Vale do Colca

Acessar o sumário Acessar o índice remissivo de localidades e atrações

Vale do Colca

Mapa de Chivay e do Vale do Colca

Como ir

Por conta própria – Possível mas reservada aos viajantes experientes e aos mochileiros ultrarradicais.

Excursão – Inúmeras agências de viagens organizam excursões para o Valle del Colca. Provavelmente o hotel onde você vai se hospedar em Arequipa vai lhe indicar uma com a qual tem parceria. Os preços das excursões variam bastante, dependendo da duração (de um a vários dias) e do conforto dos hotéis escolhidos. Evite a excursão de um só dia, sem pernoite: é muita correria. A não ser que precise economizar, escolha os melhores hotéis. Mesmo assim, eles não serão muito bons… Ao contratar a excursão, peça quarto com calefacción. Faça isso constar do voucher.

Hospedagem no Valle del Colca

A cidade mais prática para você se hospedar no Valle del Colca é Chivay

Escolha e reserve seu hotel em Chivay (Valle del Colca)

Chivay, a porta de entrada do Valle del Colca

A cidadezinha de Chivay, a 160 km de Arequipa (em torno de 5h30 de viagem), é a porta de entrada para o Vale do Colca, onde estão algumas das maiores belezas naturais da América do Sul. O vale é habitado há séculos pelos índios Cabanas e Collaguas, que têm por principal atividade a agricultura, desenvolvida em terraços que formam intrigantes paisagens, com altas montanhas ao fundo. A estrada que acompanha o vale possui miradores (mirantes) nos melhores pontos de observação. De um deles podem ser vistas as chamadas lagunas misteriosas, assim chamadas porque seus tons vão mudando em razão das algas existentes em suas águas.

Entre fevereiro e junho, bandos de flamingos e outras aves podem ser avistados. Em La Calera, pertinho de Chivay, em meio a montanhas e vulcões, existem fontes termais. Há povoados interessantes às margens do Rio Colca, com construções coloniais e belas paisagens, como Ianque, Achoma, Maca, Pinchollo, Cabanaconde, Coporaque, Ichupampa, Madrigal e Lari.

As igrejas barrocas do Valle – Algumas das igrejas desses lugarejos encerram em seu interior um formidável patrimônio de peças barrocas, pinturas, altares policromados e esculturas religiosas: algo que normalmente não se esperaria encontrar em aldeiazinhas perdidas como essas. A partir de Pinchollo, o vale se torna cada vez mais estreito e profundo, transformando-se em um canyon de 3400m de profundidade, o segundo maior do mundo, menor apenas que o de Cotahuasi, também no Peru.

Mirador Cruz del Condor -Chegando ao Mirador Cruz del Condor, a paisagem é simplesmente grandiosa. Com sorte, você verá condores planando com suas asas de 3m de envergadura, sobrevoando sua cabeça e subindo em círculos até virarem pontinhos que desaparecem no espaço. As aves, que têm seus ninhos nas encostas do canyon, começam a planar utilizando as corrente de ar quente ascendentes por volta de 8h30 ou 9h da manhã.

Estando hospedado em Chivay, você terá que levantar por volta das 5h para chegar lá nesse horário (Despierta, muchacho! El condor pasa!). O caminho entre Arequipa e Chivay também possui trechos muito interessantes, passando por pastagens com rebanhos de alpacas e lhamas e bandos de vicunhas (logo você aprenderá a distinguir a diferença entre elas…) e por um imenso santuário repleto de apachetas (oferendas a Pachamama que consistem em pedras empilhadas em forma de pequenas pirâmides).

Cuidado com o soroche – O vale tem altitude média de 3.550m e há trechos no caminho em que se atinge quase 5.000m. Ao descer do ônibus nesses locais, evite esforços. Antes de iniciar a viagem, tome um comprimido contra o soroche – e continue tomando de 8 em 8 horas. Há uma taxa de US$ 7 para entrar no Vale do Colca, que se paga ao chegar a Chivay. É melhor, por várias razões, pagá-la em soles.

Uma excursão para os mais aventureiros – Esse não é o passeio mais confortável do mundo: frio, altitude, muitas horas dentro do ônibus, raros pit-stops, dormir pouco, comer mal… Mantenha o bom humor!
Leve gorro, luvas, óculos escuros, roupas quentes, água mineral, um lanche para tomar no ônibus.

Experiência de viagem

Como é participar de uma viagem pelo Valle del Colca (relato de viagem)

 

Informações práticas

Como ir ao Peru

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde se hospedar no Peru

Escolher e reservar seu hotel em Lima

Escolha e reserve seu hotel em Arequipa

Escolha e reserve seu hotel em Cusco

Escolha e reserve seu hotel em Puno

Cultura e informação tornam sua viagem ao Peru muito mais fascinante:

ARTE_Capa_Ouro_102_x_142

Saiba mais sobre o romance histórico “O Ouro Maldito dos Incas”, onde um soldado de Pizarro relata como 187  espanhóis famintos e mal-armados conseguiram conquistar um império com 12 milhões de pessoas.

 

Informação sobre os guias da série GTB (Guia do Turista Brasileiro)

CAPAGTBPERU PARA POST

Os guias GTB impressos não estão mais à venda…
Enquanto isso, confira todo o conteúdo completo e atualizado do guia impresso, substituído pelo  Guia GTB ON Line Peru, gratuito, e com dezenas de fotos. Basta ter sinal de internet no local onde você estiver.

 

Maquina fotografica

O Peru em imagens Fotos dos lugares de especial interesse turístico.

 

 

Links afins