Viajar na baixa temporada: vantagens e desvantagens

por Lúcio Martins Rodrigues

Que época do ano é considerada baixa temporada?

Quando se trata de preços de passagens aéreas, cada companhia aérea tem seu critério para definir os períodos de baixa e alta temporada. Mas, na prática, a baixa temporada corresponde às épocas em que as pessoas viajam menos para determinado destino. É uma questão de oferta e procura. Simplificando bastante, em geral a baixa temporada corresponde à primavera e ao outono, e mais precisamente, a meses como abril e maio e outubro e novembro, exceto nos grandes feriados, como a Páscoa. Quando é outono no hemisfério norte, é primavera no hemisfério sul.

Vantagens da baixa temporada

Custos

Francamente falando, é a época do ano que prefiro, por vários motivos. O custo da viagem é muito menor (o que significa que com o mesmo dinheiro posso viajar muito mais!). Passagens aéreas são mais baratas, aluguel de automóvel sai mais em conta,  as diárias dos hotéis igualmente.  Claro, quem, meses antes da viagem fica de olho em promoções e já reserva seu voo, hotel, etc, consegue vantagens ainda maiores.

Não há excesso de turistas

Um segundo motivo é que, cidades de grande interesse turístico e também as atrações, bares e restaurantes, estão menos lotados. Você visita um museu e pode apreciar tudo com tranquilidade. Não depara com uma excursão de visigodos na sua frente… A qualidade dos serviços é igualmente muito superior. Pede uma cerveja e é logo atendido. Na alta temporada, sobretudo no mês de agosto, você pede o saleiro ao garçom e quando é atendido recebe o sal junto com a sobremesa… O excesso de turistas também descaracteriza as cidades. Adoro Paris, mas não em agosto!

Temperaturas mais agradáveis

Na maior parte dos países do mundo, não faz nem calor nem frio excessivo na primavera e no outono, exceto nas altas latitudes, como nos países nórdicos, no norte do Canadá e no sul da Patagônia, onde só no verão as temperaturas são amenas. Na alta temporada, o calor pode ser excessivo, em quase todo o hemisfério norte. As cidades europeias, por exemplo, parecem que não combinam com calor! Em viagem você caminha demais sob o sol, logo está transpirando por todos os poros.

Os meses mais bonitos do ano

Além das temperaturas mais agradáveis, abril, maio, outubro e novembro são os meses mais bonitos do ano. Na primavera fica tudo florido. No outono os parques e jardins nas cidades, e as paisagens no campo, assumem lindos tons vermelho-amarelados (com um certo sabor nostágico…). O outono é romântico!

Desvantagens da baixa estação

Dias mais curtos

Algo que pode incomodar um pouco no outono são os dias curtos. Por volta de 16h30 na Europa, já começa a ficar meio escuro. O que dá para fazer é remediar. Dormir mais cedo, acordar mais cedo, sair para passear mais cedo. Assim dá para aproveitar melhor o dia. Obviamente isso vale principalmente para as cidadezinhas do interior europeu, onde não há mesmo muito o que fazer à noite. Em cidades como Paris, Roma, New York ou Buenos Aires não dá muita vontade de voltar cedo para o hotel…

Algumas atrações e hotéis estão fechados

Outra desvantagem da baixa temporada é que alguns museus e outras atrações abrem mais tarde e fecham mais cedo. Algumas nem abrem! E, às vezes, como aconteceu na Córsega, em Cape Corse, existe muita dificuldade em achar hotel aberto. Mas se trata de um caso meio particular, pois essa região da Córsega atrai sobretudo veranistas franceses e em busca de praia e calor. Quando esfria, os turistas desaparecem. Por isso mesmo, em lugares com esse perfil, é recomendável checar na internet quais são os hotéis abertos fora de estação.

Estações mais chuvosas

É verdade que, na Europa principalmente, a primavera e o outono são épocas mais chuvosas do que o verão. Mas essas épocas não são chuvosas como o verão brasileiro, quando as cidades chegam a ficar inundadas por causa das tempestades. Na Europa, as chuvas são mais bem distribuídas. Chove um pouco mais na primavera e no outono, às vezes o tempo está meio fechado, mas nada que impeça sua viagem. Na viagem que fiz em novembro de 2015 pela Córsega, Bretanha e Normandia, encarei uns 4 dias chuvosos ou de tempo meio fechado. Nunca peguei muito frio. Na viagem de 25 dias em novembro de 2016 pelo sul da Itália, encarei chuviscos ocasionais em L’Aquila, capital do Abruzzo, depois, uma chuva pesada, com queda de granizo na estradinha entre Sulmona e Chiett. Na Puglia choveu algumas horas um só dia. Na Costa Amalfitana, o tempo estava fechado no dia em que cheguei. Mas, na maior parte do tempo, fez sol. No quinto dia em Amalfi, o mar tornou-se agitado e viagens de barco pelo litoral amalfitano, um programa agradável, foram canceladas. O resto do tempo fez sol e céu azul. E nunca fez muito frio.

Se viajar na baixa estação é tão vantajoso, por que a maioria das pessoas saem de férias na alta estação?

É muito fácil: as pessoas saem de férias quando podem! Poucos têm o privilégio de  viajar quando querem.  A alta temporada corresponde ao período de férias escolares no começo do ano, no hemisfério sul, ou no meio do ano, no hemisfério norte. É a única época em que as famílias com crianças em idade escolar podem viajar. É também a época em que estudantes universitários,  professores e outros profissionais têm férias.

Conclusão

Turistas não são todos iguais. Cada um de nós tem suas preferências sobre climas. Alguns não suportam frio, nem mesmo moderado. A maioria só pode mesmo viajar durante as férias escolares. Mas, tudo pesado, quem pode viajar em maio ou novembro e até curte um friozinho leve, não quer gastar em demasia e detesta lugares lotados deve mesmo optar pela baixa temporada. Enfim, como sabemos, o tempo no mundo anda muito estranho. Talvez eu tenha dado sorte!