História de Portugal: Marques de Pombal
Marquês de Pombal
Marquês de Pombal

História de Portugal: o Marquês de Pombal

Dom José I, que assumiu o trono em 1750, reinou, mas pouco governou. Entregou essa tarefa ao Marquês de Pombal, que já fora embaixador de seu pai, Dom João V, na Inglaterra e na Áustria.

Pombal um “déspota esclarecido

O todo-poderoso ministro atuou como um “déspota esclarecido”, empenhando-se em transformar as enferrujadas estruturas administrativas e políticas portuguesas e em modernizar o país, impondo mudanças nos planos político e econômico. A reforma educacional pombalina modificou o sistema de ensino lusitano, até então monopólio dos jesuítas, criou o Colégio dos Nobres e outras instituições. O problema é que o Estado português do século XVIII não conseguiu organizar escolas capazes de substituir aquelas administradas pelos jesuitas. O fechamento das escolas religiosas acabou sendo prejudicial. De qualquer modo, no período pombalino Portugal recebeu influências modernizadoras do Iluminismo e das novas ideias que circulavam pela Europa da época.

Pombal esvazia a Inquisição

Até o exército real foi reorganizado e modernizado. Pombal mexeu também com a Inquisição, transformando-a em mais um tribunal do Estado, o que esvaziou o poder da própria Inquisição e o da Igreja. Preferiu apoiar a burguesia à nobreza e, percebendo o dinamismo dos cristãos-novos, conseguiu que tivessem seus direitos equiparados aos dos cristãos tradicionais.
Suas reformas bateram de frente com a Igreja portuguesa, a mais conservadora da Europa, ocasionando o rompimento de relações com a Santa Sé durante aproximadamente dez anos.

O atentado

Pombal contrariou ainda os interesses de setores da nobreza avessos às mudanças, criando muitos inimigos para si e para o rei Dom José, que sofreu uma tentativa de assassinato em 3 de setembro de 1758.
O atentado foi o pretexto que Pombal estava querendo para se livrar dos setores da nobreza que lhe causavam problemas e da Companhia de Jesus, contrária às suas reformas. Muitos nobres foram executados e os jesuítas foram expulsos de Portugal e do Brasil.

Os jesuítas

Curiosamente, embora essa ordem religiosa tivesse sido, na metrópole, uma perniciosa influência conservadora, e no Brasil tenha criado um verdadeiro Estado dentro do Estado, as Missões instaladas pelos jesuítas na fronteira com a Argentina beneficiaram os índios, ameaçados pelas incursões de bandeirantes que tentavam escravizá-los. Os jesuítas também discordavam da política oficial de incentivo à miscigenação com mulheres índias e negras. Tal política, diga-se de passagem, não foi inventada por Pombal. Desde Dom Manuel os pouco numerosos portugueses, que viajavam sem mulheres, eram incentivados a gerar filhos com as nativas das colônias.

O concubinato

O concubinato era comum; em alguns casos os colonizadores chegavam a se casar com as índias e as asiáticas, constituindo família. Outras vezes a miscigenação ocorria de forma mais brutal e se dava por meio do estupro puro e simples. Como não havia portugueses suficientes para colonizar, muitos territórios passaram a produzir híbridos…
Outra medida adotada por Pombal foi a anulação da necessidade de “pureza de sangue” de até três gerações para exercer qualquer cargo público, que era uma herança da Inquisição. Um bisavozinho judeu ou árabe e pronto: o cidadão estava com a ficha suja. Para o desempenho de altas funções, o bisavô do candidato não poderia nem mesmo ter exercido profissões braçais.

A capital do Brasil passa para o Rio de Janeiro

Em 1763, Pombal transferiu a capital da colônia de Salvador para o Rio de Janeiro, mais próxima das minas, permitindo maior controle da produção de ouro e combate mais eficaz ao contrabando.

O Grande Terremoto de 1755 em Lisboa

A liderança de Pombal foi consolidada após o grande terremoto acompanhado de um tsunami que destruiu Lisboa na manhã de 1º de novembro de 1755, deixando um saldo de milhares de mortos. Quase toda a cidade foi transformada em escombros. Saiba mais sobre o Grande Terremoto de Lisboa.

Informações práticas sobre Portugal

Como ir a Portugal

Veja passagens aéreas e pacoteshttp://ad.zanox.com/ppc/?36571893C22521343T

Onde se hospedar em Portugal

Escolha e reserve seu hotel no Algarve

Escolha e reserve seu hotel no Alentejo

Escolha e reserve seu hotel em Coimbra

Escolha e reserve seu hotel em Lisboa

Escolha e reserve seu hotel no Porto, Minho e Douro

Escolha e reserve seu hotel no Norte de Portugal

Escolha e reserve seu hotel na Região de Lisboa

Escolha e reserve seu hotel na Serra das Estrela

Portugal em imagens

Maquina fotograficaÁlbum fotográfico com dezenas de fotos de Portugal separadas em slide-shows  sobre a as regiões mais interessantes do país.