Transportes na Nova Zelândia
Nova Zelândia, trem
Trem Transalpine, na Ilha do Sul, Nova Zelândia

Transportes na Nova Zelândia, avião, trem, ônibus

Como ir

Não há voos diretos de São Paulo. Você terá que tomar um avião até Santiago do Chile, depois trocar de aeronave no Tahiti.  A passagem é relativamente cara, visto a distância. Há diferenças de preço dependendo da época do ano. A baixa estação, quando as passagens são mais baratas, vai de março a novembro.

Como circular: transportes interiores

Avião

A Nova Zelândia é um país pequeno, é melhor percorrê-lo por terra de um extremo a outro e tomar uma conexão aérea na volta. Por exemplo, desembarcar em Auckland, seguir até Queenstown, no sul da South Island e pegar um avião para regressar a Auckland, onde chegam e saem os vôos internacionais. Site: Avião

Se você vier da Austrália, o vôo e tre Sydney e Auckland sai caro. Se optar por um passe da Qantas (a ser comprado no Brasil; a British Aiways representa a Qantas), sai muito mais em conta. A viagem demora 3h 20min.

Compare preços de passagens aéreas e pacotes 

Carro

Há As estradas na Nova Zelândia são asfaltadas, boas, mas não há praticamente auto-estradas de pista dupla. Isso, na realidade, não tem muita importância, já que há pouco trânsito, principalmente na South Island. O problema de guiar na Nova Zelândia é outro: guia-se à esquerda, como na Inglaterra. Nem todos se adaptam rapidamente à circulação e aos comandos do carro, como mudar de marcha com a mão esquerda.

Ônibus

Os ônibus na Nova Zelândia são limpos e pontuais como os trens, mas são menos confortáveis do que os que existem no Brasil, Chile e Argentina. As poltronas reclinam menos e não existem ônibus leito. Na Nova Zelândia, você compra um passe dos ônibus Kiwi Experience ou Magic Bus por um período fixo, válido para todo o país ou para uma determinada região. Site: Ônibus

Trem

Não há na Nova Zelândia trens de alta velocidade como na Europa ou no Japão, mas eles são limpos e pontuais e são um bom meio de transporte para percorrer o país. Trens ligam, na North Island, Auckland a Welington, desembarcando os passageiros em frente ao ferry para a South Island. Nesta última a ferrovia liga Picton a Christchurch na costa leste, depois corta a ilha até Greymouth. Há bilhetes de trens conjugados com os ferries. Também há 5 diferentes tipos de passes, alguns também conjugados com os ferries. Site: Trem

Kiwi Experience e Magic Bus – Esses ônibus trafegam em rotas fixas através da Nova Zelândia, inclusive pelos parques nacionais e suas trilhas planejadas para atender às necessidades do viajante de espírito aventureiro. Ao contrário de uma excursão convencional, é você quem escolhe o tempo de permanência em cada lugar, podendo subir ou descer do ônibus onde quiser. Os preços variam segundo o itinerário que você pretende fazer e a sua duração. Há linhas de ônibus para praticamente tudo quanto é cidade da Nova Zelândia. Existem também ônibus de agências de viagens para determinados passeios a atrações turísticas fora das principais cidades. Site: Kiwi Experience e Magic Bus

Passes – Há na Nova Zelândia passes mistos (trem+ ônibus+ ferry ) que podem ser usados por 8 dias num período total de 3 semanas ou durante 15 dias dentro de um período de 5 semanas Um deles inclui também avião (um vôo) e pode ser usado durante 8 dias em 3 semanas ou 15 dias em 5 semanas. Existem na Nova Zelândia passes mistos (trem+ ônibus+ ferry ) que podem ser usados por 8 dias.

Conheça os títulos

Nossos guias on-line oferecem gratuitamente o conteúdo total dos títulos impressos, vendidos durante os últimos dez anos nas melhores livrarias. Esse conteúdo é, inclusive, superior ao dos guias impressos, pois foi atualizado, enriquecido com mais informações e um grande número de imagens. Bastar acessar este site em qualquer lugar onde haja wi-fi disponível. Você pode fazer isso utilizando seu tablet, lap-top ou mesmo do celular. 

Argentina • Bahia • Chile • Itália • New York •  Nova York • PeruPortugal •