Salar de Uyuni

Salar de Uyuni: paisagens extraordinárias

Quando você visita o salar, a primeira impressão é de estar sobre um campo nevado, de brancura ímpar. Mas o sal é mais brilhante que a neve, refletindo o sol como um espelho. É emocionante rodar de jipe sobre o salar, algo particularmente inesquecível em noites de lua cheia. Uma curiosidade é a ilha El Pescado, ocupada por rochas e cactos, que dá realmente a impressão de ser uma ilha, embora não esteja na água e sim sobre sal. Só vendo para crer.

Como ir

É quase obrigatório pegar uma excursão na cidadezinha de Uyuni, em La Paz ou em San Pedro do Atacama no Chile. Você pode contratar uma excursão também por uma operadora brasileira.

Mapa do Salar de Uyuni

Onde se hospedar em Uyuni

Escolha e reserve seu hotel em Uyuni

Melhor época

O Salar de Uyuni no verão (época de chuvas) e no inverno

No verão, época chuvosa, várias áreas do salar alagam, com camadas de até 30cm de água. Veículos podem atolar e há buracos capazes de engolir um carro (ou um turista desavisado).
A excursão até o salar (incluindo a Laguna Verde, a Laguna Colorada e outras lindas lagoas nas redondezas) pode ser contratada em Laz Paz, em Potosí, em San Pedro do Atacama (Chile) ou mesmo em Uyuni. As temperaturas à noite, mesmo no verão são muito frias. No inverno caem para muitos graus abaixo de zero.
Relativamente perto de Uyuni, a sudeste de Oruro, pode ser visitado outro salar menor: o de Coipasa.

Vídeo sobre o Salar de Uyuni

A cidadezinha de Uyuni

Uyuni é uma cidadezinha do Altiplano cuja população é composta majoritariamente por índios. É um desses lugares do “fim do mundo”, de aspecto desolado. Fora um cemitério de trens abandonados enferrujando sob a ação do tempo, a cidade não tem nada. Perto dali, porém, fica o espetacular Salar de Uyuni, um lago de 12 mil km² coberto de sal que, em época remotas, fazia parte de um grande mar interior, que se estendia até o Titicaca, na fronteira com o Peru.