Vale do Rio São Francisco
Pôr-do-Sol no Lago do Sobradinho, Vale do São Francisco, Bahia
Pôr-do-Sol no Lago do Sobradinho, Vale do São Francisco, Bahia

Vale do Rio São Francisco, turismo

O Rio São Francisco, ícone do sertão nordestino, descoberto em 1501 por Americo Vespuccio e André Gonçalves no dia 4 de outubro – dia de São Francisco de Assis – nasce em Minas Gerais e atravessa a Bahia de sul a norte, indo até Pernambuco e desaguando na divisa entre Alagoas e Sergipe. As cidades do Vale do Rio São Francisco em território baiano têm excelente potencial turístico, especialmente para quem gosta de desbravar locais ainda não muito explorados.

Mapa de Paulo Afonso

Como ir

Avião

De Salvador há vôos regulares para Bom Jesus da Lapa, pela Abaeté e para Barreiras, pela Passaredo. Para quem se dirige a Juazeiro, o aeroporto mais próximo é o da cidade vizinha, Petrolina ), onde operam a GOL e a OceanAir a partir de Salvador. O aeroporto de Paulo Afonso está recebendo apenas charters.

Compare preços de passagens aéreas e faça sua reserva

Carro

Para Bom Jesus da Lapa: Saindo de Salvador, pela BR-324 até Feira de Santana, siga pela BR-116 no sentido sul até Paraguaçu e pegue a BR-242. Em Ibotirama, siga pela BA-160 até Bom Jesus da Lapa. De Bom Jesus é fácil visitar as demais cidades vizinhas. De qualquer forma, tenha consigo um mapa rodoviário.

Ônibus

Do Terminal Rodoviário de Salvador partem ônibus para Bom Jesus da Lapa e Juazeiro.

Onde se hospedar

Escolha e reserve seu hotel em Juazeiro

Escolha e reserve em hotel em Bom Jesus da Lapa

Melhor Época

A melhor época para fazer trilhas e passeios é no inverno. As temperaturas na região podem ser elevadas no verão.

Vídeo sobre o Vale do Rio São Francisco

Um patrimônio a ser conhecido e curtido

Os rios, corredeiras, cavernas, cachoeiras, sítios arqueológicos e paredões de pedra escondidos entre a vegetação da caatinga e do cerrado encantam os visitantes. Trata-se de uma parte do Brasil que é especial para quem busca sair dos roteiros convencionais e conhecer mais de seu país.

As manifestações folclóricas, o artesanato e a culinária são autênticos, pois não foram adaptados para agradar visitantes, como acontece em certos lugares onde o turismo constitui a maior fonte de renda.

As cidades ribeirinhas da bacia do São Francisco integram o oeste e o norte do Estado. Algumas, muito simples, não oferecem condições de hospedagem. Outras, como o pólo religioso de Bom Jesus da Lapa, os centros de negócios Barreiras e Juazeiro e a cidade de Paulo Afonso, onde fica a cachoeira de mesmo nome, possuem parque hoteleiro adequado.

As numerosas atrações no Vale do Rio São Francisco

São muitas, e de vários tipos, tem opção para todo mundo, do turista convencional ao amante de aventuras. Saiba sobre as atrações do rio São Francisco

Paulo Afonso

A cidade situada em uma ilha no Rio São Francisco tem origem em um povoado surgido em 1725 na sesmaria de Paulo Viveiros Afonso. Em 1913, o empresário e engenheiro Delmiro Gouveia construiu nesse trecho do rio a hidrelétrica de Angiquinho, que funcionou até 1960, desbancada por outras mais potentes instaladas pela CHESF – Companhia Hidro Elétrica do São Francisco. Saiba mais sobre Paulo Afonso.

Bom Jesus da Lapa

As pessoas visitam a cidade de Bom Jesus da Lapa por duas razões muitos diferentes. Romarias atraem multidões, mas muita gente é atraída por esportes radicais ou pelas muitas atrações nas vizinhanças. Saiba mais sobre Bom Jesus da Lapa

Barreiras

Mais voltada ao turismo de negócios que ao de lazer, pois é o principal pólo político e econômico da região, a cidade reserva surpresas para quem quer encontrar paisagens inusitadas e experimentar novas aventuras. Saiba mais sobre Barreiras

São Desidério

Um dos eventos típicos do lugar é a Festa da Pegada do Mastro, no primeiro sábado de setembro, quando os homens vão cortar madeiras que serão utilizadas como mastros para as bandeiras de Nossa Senhora Aparecida e do Divino Imperador.
Saiba mais sobre São Desidério

Juazeiro

Quem imagina que Juazeiro, no norte da Bahia, às margens do Rio São Francisco, seja um lugar agreste e atrasado, se engana. A cidade é moderna, tem prédios novos e ruas pavimentadas, ladeadas por carnaúbas. Na orla do rio existe um passeio público onde os habitantes vão ver o pôr-do-sol e usufruir a paisagem. Saiba mais sobre Juazeiro

Dicas

Embora no Vale do São Francisco existam restaurantes, hotéis e pousadas, o parque hoteleiro ainda é insuficiente. Procure fazer sua reserva com antecedência, principalmente se pretender ir para lá em julho, quando acontecem, ao mesmo tempo, a Exposição Feira Agropecuária de Barreiras, o maior evento da cidade, e a micareta Barreiras Folia, um Carnaval fora de época que atrai principalmente a moçada. O mesmo cuidado vale para os períodos de Carnaval e de festas juninas, quando a Bahia esquece o axé e ferve ao ritmo do forró.

Veja como ir

Confira preços de pacotes e excursões