Assis

A terra de São Francisco

Assis, a terra de São Francisco Assis (em italiano, “Assisi”) é a mais interessante e bem conservada cidade da Umbria, conhecida não apenas por ser a terra de São Francisco, mas também pela encantadora arquitetura medieval que se vê por toda a parte em casas e edifícios de pedra, passagens cobertas, ruelas que desembocam em pracinhas, arcos, escadarias, muralhas, fontes, restos de uma antiga fortaleza e diversas igrejas. Entre essas últimas estão famosos locais de peregrinação, como a Basilica di San Francesco (São Francisco) e a Basilica di Santa Chiara (Santa Clara).

Mapa de Assis

Como ir a Assis

Ver pacotes e passagens aéreas

Carro

Pela autoestrada o caminho é um pouco mais longo e rápido: de Florença (165 km) ou Roma (175 km) utilize a A1, depois a S75bis em direção a Perugia e em seguida a Assis (22 km).

Ônibus

Há ônibus diretos de Perugia (30 minutos), que partem da Piazza Partigiani, e de Florença (2h45), que saem da Via della Stazione.

Trem

De Florença há trens diretos (2h30) ou com baldeação em Terontola-Cortana. De Roma (1h45 a 3h), os trens são diretos ou com baldeação em Foligno. Muitos trens partem diariamente de Perugia (20 minutos). A estação ferroviária fica a cerca de 5 km da cidade; é preciso tomar táxi (por volta de 10 a) ou ônibus até Assis.

Onde se hospedar em Assis

Assis é uma cidade cercada por muralhas. Há hotéis bem charmosos instalados em villas próximas à entrada da cidade.  É uma opção para quem está motorizado, mas para visitar Assis terá que estacionar fora das muralhas e subir uma ladeira, literalmente de tirar o fôlego…) até centro. A região próxima à Catedral de San Francisco e a Piazza del Comune são ótimas  localizações para você se hospedar.

Escolha e reserve seu hotel em Assis

Melhor época

Primavera e outono. Em maio há uma festa medieval linda na cidade. Se puder não perca o Calendimaggio. Acompanhe no site oficial mais abaixo a data exata e reserve hotel com antecedência. Veja melhor época para viajar pela Itália

Vídeo sobre turismo em assis, (Assisi) Itália

Atrações Turísticas em Assis

Sem exagero, pode-se dizer que a cidade – apesar de sacudida por um terrível terremoto em 1997 – tem mais ou menos o mesmo aspecto que na época em que São Francisco perambulava pelas colinas vizinhas falando com os passarinhos.

Monte Subasio

Assis fica no alto do Monte Subasio (o que facilitou, no passado, sua defesa), é espetacular a vista dos campos e das suaves colinas em torno da cidade: o cenário real que Zeffirelli utilizou no filme Irmão Sol, Irmã Lua.

A Marcha da Paz É para Assis que convergem as famosas Marchas pela Paz organizadas por estudantes e grupos políticos, que partem de Perugia e vão até a Basílica de São Francisco. Uma das mais importantes foi a do ano 2002, que pedia paz no Oriente Médio.

Embora Assis seja pequena, a cidade tem duas partes bem definidas: a de baixo (“Sotto”) e a de cima (“Sopra”). Como as atrações estão espalhadas por ambas, prepare-se para subidas e descidas e use calçados confortáveis.

Basilica di San Francesco

Francisco de Assis morreu no dia 3 de outubro de 1226. Como os processos de canonização, na época, eram breves, e levavam muito em conta o “ibope”, ou seja, o índice de devoção popular, coisa que não faltava ao Poverello, menos de dois anos mais tarde, em 16 de julho de 1228, ele foi oficialmente declarado santo. No mesmo dia, começou a ser construída a basílica que, ao longo dos séculos, tem atraído para a Umbria incontáveis peregrinos, turistas e amantes da arte.

Muito embora São Francisco seja conhecido, dentre outras virtudes, por seu voto de pobreza, o templo construído para abrigar seus restos mortais nada tem de humilde: é enorme, belíssimo e, sem dúvida, chama a atenção, sobretudo à noite, quando iluminado por potentes refletores. O edifício é composto por duas construções superpostas, com entradas independentes: a basílica inferior, onde se chega atravessando um grande pátio ladeado por arcadas, e a superior, cuja fachada dá para uma praça. Em estilo gótico, com traços românicos, ambas têm suas paredes e tetos inteiramente revestidos de afrescos.

