Dicas de segurança em Paris
Bairro do Marais em Paris à noite
Dicas de segurança em Paris

Dicas de segurança para todos

Na Europa isso não acontece… Será?

Quem está chegando de uma grande cidade brasileira como São Paulo ou Rio de Janeiro pode relaxar: estará muito mais seguro em Paris. Porém, em qualquer lugar do mundo, turistas (mulheres e pessoas idosas, principalmente) são sempre mais visados e costumam mesmo ter cara de turistas. Mantendo um comportamento discreto e não estando fantasiado de turista (boné com desenho da Tour Eiffel, máquina fotográfica exposta), você pode, eventualmente, andando na rua, até se fazer passar por um parisiense. (Basta disfarçar o ar de deslumbramento!). Não exagere: não é necessário comprar uma boina (que ninguém mais usa por lá) nem andar para cima e para baixo com uma baguete debaixo do braço e um exemplar do Le Monde na mão.

Uma criminalidade diferente da nossa

A criminalidade em Paris é muito diferente daquela das grandes cidades brasileiras — e os criminosos também. Este último ponto é mesmo um problema. Nas cidades onde estamos acostumados a circular, sabemos em que situações — e com quem — tomar cuidado.
Que tipo de criminalidade mais atinge os turistas em Paris? Sem dúvida, os furtos, sem violência, ou mesmo sem que você perceba. É o caso dos batedores de carteira. (São muito, realmente muito raros, assaltos à mão armada, sequestros-relâmpago, essas coisas bárbaras que existem hoje em dia por aqui). É comum a ação de gangs de moças jovens, bonitas, elegantemente vestidas,  maior parte deles oriunda da Europa de Leste, que atuam em metrôs nos horários de pico. Enquanto uma delas troca sorrisos com a vítima, quase sempre homem (que acha que está abafando…), a outra furta sua carteira. Passaportes também são bastante “furtáveis”, pois podem ser revendidos no mercado negro para traficantes e terroristas.

Que lugares e situações devem ser evitados?

• As periferias mais pobres. Mesmo porque não tem nada lá que possa interessar a um turista (a não ser que você seja um sociólogo e esteja recolhendo material para uma tese sobre os contrastes sociais nas capitais europeias).
• Andar de metrô tarde da noite, principalmente em estações pouco movimentadas ou se você for idoso ou mulher. Se for voltar muito tarde, tome um táxi.
• Embora não seja perigoso entrar num sex-shop da rue St-Denis, perambular sozinho de madrugada por essa rua, nos jardins do Forum des Halles, ou no norte de Paris, nas proximidades das estações de metrô Stalingrad, Barbés e Château d’Eau, do Bd. de Strasbourg, do Bd. de Magenta, da rue du Faubourg Poissonière e em ruelas menos movimentadas de Pigalle não é uma boa ideia.
• Dentre os lugares turísticos, onde você deve abrir mais os olhos à noite, principalmente nos finais de semana, por incrível que pareça, é a elegante Av. des Champs-Élysées. Trombadinhas (e trombadões…) costumam agir por lá, às vezes de patins.

Dicas para todos

• Não coloque nada de valor (inclusive documentos) na bolsa de mão nem no bolso de trás da calça. Sobretudo nos horários de pico, existem batedores de carteira nos metrôs e nos mercados (principalmente no mercado das pulgas de Clignancourt). Prefira os bolsos internos de casacos e blusões – de preferência bolsos fechados com zíper ou velcro, pois quando você tira o casaco num metrô e o carrega dobrado, a carteira e os documentos podem cair.
• Evite viajar com muito dinheiro líquido. Se for necessário fazê-lo, guarde-o em uma bolsa de cintura usada por baixo da roupa (encontrada em lojas que trabalham com malas e valises). Coloque nela apenas notas de maior valor, para não fazer volume. Na carteira, transporte valores menores para o dia-a-dia. Procure deixar o grosso do dinheiro no cofre da recepção do hotel e peça um recibo.
• Cuidado com cartões de crédito. Já reparou que ninguém costuma, em nenhum estabelecimento, nem no Brasil nem no exterior, pedir documento de identidade nem conferir a assinatura? Ao pagar algo com seu cartão de crédito, verifique quando o devolverem se o cartão que estão lhe entregando é realmente o seu.
• Desconfie de pessoas que o abordem para propor um táxi clandestino num aeroporto ou estação.
• Se alugar automóvel, coloque a bagagem no porta-malas, não a deixe visível. À noite, não deixe o veículo estacionado na rua com coisas de valor (mesmo no porta-malas).
• A maioria dos ladrões em Paris não tem a cara de marginal com a qual estamos acostumados. Muitos estão bem vestidos e não despertam suspeitas. Alguns agem em saguões de hotel, em aeroportos e estações e somem com sua mala. Muitas roubos são cometidos por mulheres.
• Cuidado com seu passaporte. Em caso de perda ou furto, faça uma declaração na polícia e avise o consulado imediatamente. Nem sempre você conseguirá obter um novo passaporte, principalmente se não tiver nenhum meio de comprovar sua identidade. Por isso mesmo, é bom ter consigo alguns documentos brasileiros como, por exemplo, carteira de identidade, além de CPF e pelo menos xerox de título de eleitor e do próprio passaporte. De qualquer modo, a taxa a ser paga para obter um passaporte novo não é barata: em torno de 90 euros. No caso de você não conseguir um novo passaporte, o consulado lhe fornecerá um laissez-passer (um documento que lhe permitirá voltar ao Brasil).
• Além de ter um xerox do passaporte, anote o número de seu cartão de crédito e o de seus cheques de viagem numa caderneta.
• Paris não é muito grande e é bem sinalizada. É quase impossível você se perder! Em todo caso, ao sair leve um cartão do hotel onde você se hospedar, com o endereço e telefone. Decore o nome da rua de seu hotel — e da estação de metrô mais próxima (é moleza). Ande sempre com o mapa do metrô com você. Se estiver com crianças ou adolescentes, deixe um cartão com o nome e o endereço do hotel no bolso de cada um deles. Cuidado para não se confundir com ruas que têm nomes parecidos, como a rue St-Honoré e a rue du Faubourg St-Honoré ou a rue Montmartre e o Bd. (boulevard) Montmartre.
• Atualmente com constantes riscos de ataques terroristas evite lugares lotados.

Informações práticas sobre Paris

Como ir a Paris

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde dormir em Paris

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Paris

Matérias Especiais

A história dos transportes em Paris | Paris e os parisienses
Praga de templário pega | O homem que vendeu a Tour Eiffel
Voo de balão sobre o santuário medieval de Rocamadour

Maquina fotografica

Paris em imagens  Fotos dos lugares de especial interesse turístico.

A França  em imagens  Verdadeira viagem fotográfica pela França. Dezenas de fotos das regiões Sul, Norte e Centro da França