Honfleur

Honfleur, o charmoso porto da Normandia

Poucos brasileiros conhecem Honfleor. A maioria de nossos turistas talvez nunca tenha ouvido falar dessa cidadezinha encantadora. É uma pena! Visitar Honfleur é um mergulho na história, já que a cidade é toda preservada, um dos melhores exemplos da arquitetura tradicional normanda em estilo enxaimel e em pedra.

Mapa de Honfleur

Como ir a Honfleur

Não há, é claro, voos diretos do Brasil. Primeiro tome um avião de São Paulo até Paris. A TAM e a Air France fazem essa ligação. O voos diretos de Guarulhos para o Aeroporto Charles De Gaule em Paris tomam onze horas. Há voos baratos da Air Europe via Madri por preços tentadores, mas a viagem é um tanto cansativa.

Compare preços de passagens aéreas e faça sua reserva.

Se quiser prosseguir de avião, peque uma conexão em Paris para o pequeno pequeno aeroporto em Deauville Saint-Gatien e, de lá, um ônibus para Honfleur, a  11km. Não é muito prático.

De trem

Paris Na Gare (estação) Saint-Lazare, tome um trem para Deauville/Trouville ou Lisieux e depois um ônibus para Honfleur. Uma outra boa opção, também partindo da Gare Saint-Lazare, é tomar um trem para Le Havre.  O tempo médio de viagem entre Paris e Le Havre é de  3h22 nos trens comuns.  A viagem em trens rápidos leva 2h16 .  Verifique a disponibilidade e reserve com antecedência. Durante boa parte do ano apenas dois trens por dia levam de Paris a Le Havre.

De carro

Em Paris pegue a N13, depois a A13 (auto-estrada) até a D180, e siga a indicação Honfleur. Honfleur fica a 200 km de Paris.

Vídeo de turismo sobre Honfleur, na Normandia

Onde se hospedar em Honfleur

O centro histórico de Honfleur e toda a região do porto são as regiões mais agradáveis. Mas Honfleur é uma cidade pequena. Se você estiver de carro encontrará estacionamento (pago…) no centro. No auge do verão europeu (agosto) pode não ser tão fácil encontrar vaga.

Escolha e reserve seu hotel em Honfleur

Melhor época

As melhores épocas do ano para visitar Honfleur são o final da primavera (junho) e o final do verão (setembro), mas em geral essas estações, do começo ao fim, são bons períodos para fazer a viagem. O inverno na Normandia é glacial; à beira-mar, o vento que vem do Canal da Mancha gela até a alma… No verão, os problemas são o excesso de visitantes e os preços mais altos.

Dica Convém dar uma passada no escritório oficial de informações turísticas de Honfleur (Office de Tourisme de Honfleur), no Quai Lepaulmier. Boas informações, prospectos úteis e até mesmo um banheiro que pode ser usado pelos turistas.

Atrações turísticas

O melhor programa em Honfleur é flanar sem pressa pela cidade, perambulando sem rumo por suas ruelas históricas ou por seu velho porto. A cidade é pequena, mas cada uma de suas ruas, repletas de construções históricas, é um encanto que traz uma surpresa atrás da outra.

Honfleur é também sede durante todo o ano de numerosos eventos culturais e festas tradicionais. Informe-se no Office de Tourisme (Escritório de Turismo), ao chegar, se há eventos previstos para os próximos dias.

L’Enclos

É o conjunto formado pelo  Vieux Bassin, o belo casario do cais Sainte Catherine,
a Lieutenance e a igreja Saint-Etienne. Nessa região ficam os antigos depósitos de sal, construções do século XVII, hoje transformadas em locais reservados a eventos e exposições.

Faubourg Sainte-Catherine (Bairro Santa Catarina)

Corresponde ao antigo bairro de marinheiros onde existe uma igreja iniciada no século XV, construída quase totalmente de madeira, a maior da França erguida com esse material. Mesmo sua torre do final do século XV, separada do corpo da igreja, foi construída principalmente de madeira.

Faubourg Saint-Léonard (Bairro São Leonardo)

 Fica ao sul do porto. Na verdade o turista não distingue esse mini-bairro do resto do centro e a impressão é de que tudo faz parte de um mesmo conjunto formado pelo centro histórico. É ali que fica a Igreja de Saint-Bernard, iniciada no fim do século XV. Repare no velo portal  lamboyant da fachada da Igreja Saint-Léonard.  A torre da igreja é mais recente e data de 1760.

Musée Eugène Boudin

Esse museu expõe obras Eugènè Boudin e de muitos de seus colegas, entre eles Claude Monet.  Boudin foi um homem do mar e um precursores do Impressionismo, tendo levado para suas telas todo o esplendor da particular luminosidade marinha da costa normanda. O próprio museu é interessante por sua arquitetura e por sua localização. É dividido em nove salas instaladas numa capela do século XIX e em dois prédios modernos de frente para o estuário e para a famosa Pont de Normandie.

Gostou de Onfleur?

Então conheça outros lugares na Normandia

E saiba que o Mont-Saint-Michel que a Unesco classifica com o Patrimônio da Humanidade é atração imperdível!

Musée de la Marine (Museu da Marinha)  

Fica junto do Vieux Bassin. Funciona na Igreja de  Saint-Etienne, levantada no século XIV, a mais antiga da cidade. Uma das seções mais interessantes do Musée de la Marine abriga coleções de maquetes de antigas embarcações. Também há salas dedicadas a pinturas, velhas fotos, e objetos náuticos empregados no dia a dia pelos marinheiros do tempos da navegação a vela.

Informações práticas sobre Paris

Como ir a Paris

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde dormir em Paris

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Paris