Paraty

Uma cidade colonial litorânea bem preservada

Paraty é uma cidade parda no tempo. Imagine você voltar ao século do ouro das Minas Gerais, das capitânias hereditárias, o porto e seus piratas, dos barões, baronesas, condes e condessas, onde o mais importante era saber notícias da corte além mar que dirigia os destinos do gentio da terra….

Depois você passa pelo ciclo da cultura do café e da cana, tudo isto sem prescindir do conforto e das facilidades dos nossos tempos. Isto é possível em Paraty. Até o seu nome tem história: Paratii, em tupi significa “peixe de rio” ou “viveiro de peixes”, nome que os índios guaianás davam ao local onde hoje se situa a cidade. Os paratis (peixe de família das tainhas – Mugil Brasiliensis) vêm durante o inverno desovar e procriar nos rios que desembocam na baía de Paratii e depois voltam ao mar.

Mapa de Paraty

Parati, Paratii ou Paraty? A origem do nome da cidade

Originalmente, o nome era grafado com dois “i”: Paratii. No século XVIII, aparece a grafia Paraty, com “y”, que foi mantida até 1943, quando a Convenção Ortográfica Brasil-Portugal suprimiu o Y do alfabeto português. A nova grafia não foi aceita pela comunidade paratiense, que, “aferrada às suas caras tradições continuava a escrever Paraty”.

Em 1972 tentaram através de um projeto de lei fazer com que o nome de cidades históricas fosse escrito como era grafado na sua fundação, ou antes, da Convenção Ortográfica. Este projeto foi rejeitado pelo temor de que a imposição da grafia do nome não agradasse às cidades históricas. Em Paraty no entanto, a comunidade paratiense, através de seus Órgãos Públicos e entidades locais, passou a utilizar papéis timbrados com a grafia PARATY e vem insistindo para que todos passem a utilizar a antiga forma ortográfica. (fonte – Departamento de Comunicação e Marketing da Secretaria de Turismo e Cultura de Paraty). História pura.

Texto de Plínio Andrade

Vídeo de turismo sobre Paraty

Como ir?

De ônibus

Do Rio de Janeiro – Várias partidas diárias da Rodoviária Novo Rio. Tempo de viagem de aproximadamente 3h40 h.
Consulte preços e horários: Viação Costa Verde |  Útil

De São Paulo – Várias partidas diárias da da Rodoviária Tietê. Tempo de viagem de aproximadamente 6 hs.
Consulte preços e horários:   Viação Reunidas Paulista |  Viação Litorânea

Onde se hospedar em Paraty

Nem sempre é fácil encontrar onde se hospedar em Paraty, principalmente durante a alta temporada. Reservar pode ser uma boa ideia.
Escolha e reserve seu hotel ou pousada em Paraty.

Como circular

Há ônibus de Paraty para as praias mais procuradas. Informe-se sobre horários e tenha-os consigo para facilitar seus deslocamentos.

De carro

O melhor caminho, seja do Rio seja de São Paulo é a Rio-Santos. Quem vir do planalto terá, de qualquer modo, que descer a serra e pegar um trecho da Rio Santos. A Rodovia Oswaldo Cruz liga a Rio Santos na saída de Ubatuba, à Dutra, na altura de Taubaté; a Rodovia Oswaldo Cruz liga Caraguatatuba, na Rio-Santos à Dutra na altura de São José dos Campos.

Várias partidas diárias da Rodoviária Novo Rio. tempo de viagem de aproximadamente 6 hs.

Atrações turísticas

Perambular pela cidade – A principal atração turística em Paraty é a própria cidade, com seu casario antigo, os cheiros, a atmosfera, é um verdadeiro festival sensitivo onde o que manda mesmo é o espírito e a evocação de outra época. Paraty oferece aos seus visitantes muita história, vista e sentida nos casarões antigos, nos prédios históricos, no seu calçamento do séc. XVI / XVII (pé-de-moleque) que impedia os escravos de correrem para fugir (assim conta a lenda). Quando você estiver em uma de suas ruas no Centro Histórico, tente enxergar o fim da rua… Suas ruas foram traçadas do nascente para o poente e do norte para o sul, com um desenho curvo e estratégico que tanto defenderia a cidade do ataque dos piratas como também dos ventos encanados que, acreditava-se, trariam doenças. Andar pelo centro Histórico de Paraty equivale a uma verdadeira viagem na História. A Maçonaria se fez muito forte e presente em Paraty, deixando “lembranças” de sua passagem pela cidade.

