East Village
East Village
East Village, New York

East Village, no começo uma região rural

O East Village foi inicialmente uma região rural, ocupada por fazendas. Até algumas décadas atrás, era uma espécie de primo pobre de Greenwich Village, considerada como o norte do Lower East Side. Durante muito tempo a porção ocupada pela Alphabet City (que tem esse nome porque é formado pelas avenidas A, B, C e D) era considerada meio barra pesada, mas isso mudou muito. Como a região também é habitada atualmente por muitos latino-americanos, foi apelidada de “Loisaida”, que corresponde a “Lower East Side” pronunciado à moda caribenha.

Mapa de East Village

A mudança de pefil do bairro a partir de 1990

A partir da década de 1990, o perfil do East Village foi paulatinamente mudando e aburguesou-se: agora o bairro, relativamente seguro, tem bons cafés, lojas, bares e discotecas. Para quem gosta de gastronomia, a região tem uma gama de restaurantes multi-étnicos: indianos (há vários na 6th Street, chamada de “Little India” ou “Curry Row”), judaicos, latino-americanos, ucranianos, italianos, russos, asiáticos, árabes… e até americanos! Muitos deles são bons endereços para quem está com o orçamento de viagem meio apertado.

O East Village recebeu um grande número de imigrantes asiáticos, latino-americanos e europeus, principalmente eslavos, como atestam as igrejas ortodoxas de St. Mary (End.  121 E 7th St.) e St. Nicholas of Myra (End.  288 E 10th St.). O bairro foi durante muito tempo freqüentado por estudantes e artistas pobres que podiam arcar com os aluguéis relativamente baratos. Ainda hoje, a variedade étnica, cultural e social faz de East Village a região mais “autêntica” de Nova York. Tem de tudo, de punks judeus a yuppies indianos.

As áreas mais simpaticas

Os lugares mais agradáveis para perambular são a 1st Avenue, a 2nd Avenue e a Astor Place, famosa por sua estação de metrô de 1904. A Lafayette Street, onde há bares com mesinhas ao ar livre, conserva um conjunto de elegantes imóveis da década de 1830 com colunas neoclássicas: é a Colonnade Row, outrora habitada pela elite política e financeira de Nova York, como Warren Delano, avô do presidente Franklin Delano Roosevelt, e o magnata Cornelius Vanderbilt. O grande imóvel do outro lado da rua, que abrigava a Astor Library, é desde 1954 sede do Public Theater, que apresenta musicais e peças de teatro, muitas delas tidas como “alternativas” ou “de esquerda”.

A St. Mark Place

Na St. Mark’s Place, morou Levi Davidovich Bronstein, mais conhecido como Leon Trotsky, um dos líderes da Revolução Russa, afastado por Stalin e assassinado, no México, por um sicário do ditador. Na década de 1950 o lugar foi ponto de encontro de beatnicks e, mais tarde, de hippies e artistas. Hoje, lojinhas e barracas instaladas ao lado de estúdios de tatuagem e piercing e de restaurantes japoneses vendem ali quinquilharia barata, roupa made in Taiwan e CDs.
Outro personagem interessante do bairro, no final da década de 1960, foi Abbie Hoffman, do Youth International Party, de tendências libertárias, fundador do Free Store, que coletava roupas usadas para a população pobre.

A vida noturna na Bowery Streett

Para quem curte vida noturna, o local certo é a Bowery Street, onde há bares e danceterias animadas. Ainda caminhando no East Village, procure pelos community gardens (jardins comunitários), criados em lotes abandonados e cultivados por voluntários, geralmente moradores do bairro. O mais conhecido deles é o 6th & B Garden, na esquina da 6th Street com a Avenue B, que promove rotineiramente eventos e oficinas e tem até site (www.6bgarden.org). Um contraste numa cidade que tem um dos mais caros metros quadrados do planeta.

Tompkins Square Park O coração do East Village é esse pequeno parque entre a 9th e a 10th Streets. Em 1874 ocorreu ali a Tompkins Square Riot, revolta de milhares de trabalhadores que resultou em conflito com a polícia.

