Musée Picasso

Musée Picasso, no bairro do Marais, em Paris, informações sobre o museu e suas coleções, com quadros e esculturas de diferentes fases do mestre.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Musée Picasso, Paris
Musée Picasso, Paris
Musée Picasso, Paris

A história do Musée Picasso

Por Lúcio Martins Rodrigues

A instalação do museu

O Museu Picasso começou a funcionar no Hôtel Salé um ano após a morte do artista. O Hôtel Salé, um imóvel aristocrático do século XVII, classificado como Monument Historique em 1968, pertence à cidade de Paris. É um dos mais espetaculares hôtels particuliers parisienses do século XVII. Foi uma ótima escolha! As reformas destinadas a transformar o imóvel em um museu com condições adequadas à exposição de obras de arte, iniciadas em 1979, estenderam-se até 1985. Em outubro desse mesmo ano o Musée Picasso foi finalmente inaugurado.

Video sobre o Musée Picasso em Paris

Localização do Musée Picasso

As novas reformas

Posteriormente, entre 2006 e 2009, o Hôtel Salé passou por novas reformas, que tiveram o cuidado de conservar detalhes arquitetônicos de sua fachada com frontão esculpido. Uma atenção especial foi dada à reforma do interior do imóvel. A restauração abrangeu as janelas, o hall, as escadarias, e o piso da Cour d’Honneur. A área de exposição atual do Hôtel, destinada à exposição do acervo permanente do Musée Picasso é hoje de 5700 m², distribuída em cinco diferentes níveis: (sub-solo, térreo e mais três andares ). O imóvel abriga igualmente uma cafeteria e uma livraria butique. Na ala junto do jardim, também renovado, foi criado um auditório, que serve igualmente de sala mutimidia.

A coleção de obras de Picasso no Hôtel Salé

Existem obras de Picasso espalhadas pelos museus no mundo todo. O acervo de obras do mestre espanhol no Hôtel Salé é, porém, a única do planeta que abrange todas as fases do artista, suas pinturas, gravuras e esculturas. As coleções ali reunidas somam mais de cinco mil obras de Picasso!

Como se formou a coleção

Foram os herdeiros de Picasso que doaram á cidade de Paris a enorme coleção de arte acumulada pelo artista ao longo de sua vida. Além das pinturas assinadas de Picasso, fazem parte do acervo do museu máscaras africanas e polinésias, estatuetas espanholas, e telas de outros mestres, pertencentes à sua coleção particular. Entre elas há pinturas de Gauguin, Cézanne, Renoir, Miro, Matisse, Le Nain, Corot, Vuillard, le Douanier Rousseau, Braque, Modigliani, além de desenhos de Chirico e Degas. Posteriormente outras obras foram adquiridas pelo museu. E, em 1990, outra doação, feita por herdeiros de Picasso enriqueceram o acervo do Hôtel Salé: pinturas da última fase do mestre, esculturas e desenhos.

O acervo do Musée Picasso

Cerca de 300 pinturas de Picasso, são a cereja do bolo do museu. Entre elas estão obras como l’Autoportrait e La Célestine, Matadors e Musiciens, telas cubistas pintadas entre 1912 e 1916), como Homme à la guitare e Homme à la mandoline, pinturas surrealistas executadas ente 1924 e 1930. O museu expõe ainda telas sobre a guerra civil espanhola, como Memento mori da época da Ocupação Alemã, esculturas dos anos 1950 e obras de sua última fase.

Fazem igualmente parte do acervo do Musée Picasso esculturas, objetos, cerâmicas, além de 250 obras em “trois dimensions”, que formam a coleção mais completa do mestre. Entre as esculturas de Picasso estão peças em madeira e bronze executadas entre 1906 e 1909. Fazem part do acervo telas cubistas produzidas entre 1913 e 1916; obras da década de 1930, como Femme au jardin; da década de 1940, como Tête de taureau l’Homme au mouton e da década de 1950, como a Petite fille sautant à la corde, La Chèvre, le Guenon et son petit.

Também interessante é a documentação fotográfica de Brassai, um amigo e frequentador do atelier do artista. As imagens retratam suas esculturas.

Gosta de história, cultura e arte?

Conheça outros museus de Paris

Outras atrações no bairro

Conheça outras atrações no Marais

Booking.com

Mais posts

Marais, na Rive Droite, Paris

As ruas pitorescas do Marais

No bairro do Marais, em Paris, há ruas medievais com imóveis que também datam da Idade Média, onde o charme e a história convivem com o moderno.

Musée Grévin

Musée Grévin

Musee Grévin, em Paris é um dos mais interessantes museus de cera do mundo, com personagens tão autênticos que você confunde com gente de verdade.

Musée Guimet, Paris, Foto, Sébastien Bertrand, CBBY

Musée Guimet

O Musée Guimet, em Paris, especializado em arte asiática, possui obras indianas, afegãs, nepalesas, chinesas, coreanas, indianas e de outras regiões da Ásia de diferentes épocas.

Primeira guerra, ataque da infantaria

Musée de l’Armée

Musée de l’Armée, as principais coleções, desde a Idade do Bronze, à Segunda Guerra, as coleções de armaduras, armas brancas e armas de fogo.