Uma evidência bastante visível desta presença encontra-se em algumas das construções de Paraty: são os três pilares (cunhais) de pedra lavrada, encontrados em algumas esquinas, que, segundo diz o povo, foram colocados para formar o triângulo maçônico.

Igrejas – Como toda cidade de origem portuguesa, Paraty tem muitas Igrejas e originou-se em torno de uma delas, que com certeza, era a Igreja de N. Sra. Dos Remédios. Outras igrejas históricas importantes são a Igreja do Rosário, a de São Benedito e a Igreja de Nossa Senhora das Dores, que está na Rua da Fresca, bem de frente para o mar. Em Paraty Mirim, que fica próxima de Paraty, e vale a pena ser visitada tanto por terra quanto pelo mar, fica a Capela de Nossa Senhora da Conceição.

Há outras menores que ficam “escondidas” pela cidade e na estrada Paraty – Cunha. Paraty tem mais do que história para mostrar: trilhas interessantes para os que gostam de caminhadas, cachoeiras espalhadas pelas proximidades e principalmente, passeios de escuna e barcos fretados no cais da cidade. As escunas têm trajetos pré-determinados e levam até quarenta pessoas de cada vez.

Informações práticas

Hospedagem

Paraty tem um parque hoteleiro de dar inveja a qualquer cidade grande. Contabilizam-se mais de 250 pousadas para todos os bolsos, desde o mochileiro ao casal em lua de mel buscando requinte e conforto totais. Em matéria de restaurantes também Paraty nada deixa a desejar, havendo restaurantes para todos os gostos e bolsos desde a tradicional peixada até a cozinha tailandesa, passando pela italiana com muito bom gosto e qualidade. A noite em Paraty tem opções diversas. Caminhadas românticas à luz dos casarões históricos, permanecer no lobby de algumas pousadas que nos remetem aos tempos coloniais, restaurantes que oferecem MPB ao vivo etc…, mas uma das melhores é ouvir MPB ou Jazz ao vivo no Café Paraty, que fica no centro histórico, na esquina das ruas da Lapa e Do Comércio.

Reserve sempre com antecedência

É conveniente entrar em contato com a pousada de sua preferência antes de sair de casa para ir até Paraty. Durante o ano todo o turismo é muito intenso e corre-se o risco de ficar sem pousada ou em uma pousada que não agrade. As pousadas que ficam fora do Centro Histórico têm preços mais convidativos.

Escolha e reserve seu hotel ou pousada em Paraty

Onde comer em Paraty

A cidade tem todo tipo de restaurantes, desde os mais simples (por quilo) aos mais sofisticados. Recomendamos que antes de se decidirem por um deles, façam uma pesquisa de preços. Um bom local para uma boa refeição é o Galeria do Engenho, na Rua da Lapa. O atendimento é muito bom, sua cozinha é excelente e os preços são honestos. Recomendamos o filé de peixe a belle mouniere ou o camarão ao catupyri. As lulas também são excelentes. Quem estiver com vontade de comer uma boa comida italiana, deve ir ao Punto Divino experimentar suas massas. Recomendamos o penne a quatro queijos ou a la rabiatta para os que gostam de temperos fortes.

Dica: Se você está em Paraty, é muito fácil conhecer a linda cidade colonial de Ilha Grande, algumas dezenas de quilômetros ao sul pela estrada Rio-Santos.

 Veja fotos e informações sobre os principais destinos na Rio-Santos

Santos |Guarujá | Bertioga | São Sebastião | Ilhabela | Caraguatatuba | Ubatuba
Trindade |  Angra dos Reis |  Ilha Grande | Rio de Janeiro