A origem dos sobrenomes italianos

Sobrenomes italianos, suas origens derivadas da atividade profissional ou da região ou cidade onde a família é originária.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Festa do Calendimaggio, em Assis
Lucca, Toscana
Lucca, Toscana

Você é oriundo?

Se você tem origem italiana, talvez tenha curiosidade de saber o significado de seu sobrenome.

Veja no mapa a região italiana de seus ancentrais

Origem

Na maioria dos casos é muito simples: há nomes que indicam o lugar de origem de seus ancestrais, que viveram em uma época em que as pessoas não tinham sobrenomes como hoje. É o caso, dentre outros, de Veronese (de Verona), Pugliese (da Puglia), Pisani (de Pisa), Siciliano (da Sicília), Calabrese (da Calábria), Padovani (de Pádua) ou Mantovani (de Mântua).

Sobrenomes italianos também podem indicar ancestrais provenientes de outros países que imigraram para a Itália. É o caso de Spagnuolo (espanhol), Ungaretti (húngaro) e Grecco (grego).

Profissão

Muitos nomes têm sua origem na profissão exercida por esses mesmos ancestrais: Ferraiolo (ferreiro), Barbieri (barbeiro), Caldarelli (mercador de caldeiras), Pescarini (pescador), Pastore (pastor) ou Castellani (administrador de um castelo).

Nomes da época do Império Romano

Certos nomes, que remontam à época do Império Romano, como Leoni e Gatti, são inspirados em animais e invocam seus atributos: a força de um leão, a agilidade de um gato e assim por diante.
Há ainda nomes derivados de um atributo físico marcante, como Barbarossa (barba ruiva), Bellocchi (belos olhos) ou Gambacorta (perna curta).

As variações nos diferentes dialetos italianos

É claro que através dos séculos houve corruptelas e alterações nesses nomes, que também encontram variações nos dialetos falados em cada região. Assim, por exemplo, Ferraio tem o mesmo significado que Ferrari, Ferraiolo ou Ferrarini. Mas é preciso não confundir: Ferragalli não quer dizer “ferreiro” e sim “ladrão de galinhas”… O fato é que existem sobrenomes muito curiosos, cujo sentido, às vezes, não é nada elogioso (e não se aplica a seus portadores atuais). Papaterra é aquele que “papa” a terra dos outros; Malvestito é um cidadão que se veste mal; e Strazzabosco é o que estraga o bosque – nada ecológico!

Mas, que nome pra um mafioso…

Há alguns anos um mafioso arrependido que passou um tempo na prisão no Brasil não aguentava mais as piadas dos demais presos sobre seu nome. Se você não for muito novo deve se lembrar de Tommaso Buschetta“, (pronúncia “Busqueta”).

¨ Quer saber mais? Consulte Dicionário dos Sobrenomes Italianos, de Ciro Mioranza (Escala, São Paulo, 1997).

Onde se hospedar na Itália

Escolha e reserve seu hotel em:

AssisBolonha  | ComoFlorença  | GênovaLuccaMantova| Milão | Nápoles | PalermoPisa | Santa Margherita Ligure | SienaRoma | Veneza | Verona | Torino

Booking.com

Mais sobre o assunto:

O Santo Sudário

Verdadeiro ou fake? O Santo Sudário, que teria coberto o corpo de Cristo crucificado, guardado em Turim (Torino), na Itália, é objeto de polêmica quanto à sua autenticidade.

Read More »

Eventos em Veneza

Os principais eventos em Veneza: o Carnavale di Venezia, a Regata Storica, a Festa del Redentore, dicas e informações sobre os eventos.

Read More »
Portofino, na Riviera Italiana

O italiano, filho mais velho do latim

Afinal, quando o latim virou italiano? Acredita-se que já no século V da era cristã a língua que então se falava na Itália não era mais exatamente latim, nem mesmo latim vulgar, mas algo já um tanto diferente, embora não fosse ainda um italiano arcaico. Só os padres falavam latim.

Read More »
Gabinetto Segretto, Museu Arqueológico de Nápoles, na Itália

O Gabinetto Segreto

O erotismo no Império Romano: o Gabinetto Segreto do Museu Arqueológico de Nápoles, pinturas e peças de cunho erótico encontradas em Pompeia e Herculano, esculturas gregas e romanas.

Read More »

Receba nossa newsletter

Dicas e detalhes de quem já passou por lá!

O Manual do Turista quer te inspirar com informações que farão a diferença na sua viagem.