoria e bairro

Booking.com

Mais posts

História: New York nos anos 1960

Turismo e cultura. A História da cidade de New York nos anos 1960, época da Guerra do Vietña e das lutas sociais, com a cidade sacudida por protestos

A Segunda Guerra

Turismo e cultura. História: a Segunda Guerra e a vida em New York, as mulheres substituindo os homens nas fábricas, New York sob blecaute