Ponto de encontro de pacifistas  – Um dos pontos de encontros favoritos de pacifistas, o local foi transformado em enfermaria de campanha durante as manifestações contra guerra do Vietnã. Confirmando a tradição rebelde do bairro, na década de 1980 ativistas locais mobilizaram-se contra a destruição de antigos imóveis ocupados por sem-teto e acabaram entrando em confronto com a polícia. A situação chegou a tal ponto que foi instaurado toque de recolher no Tompkins Square Park, o que piorou a situação e gerou uma revolta popular.

Cachorros fantasiados

A praça possui um dog run que hospeda anualmente a mais importante festa de Dog Halloween dos EUA, com a participação de cerca de 400 cachorros fantasiados. Ao norte da praça, uma estátua de duas crianças lembra o desastre ocorrido com o navio General Slocum, incendiado durante um cruzeiro no East River em junho de 1904, causando a morte de 1300 pessoas, em sua maioria crianças, filhos de imigrantes alemães.

Atrações

Stuyvesant Street

A pequena rua cujo nome homenageia Peter Stuyvesant, governador de Nova York durante a colonização holandesa, tem interesse pela arquitetura. Nela há dois imóveis de estilo Federal, raridades hoje em Manhattan: no nº 21, a Stuyvesant Fish House, de 1804; e no nº 44, a Nicholas William Stuyvesant House, de 1795. Na esquina com a 10th Street fica o Renwick Triangle, gracioso conjunto de edifícios de tijolinhos vermelhos construídos em 1861 pelo arquiteto James Renwick, em estilo Renaissance Revival.

St. Mark’s in the Bowery

A igreja em estilo georgiano foi construída em 1799 no local onde existira a pequena capela da família de Peter Stuyvesant, o poderoso governador da cidade durante a colonização holandesa. Reformada em 1828, ganhou uma torre neogótica. Uma curiosidade sobre esse templo: durante a convenção do Partido Republicano em 2004, a igreja cedeu um espaço de seu terreno para os jovens do National Anarchist Movement montarem seu acampamento de protesto. “Anarquistas, graças a Deus!”, diria Zélia Gattai. End.   131 E 10th St. entre a 2nd e a 3rd Aves. M 1st Ave.

Cooper Union

Inaugurada em 1859, a Cooper Union for the Advancement of Science and Art é a mais antiga escola de ensino superior gratuita da cidade. Voltada para Arquitetura, Engenharia e Artes, a instituição não é mantida pelo Estado; a iniciativa pioneira foi do bem-sucedido empresário e filantropo Peter Cooper, o primeiro norte-americano a desenhar e construir uma locomotiva a vapor, que montou a escola e abriu suas portas às classes mais pobres.

O “Direito faz a Força”

Foi no salão nobre do edifício da Cooper Union – o primeiro a ser construído nos EUA com estrutura de aço – que Abraham Lincoln fez seu famoso discurso Right Makes Might (“O Direito faz a força”), um marco na luta contra a escravidão. Como os Estados do Sul não concordavam com Lincoln, pouco depois estourou a Guerra de Secessão. Tel.  7 E 7th St. entre a 3rd Ave. e 4th Ave. M Astor Pl.   www.cooper.edu

Merchant’s House Museum

A casa erguida em 1832 que pertenceu ao rico comerciante Seabury Tredwells foi uma das poucas no bairro a ser preservada praticamente como era no século XIX e nas primeiras décadas do século XX. Convertida em museu em 1936, conserva belos móveis, objetos pessoais, roupas e tapeçarias. Ao visitá-la, você poderá ver como era a vida de uma família abastada na época. End.  29 E 4th St., perto da Lafayette St. M 2nd. Ave.-Lower East Side /  Merchant’s House Museum

Grace Church

Foi construída em estilo neogótico inglês em 1846 por James Renwick, o arquiteto que doze anos depois ergueria a catedral de St. Patrick. A igreja ficou famosa quando o anão do circo Barnum, Charles Sherwood Stratton, apelidado General Tom Thumb (“General Pequeno Polegar”) casou-se com a também anã Lavia Warren, em uma verdadeira “festa de arromba” que paralisou o bairro. A idéia surgiu da cabeça de Phineas Barnum, o dono do circo, o mesmo gênio em jogadas publicitárias que fez seus elefantes cruzarem a Brooklyn Bridge para provar que a obra era segura. End.  802 Broadway, entre a 10th e a 11th Sts. M Astor Pl.

Informações práticas

Como ir a Nova York

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde se hospedar em Nova York: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos.

Escolha e reserve seu hotel:  seleção por categoria e bairro