Dinheiro em viagem ao Chile
Pesos chilenos - foto: Manuel Alarcón (CC BY-NC-ND 2.0)
Pesos chilenos – foto: Manuel Alarcón (CC BY-NC-ND 2.0)

Sumário do guia GTB Chile • Índice do guia GTB Chile

Dinheiro em viagem ao Chile: dicas

Reais podem ser trocados em qualquer casa de câmbio em Santiago, mas o ideal é viajar com dólares ou pesos, que podem ser comprados no Brasil em bancos e em algumas casas de câmbio. Em regiões afastadas, dólares bons, mas com a mais insignificante rasura, marca de caneta ou carimbo, correntemente aceitos nos EUA e na Europa, podem ser recusados. Inútil levar notas que não estejam em perfeito estado. Porém, se tiver notas assim tente trocá-las em um banco ou em aeroportos, onde são mais facilmente aceitas.

O ideal é diversificar

ter dinheiro vivo, mas levar também cartão de crédito internacional e uma quantia em cartão de viagem (tipo Travel Money) como reserva de segurança. Cheques de viagem estão cada vez mais fora de moda, superados pelo dinheiro de plástico, os cartões.

Cartões de crédito internacional

Cartões de crédito são aceitos em quase todo lugar nas localidades turísticas chilenas: hotéis, bons restaurantes e lojas. Lembre-se de conferir a validade do seu cartão e de renová-lo, se for o caso, antes de viajar. Verifique sempre se o cartão que estão lhe devolvendo é o seu e dê uma olhada na conta antes de assiná-la – nem sempre lhe será pedida a senha. Saiba também que em lugares afastados, longe dos grandes centros, o melhor é ter consigo pesos chilenos. Cartões de crédito podem não ser aceitos.

Câmbio nos aeroportos

Troque na fronteira ou no aeroporto apenas o suficiente para o táxi e para as despesas mais imediatas, pois a taxa de câmbio não é boa. Mais tarde você terá tempo de pesquisar as melhores taxas. Procure pegar algumas notas de menor valor e moedas. Serão sempre úteis no táxi e ônibus.

Dinheiro cash

Cash, ou dinheiro vivo, pode ser de muita utilidade para pequenas compras. Utilize a bolsinha de barriga, tipo canguru, para ser utilizada sob a roupa para transportar somas maiores e conserve na carteira o equivalente a uns cinquenta dólares americanos para despesas do dia a dia, pagar um lanche, etc. No interior do país, não é em todo lugar que se aceitam cartões.

Na volta ao Brasil

Procure “destrocar” no aeroporto chileno os pesos que sobrarem. Evite, porém, trocar valores elevados nos seus últimos dias de sua viagem. Quanto mais você troca e destroca moedas, mais perde. Se tem intenção de ir novamente ao Chile guarde o trocado que sobrou para ser utilizado na próxima viagem.

O peso chileno

A moeda do Chile é estável, mas cheia de zeros… Um dólar vale centenas de pesos! Não se engane, julgando-se milionário: um jantar em um bom restaurante pode custar alguns milhares de pesos. Fique atento, pois o valor nominal elevado acaba confundindo o viajante brasileiro na hora de fazer pagamentos.

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde se hospedar no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar