Napoleão Terceiro

Napoleão Terceiro

Napoleão III e o Segundo Império

A Revolução de 1848 e um novo imperador

O povo francês estava descontente com Luís Felipe I. Essa insatisfação resultou em mais uma revolução, a de 1848, quando a Segunda República foi proclamada. Luís Napoleão, sobrinho de Bonaparte, aproveitando-se do seu sobrenome histórico e da lenda em torno do tio, foi eleito presidente para, quatro anos depois, tornar-se imperador com o título de Napoleão III. (Os franceses, ao que parece, tinham uma certa birra com a palavra “rei”, mas não tinham tanta dificuldade em aceitar um imperador!) Mesmo assim, Paris continuou sendo um foco permanente de oposição ao novo regime, que tinha muito mais apoio no resto do país.

A nova Paris dos boulevares

No início do império de Napoleão III, Paris, já com um milhão de habitantes, era uma enorme metrópole para os padrões da Europa na época. A cidade mantinha, porém, sua estrutura urbana medieval de ruelas cheias de cortiços. Foi por iniciativa de Napoleão III que a capital francesa passou por uma nova revolução: a urbanística.

A revolução urbanística de Georges Haussmann

Designado pelo imperador, o barão Georges Haussmann, prefeito do Departamento do Sena, decidiu transformar Paris numa cidade moderna, deixando-a com o aspecto bem parecido com o atual. Com mão de ferro, entre 1853 e 1869 ele arrasou os velhos bairros medievais, mandou abrir largas avenidas e bulevares e impôs uma largura mínima de 20 metros para as novas ruas. Os prédios, construídos num estilo bem padronizado, não deveriam ultrapassar 25 metros de altura.

Saneamento urbano, eletricidade e melhorias

Além da construção de teatros, hospitais e outras melhorias, foi criado um complexo sistema de água encanada e esgoto para todas as ruas. Desejando uma Paris mais arejada, Haussmann construiu pequenas praças de bairro, parques e jardins como Buttes-Chaumont e Montsouris, e embelezou o Bois de Vincennes e o Bois de Boulogne. Curiosamente, Haussmann, tão moderno em alguns aspectos, considerava a luz elétrica prejudicial aos olhos, como muitos de sua época!

Os Beaux Quartiers e os bairros populares

A modernização de Paris resultou numa divisão mais acentuada entre os “beaux quartiers” (bairros ricos) da zona oeste da cidade e os bairros populares da zona leste. A população pobre foi simplesmente expulsa para os subúrbios. O aparecimento do elevador iria acentuar a polarização entre bairros ricos e pobres. Antes dele, famílias de diferentes classes sociais compartilhavam um mesmo imóvel. Os ricos moravam no primeiro andar, aqueles um pouco menos abastados no segundo, e assim por diante. Para os mais pobres sobrava o último andar, com muitos mais lances de escadas a enfrentar.
Foi também Haussmann quem criou a atual divisão da cidade em regiões administrativas, os arrondissements.
Durante a Exposição Universal de 1867, começaram a circular no Sena os bateaux-mouches, barcos turísticos que existem até hoje.

A História de Paris o interessa?

Veja todas as postagens sobre a história de Paris

Informações práticas sobre Paris

Como ir a Paris

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde dormir em Paris

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Paris

Matérias Especiais

A história dos transportes em Paris | Paris e os parisienses
Praga de templário pega | O homem que vendeu a Tour Eiffel
Voo de balão sobre o santuário medieval de Rocamadour

Maquina fotografica

Paris em imagens  Fotos dos lugares de especial interesse turístico.

A França  em imagens  Verdadeira viagem fotográfica pela França. Dezenas de fotos das regiões Sul, Norte e Centro da França