O que vale e o que não vale a pena comprar

O que vale a pena comprar

O que vale e o que não vale a pena comprar

Paris é o paraíso das compras… Para quem está disposto a gastar! Os produtos franceses de marcas famosas são bonitos, elegantes, bem acabados e duram anos. Porém, raramente você encontrará verdadeiras pechinchas; ao pagar barato, poderá estar adquirindo algo de qualidade duvidosa e que talvez nem seja francês, mas sim importado de algum longínquo país do sudeste asiático.
Nem tudo vale a pena ser comprado só porque é — ou parece ser — “francês”. Se você não vai comprar um produto bom, não compre: provavelmente você encontrará algo melhor e mais barato no Brasil.

Calçados e tecidos

Lembre-se de que o nosso país é um exportador de tecidos e calçados. Abra os olhos para não voltar para casa trazendo na mala um belíssimo par de sapatos fabricados em Franca (sem cedilha…).

Perfumes e cosmésticos

Perfumes e cosméticos costumam ocupar o primeiro lugar na lista de compras dos turistas, pois muitas das melhores marcas desses produtos são francesas e, salvo raras exceções, lá eles são mais baratos.

Grifes famosas

Compensa dar uma olhada nos artigos de grifes famosas, francesas ou não, que têm roupas, sapatos, bolsas e outros e acessórios da mais alta qualidade.

Gastronomia

Para os que gostam de boa gastronomia, Paris é o nirvana. Encontra-se de tudo: foie gras, salmão defumado, patês, caviar, escargots, terrines, queijos, charcuteries e outras delícias. Os pães, doces (pâtisseries) e chocolates parisienses também devem ser provados e os vinhos são um item obrigatório. Porém, boa parte desses produtos deverão ser consumidos durante a viagem, no seu quarto de hotel, e não trazidos para o Brasil. Só dá para trazer produtos com embalagem adequada para transporte e que não necessitem de refrigeração.

Selos e moedas de coleção livros antigos

Colecionadores também podem fazer a festa: livros e cartões postais antigos, selos e moedas são facilmente encontrados.

Pôsteres

Quem gosta de pôsteres, reproduções de pinturas famosas e fotografias vai encontrar uma enorme variedade de estilos nas mais diversas lojas. Esses artigos são uma boa ideia para presentes: não custam muito caro, não pesam na mala e costumam agradar.

Livros

Livros também são algo de interessante de se comprar em Paris, bem como brinquedos, muitas vezes extremamente originais.

Dicas

Todo turista brasileiro tem direito a gastar US$ 500 em compras no exterior e mais US$ 500 na duty-free shop do aeroporto ao chegar ao Brasil. Isso também vale para menores de 18 anos, que só não podem comprar bebidas alcoólicas e tabaco. Portanto, procure não exagerar nas compras, para evitar problemas com a alfândega.

O que compensa comprar

• Artigos muito especiais: um vestido de formatura, um relógio para a vida toda, uma bolsa de grife, um livro antigo.
• Suvenires leves e inquebráveis para os amigos.
• O que é difícil de ser encontrado ou é muito mais caro no Brasil.
O que não compensa comprar
• O que pode se quebrar ou estragar durante a viagem: produtos perecíveis e peças frágeis que não forem convenientemente embaladas.
• Artigos fabricados fora da União Europeia.
• O que puder ser encontrado a preço igual ou menor nos free-shops dos aeroportos brasileiros (consulte o site www.dutyfreedufry.com.br).

 Veja como recuperar os impostos que você pagou em suas compras

Informe-se sobre o Détache

Como ir a Paris

Compare preços de pacotes e passagens aéreas