A Bahia para quem não tem pressa
Vale do Pati, Chapada Diamantina, Bahia
Vale do Pati, Chapada Diamantina

 

A Bahia para quem não tem pressa

Pesquise e organize seu roteiro com antecedência

O território baiano é extenso. Dependendo do tempo disponível, é mais adequado organizar seus roteiros com antecedência, escolher onde desembarcar na Bahia e visitar tudo com tranqüilidade. O que ver em primeiro lugar, por onde começar?

Você tem um mês inteiro para sua viagem pela Bahia?

Quem tem um mês, ou mais, pode começar visitando Salvador, onde compensa ficar uma semana e se possível, pegar (e até participar) de algum evento. Não deixe também de visitar Itaparica e outros pontos do Recôncavo. Em seguida, percorra com calma a costa baiana de norte a sul, conhecendo as paisagens de praia, que estão entre algumas das mais belas do planeta.

Os passeios de barco pela costa

Faça passeios de barco pelo litoral e visite ou passe alguns dias em uma ilha. Não se esqueça que o litoral baiano é também perfeito para a prática de esportes radicais (ou radicais, pero no mucho…), como jet ski, rappel, bóia-cross e cavalgadas pelas praias.

Os pontos de mergulho

Existem ótimos pontos de mergulho para se ver navios naufragados nos arrecifes, um esporte que exige certo preparo. Se você não curte nada disso, há lugares tranqüilos de dolce far niente, onde você pode passar alguns dias relaxando e pegando uma praia. Em todo o litoral baiano há também vida noturna, lugares onde ouvir música ao vivo, dançar, participar de luaus. (E paquerar, se estiver sozinho ou com amigos…).

Curta a gastronomia biana, mas comece pegando leve

O bom senso manda ir devagar, mas numa viagem à Bahia você não pode perder a oportunidade de experimentar os pratos da culinária regional, sem perder de vista que a cozinha do litoral baiano não é a mesma do agreste e do sertão.

A Chapada Diamantina e o interior

No interior, a Chapada Diamantina e a região do Rio São Francisco são lugares perfeitos a serem explorados pelo viajante que tem bastante tempo disponível. Pode ter certeza de uma coisa: na Chapada há muito o que fazer e visitar. Você precisará de vários dias para ver apenas o principal, já que é enorme a quantidade de trilhas, grutas, cachoeiras e até sítios arqueológicos. O Rio São Francisco vale tanto pela paisagem como pelo contato com uma parte do país que muitos de nós, principalmente os brasileiros do Sudeste, nem sabem direito que existe – pelo menos os que nunca assistiram a Central do Brasil.

Informações práticas

Hotel em Salvador

Salvador possui hotéis e pousadas para todos os bolsos e para todos os gostos. Veja na listagem a localização e  o conforto oferecido por cada estabelecimento, com comentários.

Escolha e reserve seu hotel em Salvador

Como ir

Veja passagens aéreas e pacotes