Menu italiano

LASAGNA

O ritual da refeição

As refeições na Itália seguem uma ordem já consagrada; se você vai viajar para lá, aproveite para conhecer nesta matéria o menu italiano.

Os antipasti

São o equivalente aos nossos aperitivos, deliciosos e variados. Há, naturalmente, os frios, como salame, presunto de Parma e outras tentações, mas também mozzarella, salada de polvo ou de lula, beringela (melanzana) de várias formas, tomate recheado, pimentão recheado, cebolinhas cozidas, azeitonas temperadas, scapece di zucchini (abobrinha passada na farinha, no ovo e frita), pettole (espécie de bolinho de batata passado na farinha e frito) etc.

Como frequentemente se come esses antipasti com pão, não exagere, ou você não vai conseguir comer mais nada depois!

Primo piatto

Em seguida vem o primo piatto, que pode ser uma massa (pasta), um risotto ou um brodo, que é uma sopa, frequentemente à base de massas e de caldo de carne. É importante para o brasileiro lembrar-se de que, na Itália, o arroz não é um acompanhamento, mas um primo piatto. Se você pedir um risotto e uma carne, o garçom vai trazer apenas o risotto e esperar você terminar para trazer a carne.

O secondo

O prato seguinte, o secondo, é composto de carne, ave ou peixe, com um acompanhamento, chamado de contorno, que pode ser uma porção de legumes ou batatas ou uma salada. Alguns pratos já compreendem o contorno, mas na maioria dos casos ele deve ser pedido à parte. As carnes de manzo (boi) e outras, como de maiale (porco) e vitello (vitela), podem ser servidas grelhadas, ao molho de cogumelos, à milanesa etc. O cordeiro e o cabrito são quase sempre assados. O coniglio (coelho), que a maioria das mulheres acha engraçadinho e fofinho, os italianos consideram, antes de tudo, muito saboroso… Geralmente é guisado. O frango (pollo) é muito consumido, assim como o pato (anatra) e a codorna (quaglia). Ervas finas e temperos variados dão um sabor especial aos pratos. Um dos destaques da cozinha italiana são os peixes, crustáceos e frutos do mar. Os peixes são servidos mais frequentemente assados, em especial o peixe-espada e o bacalhau (baccalà).

O dolce

O último prato da refeição é o dolce (doce ou sobremesa). A mais famosa delas, cujo nome parece mais japonês do que italiano, é o tiramisù, já bem conhecido no Brasil. Caso você já tenha ultrapassado seu limite diário de ingestão de calorias, peça uma macedonia (salada de frutas). Os italianos têm também bons doces à base de amêndoas e de chocolate, mas que não são servidos como sobremesa, caso do panforte.

Atenção – Nos restaurantes mais sofisticados não se costuma comer apenas um prato, embora você possa deixar os antipasti de lado. Mas pedir apenas um prato, o que era considerado uma espécie de heresia há algumas décadas, hoje está se tornando cada vez mais comum nos restaurantes mais simples. É provável, entretanto, que apenas com o primo você saia da mesa com fome. Muitos restaurantes costumam oferecer um menu completo por um bom preço.

As porções – Não espere nesse caso porções muito fartas, mesmo porque, se o fossem, você não conseguiria acompanhar o desfilar de pratos. Antigamente comia-se pizza somente à noite; hoje, no entanto, é comum servirem-na no almoço. Você verá em vários estabelecimentos o anúncio pizza a colazione. As refeições costumam ser acompanhadas de água e de vinho, que em geral pode ser pedido em taças ou em jarrinhas de 250 ou 500 ml, e não necessariamente em garrafas inteiras.

O vinho – O vino della casa (vinho da casa) costuma ter preços bem acessíveis (é mais barato que refrigerante!), mas nem sempre é bom. Repare se os italianos o estão bebendo. Se não estiverem, é melhor pedir a carta de vinhos. Ao final da refeição, toma-se um espresso (café expresso) e, eventualmente, um cálice de licor. O mais comum é o limoncello, de limão, servido gelado.

O café italiano

O espresso italiano, o “café de máquina”, como muita gente o chama no Brasil, é famoso no mundo todo. Na Itália, o espresso pode ser bem forte — ristretto —, com um pouco mais de água — lungo —, com um pouco de leite — macchiato —, ou com um pouquinho de licor ou grappa — correto.

Mais informação sobre a gastronomia italiana

Sobre a gastronomia italiana • Os diferentes tipos de estabelecimentos onde comer
Dicas sobre a cozinha italiana • As especialidades regionais • Dicionário gastronômico

Como ir para a Itália

Compare preços de pacotes e passagens aéreas para a Itália

Onde se hospedar na Itália

Estabelecimentos listados por região

Maquina fotografica

A Itália em imagens

Uma verdadeira viagem fotográfica por cada região da Itália, com dezenas de imagens separadas por destinos

Centro da Itália em Imagens

Sul da Itália em imagens

Norte da Itália em imagens