Os impressionistas
Jardin de Claude Monet Giverny- Fondation Monet
Jardin de Claude Monet Giverny – Fondation Monet

A história do Impressionismo, seus principais mestres

A expressão “impressionismo” tem sua origem no quadro de Monet, “Impression soleil levant“,  pintada em 1872. Hoje, os impressionistas são reconhecidos e apreciados por um grande público que adora arte. Mas, na época, o novo tipo de expressão artística foi incompreendida, rejeitada, taxada de “pobre”. Muitos críticos de arte, apegados às formas artísticas tradicionais, ridicularizaram acidamente os impressionistas.  Hoje todo mundo sabe quem foi Monet e outros impressionistas, mas ninguém mais se lembra do nome de nenhum desses críticos. A expressão impressionismo chegou a virar piada, mas os impressionistas não deram bola e a adotaram. Entre 1874 e 1886 realizaram várias exposições públicas em Paris, que agradavam a um público cada vez mais numeroso. O fato é que criaram, de fato, uma nova escola francesa, que marcaria o início da pintura moderna. Alguns anos depois o impressionismo passou ser reconhecido e valorizado na Europa e mesmo nos Estados Unidos. Leia sobre Jardins e a casa de Monet em Giverny.

Vídeo: Musée d’Orsay, telas impressionistas

 Principais impressionistas

Claude Monet

O “pai” do Impressionismo, Claude Monet nasceu 1840. Não era um homem rico, para se dedicar à sua arte passou, financeiramente, por momentos difíceis. Somente a partir da década de 1870, quando sua obra começou a ser reconhecida, sua sorte começou a mudar. Hoje, a casa onde morou em Giverny próximo a Paris, onde o artista construiu um belíssimo jardim, retratado em uma de suas famosas telas, é visitada por milhares de pessoas do mundo todo.  Sua mais famosa obra,  Les Nymphéas,  é um gigantesco painel que ocupa uma ala inteira do Museu de l”Orangerie em Paris.  Musée I’orangerie.

Renoir

Pierre Auguste Renoir nasceu 1841, em Limoges, na França. A partir de 1862, foi estudar na Académie des beauxarts de Paris, onde conheceu Monet e outros impressionistas. Suas telas, caraterizadas pela criatividade de suas cores, influência de Délacroix, tinham como temas pessoas e paisagens.  Inicialmente, como aconteceu com outros impressionistas, o sucesso de Renoir foi limitado. Sua arte só foi reconhecida na exposição de 1874:  sua tela Le Moulin de la Galette foi muito aplaudida. Sua vasta produção artística está agora espalhadas por museus do mundo todo.

Édouard Manet

Édouard Manet, nascido em Paris em 1832, amigo de Monet e Renoir, é um segundo “pai” do impressionismo, depois de Monet. Após de abandonar seus estudos de Direito, voltou-se para a pintura. Seus primeiro quadros foram menosprezados pelas galerias de arte de Paris, inclusive, sua famosa tela, Déjeuner sur l’Herbe. Ao morrer aos 51 anos, em 1883, sua obra já abrangia 400 telas.

Degas

Edgar Degas, nascido em 1834 em Paris, além de pintor, foi também  gravurista e escultor. Apesar de ter sido outro dos grandes mestres do impressionismo, nota-se em suas obras a influência do realismo e da escola Renascentista italiana, sobretudo depois que, em Florença, tomou conheceu as telas de Leonardo da Vinci e Michelangelo. Participou da Primeira Exposição Impressionista em 1874.

Camille Pissarro

Jacob-Abraham-Camille Pissarro, nascido em Saint-Thomas, na Ilhas Virgens, em 1830, foi outro grande mestre do Impressionismo. Suas obras estiveram presentes nas exposições coletivas impressionistas entre 1874 a 1886. Seus quadros tinham por tema as paisagens do campo francês e também cenas inspiradas em Montmartre, as telas que o tornaram mais conhecido. Camille Pissarro teve por discípulos artistas que se tornariam mais famosos do que o mestre, como Gauguin e Cézanne.

Van Gogh

Vincent Willem van Gogh, que nasceu na Holanda em 1853, começou a pintar quando tinha vinte anos. Viajou por vários países e acabou se estabelecendo em Paris em 1886, onde conheceu alguns dos principais mestres do impressionismo. Seu período mais produtivo corresponde à época em que morou em Arles, no sul da França, em 1888. Embora sua obra tenha fortes tendências impressionistas, Van Gogh foi também influenciado pelo  fauvismo (o grupo de “feras”, arredios que não se integraram completamente à corrente impressionista) e pelo abstracionismo. Os dois últimos meses de sua vida passou em Auvers-sur-Oise. Produtivo, mas atormentado, quase demente, faleceu aos 37 anos.  Foi enterrado no cemitério local. Junto ao seu túmulo está o de Théo, seu irmão, que sempre o apoiou. saiba mais sobe Auvers-sur-Oise.

Onde conhecer a obra dos impressionistas

Obras impressionistas podem ser apreciadas nos principais museus de Paris e outras cidades no mundo todo. O Musée d’Orsay, porém, possui uma das mais ricas seções de telas dos principais mestres do Impressionismo.

Dicas

Conheça os principais museus de Paris

Conheça o Musée d’Orsay, com um rico acervo de obras impressionistas.