Basilica

Os afrescos (dos quais os de Giotto, na parte superior, concluídos em 1300, são, com justo motivo, os mais famosos), narram por meio de imagens muito expressivas, a vida de São Francisco e cenas do Antigo e do Novo Testamentos, visando a sua difusão ao povo católico. Lamentavelmente, em setembro de 1997, Assis foi atingida por um terremoto que causou danos à basílica, principalmente aos afrescos dos tetos. A restauração não foi concluída, mas boa parte das obras já foi recuperada e pode ser admirada por todos que a visitam. Não se deve deixar de descer à cripta, onde está o túmulo de São Francisco. Em contraste com o ambiente da basílica, o santo repousa em um local muito simples e despojado, que evoca paz e convida à meditação. Site: Basilica

Piazza del Comune

Rodeada de belos edifícios, é um perfeito exemplo de praça medieval. Porém sua história é bem anterior à Idade Média, como atesta o Tempio di Minerva, que não foi posto abaixo, como aconteceu com muitos outros belos templos romanos pagãos durante a ascensão do cristianismo. Embora seu interior tenha sido transformado em uma pequena igreja, hoje em estilo barroco, a fachada foi preservada. Na praça estão também o Palazzo del Capitano del Popolo e o Palazzo dei Priori, construções muito antigas, e uma bela fonte do século XVIII.

Rocca Maggiore

Da antiga e imensa fortaleza que protegia a cidade não sobrou muita coisa… Mas subir até a Rocca Maggiore é um belo passeio através de Assis e, do alto do rochedo, a vista dos campos da Umbria é inesquecível. É preciso ter fôlego para encarar a escadaria, mas vale a pena!

Basilica di Santa Chiara

A história de Santa Clara é indissociável daquela de São Francisco. Fundadora da ordem das clarissas, a jovem Clara, seguindo o exemplo de Francisco, tornou-se monja, contra a vontade de sua rica e nobre família, abandonando todos os confortos, prazeres e posses da vida mundana. Uma bela igreja gótica de uma só nave, escorada por arcobotantes, erguida na segunda metade do século XIII, abriga o corpo da santa. Dentro da basílica está a Cappella del Crocifisso, que guarda a cruz milagrosa que teria falado a Francisco. Do pátio em frente, a vista da região em torno da cidade é excelente.

Duomo di San Rufino

San Rufino, que viveu séculos antes de São Francisco, é o outro grande santo de Assis. A bonita catedral a ele dedicada, em estilo românico, data de 1140. Reformas ocorridas posteriormente alteraram o edifício original. Apenas o campanário conservou sua arquitetura primitiva.

Via San Francesco

Nessa típica rua medieval ficam o Oratorio dei Pellegrini, decorado com afrescos do século XV, e a Pinacoteca Comunale, que abriga uma coleção de pinturas da Idade Média. Passeando pela Via San Francesco, você encontrará aqui e ali velhas paredes, restos de afrescos, sinais de reformas, janelas que foram abertas nas paredes, portais que foram fechados e mil outros detalhes interessantes.

Santa Maria degli Angeli

Piazza Porziuncula. Essa enorme igreja cuja construção, iniciada em 1569, durou mais de cem anos, é uma das maiores do mundo. Ela foi erguida para abrigar duas capelas preexistentes: a Porziuncula, que foi sede das pregações e da criação da ordem dos frades menores por São Francisco, e a Cappella del Transito, onde o santo morreu.

Piazza del Vescovado

A praça tem esse nome por ter sido sede do bispado de Assis. Nela estão antigos edifícios e a igreja de Santa Maria Maggiore, que foi catedral da cidade até o século XII.

Arredores de Assis

San Damiano

A 1,5 km da cidade, é uma igreja muito antiga, onde consta que São Francisco ouviu o crucifixo chamá-lo, despertando sua vocação. O lugar foi frequentado também por Santa Clara, que morou no convento adjacente.

Spello

A 12 km ao sul de Assis pela S75. Cidadezinha conhecida pelos afrescos de Pinturicchio, do século XVI, na Cappella Baglioni da igreja de Santa Maria Maggiore. Site: Spello 

Montefalco

A 16 km a sudeste de Assis pela S3 até Foligno e depois pela estrada vicinal. Aldeia medieval situada no topo de uma colina. Seu nome, que significa “Monte do Falcão”, teria sido atribuído à cidade por Federico II, apaixonado por falcoaria. A Torre Comunale oferece uma belíssima vista dos arredores. O pequeno burgo, composto por ruelas estreitas de traçado medieval, possui construções dessa época. Os destaques ficam por conta das igrejas, sobretudo a de San Francesco, transformada em um Museo Civico que conserva afrescos da Idade Média. Site: Montefalco

Eventos

Festa do Calendimaggio, o grande evento medieval de Assis

A Itália em imagens

Uma verdadeira viagem fotográfica por cada região da Itália, com dezenas de imagens separadas por destinos

Maquina fotografica

Centro da Itália em Imagens

Sul da Itália em imagens

                                      Norte da Itália em imagens