Ostia Antica

Acessar o sumário •  Acessar o índice remissivo

Mapa de Ostia Antica

Sobre Ostia Antica: o grande porto da época romana

Ostia era o porto de Roma nos tempos do império, de grande importância comercial e estratégica. No seu apogeu, a população da cidade chegou a ser de cem mil pessoas. Hoje é um dos mais importantes sítios arqueológicos italianos e, embora não seja tão fascinante quanto Pompeia ou Herculano, na Campânia, é uma boa opção de passeio para quem quer ter uma ideia de como era uma cidade romana.

Como ir a Ostia Antica

Trem

Em Roma, junto à estação de metrô Piramide, funciona a estação ferroviária Roma/Lido, de onde partem os trens para Ostia Antica. Você pode tomar o trem pra Ostia Antiga também na estação San Paolo.

Carro

De Roma (27 km), pegue a S8.

Onde se hospedar em Ostia Antica

Reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não tem trabalho algum e provavelmente conseguirá preços melhores. E não paga nada a mais por isso! Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos.

Escolha e reserve seu hotel em Ostia antica

Melhor época

Primavera e outono são as épocas ideais. No verão está lotado de turistas e, como o sítio arqueológico de Ostia Antica é grande, caminhar muito tempo sob o sol forte e muito calor é desagradável.

Atrações turísticas em Óstica Antica

A antiga Ostia é relativamente grande – para visitá-la inteira, é preciso ter disposição de andar a pé. Quem chega à área arqueológica depara, logo na entrada, com um castelo medieval erguido por ordem de um bispo local, bem posterior à época das ruínas. Estas, da época imperial romana, começam na Via delle Tombe, que tem esse nome por ser o caminho à margem do qual eram erguidos os túmulos (sepulcros) dos cidadãos mais influentes, para que as lápides com inscrições que louvavam suas qualidades pudessem ser vistas por todos os que chegavam à cidade. Essa rua desemboca no Decamanus Maximus (denominação da principal artéria nas antigas cidades romanas), a via mais conservada de Ostia Antica, ainda com o calçamento original, que tem de ambos os lados o que sobrou dos antigos edifícios: insulae (pequenos prédios de apartamentos da época), termas, lojas e casas.

A cidade inteira tem ruínas de interesse variável, mas quem dispõe de pouco tempo deve se concentrar na área do Decamanus. Uma das coisas mais interessantes em Ostia são os mosaicos, afrescos e inscrições que se vê em muitas das ruínas.

Terme di Nettuno

É a primeira construção, do lado direito de quem entra pela Porta Romana, na esquina com a Via dei Vigili. Construída por Domiciano, foi mais tarde inteiramente reformada por Adriano. Pode-se ainda ver os mosaicos que a adornavam: na sala maior, o Triunfo de Netuno e, na sala ao lado, Anfitrite.

Foro delle Corporazioni

Rodeado de colunas dóricas, o local abrigava representações comerciais de diferentes corporações na época do imperador Claudio. Pode-se ainda ver no piso os mosaicos inspirados nas atividades de cada corporação.
Casa de Diana Esta insulae era composta por diversos pequenos apartamentos destinados à locação. Construída entre os anos 130 e 140, tinha três ou quatro andares e um pátio interno com corredores que davam acesso aos apartamentos. No piso térreo ficavam lojinhas, latrinas e uma espécie de “lanchonete”.

Thermopolium

A curiosa construção era uma taverna com um terraço coberto, assentos perto dos muros e balcões de mármore para as comidas e bebidas. As paredes eram decoradas com temas de natureza morta.

Capitolium e Fórum

Eram o centro da vida social e econômica de Ostia Antica. No Capitolium, o edifício principal, ficavam os templos dedicados a Minerva, Juno e Júpiter.
Scola del Traiano Data do século II e era sede da corporação dos construtores navais, uma das mais poderosas de Ostia.

Termas

Existiam em Ostia Antica diversas termas; as maiores eram as do Fórum. Além de servirem para higiene, eram pontos de encontro e de vida social. Infelizmente, sobrou muito pouco em pé: apenas os mosaicos, trechos de escadarias, restos do frigidarium. Do lado de fora das muralhas ficavam as Terme della Marciana, onde há mosaicos interessantes.

Casa di Amore e Psiche

Dela sobraram diversas paredes, colunas e principalmente mosaicos do piso. Construída no fim do século III, era residência de uma rica família patrícia.]

Teatro

Ainda existem as arquibancadas, bem conservadas, mas do palco, que se acredita ter sido ricamente decorado, sobraram apenas algumas colunas.

Museu

Próximo à Casa de Diana, pegando a Cardo Maximus à direita (na altura do Fórum), fica o museu que reúne o que foi encontrado nas escavações de Ostia Antica: pinturas, esculturas, mosaicos e cerâmicas.

Dica

É importante usar sapatos e roupas confortáveis e proteger-se do sol com boné e óculos escuros. Se o tempo não estiver firme, leve um guarda-chuva: tudo fica ao ar livre e não há onde se abrigar, exceto na cafeteria.

 Site de turismo sobre Ostia Antica

A Itália em imagens

Maquina fotograficaÁlbum fotográfico com dezenas de fotos da Itália separadas em slide-shows  sobre a as regiões mais interessantes do país.

 

Centro da Itália em Imagens

Sul da Itália em imagens

Norte da Itália em imagens