Skip to Content


A Itália de trem

Sta. Margherita Ligure

Viagens de trem na Itália

O trem é quase sempre o melhor meio de percorrer a Itália. A rede ferroviária italiana cobre a grande maioria dos locais de interesse turístico e, principalmente, entre os grandes centros, há muitos trens que circulam várias vezes ao dia. As pequenas linhas regionais ainda não são muito rápidas, mas a Itália está modernizando suas ferrovias e as linhas mais importantes já operam com trens de alta velocidade.

Os diversos tipos de trens

Na Itália há trens comuns, que param também nas pequenas estações, e de alta velocidade, que só param nas cidades maiores. Nesta última categoria estão o Intercity, o Eurocity e o EuroStar, nos quais a reserva é obrigatória.
Os trens locais e inter-regionais “comuns” estão quase sempre atrasados e não são particularmente rápidos, mas atendem bem às necessidades daqueles que não estão com pressa e que não querem gastar muito, uma vez que as passagens custam metade do preço das passagens dos trens de alta velocidade.
Para viagens mais longas, de centenas de quilômetros, a melhor opção é o EuroStar. Ele é sempre mais pontual que os trens comuns.

Procure sempre chegar à estação pelo menos meia hora antes do embarque

Algumas estações são enormes; talvez você tenha alguma dificuldade para descobrir de qual plataforma (binario) parte o seu trem. Além disso, nas grandes cidades que são pontos de partida do trem, ele já está parado na estação e, quando há muito movimento de passageiros nos trens regionais, é mais fácil conseguir lugar sentado embarcando cedo. Fique atento ao quadro com as informações sobre o binario de embarque para os diferentes destinos. Eventualmente, se você estiver indo para uma pequena cidade, é possível que ela não apareça no quadro. Nesse caso informe-se na própria estação.

Dicas

– Você pode comprar seu bilhete de ida simples (andata) ou de ida e volta (andata e ritorno).
– Em época de muito movimento é bom reservar com antecedência. O melhor é evitar viajar em véspera de feriados prolongados: os trens lotam.

– Os bilhetes podem ser comprados não só nas estações ferroviárias, onde há filas, mas também em agências de viagens. Custa o mesmo preço e o atendimento é melhor.

– Em diversas estações existem depósitos onde você pode deixar sua bagagem durante uma viagem. Infelizmente, muitos estão desativados em razão dos riscos de atentados terroristas. Os preços são por volume (em torno de 2,50 a por valise, pequena ou grande, não importa).

– Quando você estiver visitando de trem pequenas cidades onde pretende passar apenas uma tarde, informe-se logo ao chegar sobre os horários de volta à cidade em que está hospedado e fique de olho no relógio: se você perder esse trem que sai agora às onze horas, só amanhã de manhã!

– Caso você tenha uma carteira ISIC, GO 25 ou ITIC, leve-a consigo quando for comprar sua passagem: ela pode ser necessária para a obtenção de um desconto.

www.trenitalia.it Site oficial da companhia ferroviária italiana: trajetos, horários, preços etc.

– Antes de entrar no trem valide seu biglietto (passagem) inserindo-o na maquininha que fica à entrada da plataforma. Mesmo você tendo um bilhete, se ele não for validado, você será multado. Capisce? Se for um bilhete de ida e volta, valide-o na ida e também na volta.

– Verifique se você terá que fazer baldeação para chegar a seu destino ou se o trem é direto.
– Confirme se aquele é mesmo o trem que você quer pegar. Não é brincadeira: muitas vezes acontece de, minutos antes do embarque, mudar o número do binario (plataforma) que esteve anunciado no painel da estação durante as últimas horas… Parece pegadinha de programa de TV dominical! Sai todo mundo correndo quando descobre que entrou no trem errado. A Itália é Primeiro Mundo, mas não é a Suíça…

Passes ferroviários

Muita gente ouve falar em passes ferroviários e acha que descobriu a América. Acontece que eles só compensam para quem vai rodar muito de trem pelo país. Para circular apenas pela Itália, o Trenitalia Pass (válido de 3 a 10 dias, consecutivos ou não, em um período de 2 meses) pode ser comprado nas estações ferroviárias principais das maiores cidades italianas (Bari, Bolonha, Brindisi, Florença, Gênova, Milão, Nápoles, Palermo, Roma, Turim, Veneza e Verona).
www.europass.com Site oficial da Eurail. Tudo sobre passes ferroviários na Europa.

Links afins

Itália (introdução) | Itália: dicas de viagem
A melhor época para se viajar pela Itália
A Itália para cada um | Dicas de hospedagem
Sites italianos de turismo | Bagagem | Hotel na Itália
Transportes urbanos | Transportes entre as cidades italianas

Matérias especiais

A origem dos sobrenomes italianos | Quem inventou a pizza?
A sociedade na época do Império Romano | Para entender a Itália
Os italianos | Guiar na Itália: vivendo e aprendendo
Arte erótica do Gabinetto Segreto do museu arqueologico de Nápoles
Os papas  | Os italianos no Brasil




Comentários

Nenhum comentário ainda. Você poderia ser gentil e adicionar um!

Desculpe, você precisa logado para postar um comentário.

De R$ 39,00 por
R$ 23,00
Publicidade
Facebook GTB