Londres: dicas de segurança
Portobello Road, Londres, Foto Cristiano Betta CCBY
Londres: dicas de segurança, Foto Cristiano Betta CCBY

Londres:

Por Lúcio Martins Rodrigues

A criminalidade existe, mas não como no Brasil

O brasileiro, acostumado com a insegurança de nossas grandes cidades, têm a tendência em achar que na Europa a criminalidade não existe.  Existe sim, mas não é como no Brasil. Para começar, a violência é muito menor e não ocorrem arrastões, os estupros são raríssimos, e ninguém passa por horrores como os sequestros relâmpagos ou latrocínios (roubo seguido de morte), como é comum no Brasil quando, mesmo que você entregue sua carteira, ainda recebe um tiro.

Mapa de Londres

Como são os delinquentes londrinos?

O delinquente que o turista vai lidar quando for a Londres não se parece em nada com seus colegas brasileiros, geralmente mal encarados, e com caras de drogados. Seus equivalentes londrinos são extremamente sofisticados, bem vestidos, hábeis. Felizmente, em geral, não violentos. Metade das vezes, aliás, o personagem não é aquele imigrante vindo de países pobres, como muitos de nossos turistas imaginam.

O golpe da bolsa quando o metrô vai fechar as portas

Esse golpe é mais praticados por elementos de comunidades marginalizadas. Nos horários, de point, quando a porta do metrô vai fechar, alguém arranca sua bolsa, segundos antes da porta do vagão fechar. São habilidosos, vamos reconhecer. Portanto, conselho um: proteja sua bolsa ao entrar no metrô.

Os batedores de carteira

São muito frequentemente brancos e bem vestidos. Nem sempre são homens. Podem também ser moças elegantes, bonitas, com roupas finas. Agem em Londres, em Paris e outas cidades europeias. Nem Sherlock Holmes desconfiaria delas. Essas lindas malandrinhas são frequentemente oriundas da Europa de Leste. Agem em dupla. Um seduz a vítima, homem, normalmente, com um olhar sedutor, um sorriso. O galã, seu alvo, em pleno estado de graça, não presta atenção em mais nada, enquanto a comparsa da sedutora age. Os locais onde você deve ter um especial cuidado com batedores de carteira são os ônibus e metrôs nos horários de pico, pubs lotados, mercados (sobretudo o de Portobello Road, o mais entupido de gente) e todos os tipos de aglomeração.

Boa noite, Cinderela

Há beldades que agem em bares ou pubs. Depois de uma troca de olhares e sorrisos, ela estará na sua mesa. Quem sabe você vocês irão parar em algum hotezinho. Você tomará un drink com ela e misteriosamente, em minutos, apagará. No dia seguinte você descobrirá que seu cartão de crédito e seu passaporte (que tem muito valor no mercado negro), desapareceram. Esse golpe, comumente chamado no Brasil de “boa noite Cinderela“, também existe em Londres e outras cidades da Europa. Na maioria das vezes, a vítima, envergonhada, não dá queixa. Fica, portanto, difícil saber a extensão do problema. O melhor é, turistas, homens e mulheres não se deixarem arrastar tão facilmente para esse tipo de armadinha.  Mulheres particularmente, não devem  aceitar convite para jantar em um apartamento em periferia suspeita, se mal conhecem o sujeito. Pode ser também (outro tipo de golpe), com uma dezena de “bonitões” esperando por você ao chegar ao tal apartamento. E nem adianta muito dar parte na polícia, pois você foi ao local de livre e espontânea vontade.

O terrorismo

Esse é um problema recente e que não ameaça muito o turista. Será muito azar estar na hora errada no local errado. Por isso, é muito mais seguro você estar em Londres do que em qualquer cidade brasileira. No Brasil cerca de 60 mil pessoas são assassinadas anualmente, ou seja, 30 mortes para cada 100 mil pessoas!. Quantos turistas até hoje morreram em atentados na capital inglesa? Resumindo: seja coerente, se tem medo de tomar um avião para Londres, com medo de morrer em um atentado terrorista, não saia na rua à noite em qualquer grande capital brasileira! De qualquer forma, temos algumas sugestões que podem ajudar: evite aglomerações, shows lotados e utilizar o transporte público, o metrô principalmente, em horário de pico. É onde há mais chances de ocorrer um ataque terrorista, onde um terrorista pode matar mais pessoas, o objetivo dele. Se você estiver simplesmente passeando junto do Tâmisa com sua esposa (o) ou namorado (a), nenhum terrorista que se preze vai desperdiçar com vocês uma bomba duramente confeccionada com a ajuda de Allah.

