Os melhores lugares perto de Paris

Os melhores lugares perto de Paris

por Lúcio Martins Rodrigues

Mapa de Île-de-France

Versalhes (Versailles)

Versalhes é o mais belo palácio do mundo. Imponente do lado externo, por dentro é de uma riqueza capaz de deixar qualquer um deslumbrado. Seus jardins são também incríveis, enormes, lindos. Quem vai passar uns dias em Paris não deve de modo algum deixar de visitá-lo. Versalhes fica bem do lado de Paris, uma viagem de 20 minutos.
Veja dicas e informações sobre Versalhes.

Reims

Reims, capital da região de Champagne, é uma cidade muito antiga, anterior aos romanos. O acesso é fácil de trem e de carro, a viagem toma menos de 1h30. A cidade é famosa principalmente por sua catedral. Algumas de suas casas medievais escaparam da destruição na Segunda Guerra e merecem uma olhada. Outro ponto de interesse é visitar suas vinícolas, onde é produzido o legítimo champagne.
Veja detalhes sobre Reims.
Veja dicas e informações sobre a região de Champagne.
V
eja dicas e informações sobre a visita às vinícolas da Champagne.

Provins

Provins abrigou até o século XII uma das mais importantes feiras, que atraíam pessoas de toda a França e países vizinhos. Seu centro histórico medieval é rodeado de muralhas, muito bem preservado. Provins fica na região de Champagne.
Veja dicas e informações sobre Provins.

Chartres

A mais ou menos uma hora de Paris de trem ou de automóvel.  Chartres é conhecida por sua gigantesca catedral em estilo gótico francês, uma obra prima medieval, classificada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade. Saiba mais sobre Chartres.

Blois e Amboise

Essas duas cidades são a porta de entrada do Valle do Loire. Blois fica a 180 km de Paris pela rodovia A10. A viagem toma 2h15. A cidade abriga um imponente castelo medieval. Informe-se sobre o espetáculo de som e luz no castelo. Pela mesma estrada ou retomando o trem (a mesma linha), em vinte minutos você está em Amboise, onde outro castelo espetacular, bem às margens do Loire, o aguarda. Como são cidade vizinhas, com castelos em estilos bem diferentes, recomendamos comçar por visitar Bloir e Amboise. Para isso, um bate-volta fica meio apertado. O ideal seria passar uma noite em uma delas.
Veja dicas e  informações sobre o Vale do  Loire.

Fontainebleau  

Fica a 70 km de Paris e é acessível de carro ou de trem com uma conexão de ônibus até o castelo. Externamente, apesar de rodeado de lindos jardins, Fontainebleau parece menos luxuoso que o palácio de Versalhes. Seu interior, entretanto é suntuoso. É o segundo mais importante castelo nas proximidades de Paris, depois de Versalhes. Pode ser visitado facilmente em um bate-e-volta a partir de Paris. Saiba mais sobre Fontainebleau. 

Mont Saint-Michel

O Mont Saint-Michel é uma das principais atrações turísticas da França: uma abadia medieval sobre um monte no oceano. Uma península que vira uma ilha na maré alta, o Mont-Saint-Michel fica a 360 km (3h45 de viagem) de Paris. É possível um bate-e-volta por conta própria e excursões. Mas você precisa acordar cedo e voltar a Paris à noite. É uma viagem que pode ser cansativa num esquema bate-e-volta. O melhor é dormir uma noite na Normandia. Veja dicas e informações sobre o Mont Saint-Michel.

Giverny

É outra viagem bate-e-volta. De carro são 75 km, mas Giverny é facilmente acessível de trem. A viagem toma uma 1h40 aproximadamente. Quem curte os impressionistas vai adorar conhecer a casa do mestre e seu maravilhoso jardim, retratado por Monet em um de seus quadros mais famosos. Giverny fecha no começo de novembro e só reabre no começo de março.  Veja dicas e informações sobre Giverny e os Jardins de Monet

Auvers-sur-Oise

Acessível facilmente de Paris, de trem ou de carro, é uma viagem que leva mais ou menos uma hora. É outro passeio especialmente interessante para os amantes do Impressionismo. Aliás, Auvers-sur-Oise tornou-se muito conhecida precisamente por ser o lugar onde Vincent van Gogh viveu os últimos meses de sua vida. Veja dicas e informações sobre Auvers-sur-Oise

Saint-Germain-en-Laye

Nessa cidade próxima de Paris fica o castelo renascentista do mesmo nome, construído durante o reinado de Francisco I. Acessível por RER, a cidade foi muito tempo uma das moradias da realeza, como de Luís XIV, o Rei-Sol, que morou lá antes de ir para Versalhes. Durante a Revolução, o castelo de Saint-Germain-en-Laye foi transformado em prisão: Rouget de Lisle, o autor da Marselhesa, foi preso ali pelos radicais…
Veja dicas e informações sobre Saint-Germain-en-Laye.

A França em imagens

Veja álbum fotográfico sobre as principais pontos turísticos na França

Paris em imagens

Veja álbum fotográfico sobre as principais atrações turísticas em Paris