Moscou

Sobre Moscou

A capital russa mudou muito mudou muito: há mais lojas, mais carros novos nas ruas, novos ricos. Mas alguns lugares, como a Praça Vermelha, continuam lindos.

Mapa de Moscou

Como ir  a Moscou

Avião

Não há voos diretos do Brasil; você terá que pegar uma conexão em Paris, Londres ou Frankfurt.

Veja passagens aéreas e pacotes

Hotéis Moscou

A Praça Vermelha e suas proximidades é uma boa região para se hospedar, as vizinhanças da  Tverskaya Ulitsa e sempre no interior do Garden Ring.

Escolha e reserve seu hotel

A melhor época

Qualquer uma… exceto o inverno, quando você terá que encarar dezenas de graus abaixo de zero.

Atrações turísticas em Moscou

A catedral de São Basílio é uma das mais interessantes de Moscou: a arquitetura inconfundível, com cores e adereços extravagantes, a faz parecer saída de um conto mágico. Hoje, com a nova liberdade religiosa, muitos russos voltaram a frequentar igrejas. Note a diferença entre a arquitetura ortodoxa russa e aquela das igrejas católicas ocidentais.

Debaixo da terra, Moscou guarda outra atração: suas antigas estações de metrô finamente decoradas.

Culturalmente, como era de se esperar, Moscou é rica: tem bons museus de arte, como o Pushkin e o Tretayakov, o Teatro de Arte (que segue a tradição de Tchecov e Stanislavski) e, é claro, o mundialmente famoso Ballet Bolshoi (é bom reservar seu ingresso com antecedência!).

Nas proximidades de Moscou há outras atrações que merecem uma olhada. É o caso de Zagorsky (oficialmente conhecida como Sergyev Posad), situada a 75 km ao norte da capital. Principal centro de peregrinação russa, até 1988 era sede da residência do patrono da Igreja Ortodoxa Russa (o “Vaticano” ortodoxo). Em Zagorsky fica também o Monastério São Sérgio (1340), santo padroeiro da Rússia, além de outras belas igrejas e catedrais.