Dicas gerais de segurança

  • Evite estações de metrô vazias em horários tardios, principalmente em subúrbios afastados. Sabe lá que tipo de skinheads você pode se deparar. Alguns, neo-nazistas não gostam de negros, gays, mestiços, e são extremamente agressivos.
  • Tenha consigo os telefones de emergência: 999 ou 112. Os dois caem na mesma central.  Importante: esses números só devem ser usados em reais emergências, como acidentes com vítimas, quando alguém precisar de uma ambulância, em casos de incêndios etc.
  • Não coloque sua carteira, passaporte ou cartões de crédito na bolsa de mão. Em lugares lotados ela pode ser facilmente cortada com um navalha. O bolso de trás de jeans também são um convite ao roubo. Um truque é, ainda no Brasil, colocar um velcro nele (mandei instalar velcro em todos os meus jeans de viagem!). A carteira e seu passaporte estarão, aliás, mais seguros nos bolsos internos de casacos e blusões que, sempre devem também ser fechados com zípper ou velcro. Se não tiverem ziper, botão e nem velcro, mande instalar numa costureira. É super simples e barato. Esse cuidado é também útil quando você tira seu casaco ou blusão no metro e pendura-os dobrados no braço. É quando sua carteira ou documentos podem cair, sem você perceber.
  • Evite táxis clandestinos. Isso acontece principalmente nos aeroportos, onde você pode ser abordado por indivíduos que lhe oferecem uma corrida até o centro de Londres por preços bem mais em conta do que os praticados por taxistas. Essa recomendação val principalmente para mulheres sozinhas.
  • Se tem objetos de valor e está hospedado em um hotel barato de periferia, tranque tudo dentro de sua mala e passe a chave.
  • Cuidado com cartões de crédito. Ao pagar uma conta com cartão de crédito, confira se o cartão que estão lhe devolvendo é de fato o seu.
  • Tenha um cuidado especial com dinheiro cash. Nunca coloque somas elevadas na carteira. Se precisar transportar consigo valores mais elevados prefira utilize a famosa “bolsa cangurú”, de cintura usada por baixo da roupa. Você pode mandar confeccioná-la ou compra-la pronta em lojas que vendem malas e bagagens.  
  • Ser perder ou roubarem seu cartão de crédito ligue para sua operadora e comunique a perda imediatamente. O ideal é anotar o telefone da operadora, o número do cartão e sua validade. Melhor ainda: tire uma fotocópia do mesmo. Faça também um boletim de ocorrência em uma delegacia.
  • Passaportes roubados, utilizados por terroristas e traficantes, têm alto valor de mercado. Os brasileiros principalmente. Explica-se: qualquer pessoa pode se fazer passar por brasileiro, seja branco, loiro, negro, mulato, tenha ou não cara de árabe, ou olhos puxados. Se o seu passaporte for roubado faça boletim de ocorrência em uma delegacia e avise o consulado brasileiro imediatamente (tenha sempre o número na sua carteira!). É mais provável que lhe forneçam um novo mais rapidamente se você tiver consigo seu RG CIC, carteira profissional ou carteira de habilitação. Esses documentos, devem, de preferência, ser trancados dentro de sua mala, no hotel. Não é preciso leva-los passear quando sair do hotel. Mas, pode ser recomdável ter consigo xérox de seu passaporte, com seus dados e sua foto, bem como xérox de seus outros documentos brasileiros. Os hotéis melhores, aliás, possuem cofre com código. Muitas vezes o consulado não lhe dará um novo passaporte, mas apenas um laissez-passer (um documento consular que lhe permitirá voltar ao Brasil).
  •  Ao trocar dinheiro, confira discretamente o valor recebido dentro do banco ou da casa de câmbio. Nunca saia à rua contando dinheiro.
  • Os turistas são as principais vítimas de ladrões. Por isso mesmo seja discreto ao se vestir (deixe aquela camiseta “I Love London” para usar no Brasil…). Se não estiver fotografando guarde sua máquina fotográfica no bolso do blusão.
  • Ao deixar o hotel para passear por Londres, tenha consigo um cartão do estabelecimento, mapas da cidade e do metrô. Decore ao nome da estação mais próxima ou anote-a no verso do cartão do hotel. Se estiver viajando com seus filhos deixe com eles também um cartão do hotel e, ser forem adolescentes, os mapas que mencionei. Crianças devem ser orientadas, caso se percam, a pedir ajuda a um policial ou a uma senhora.

Saiba mais sobre Londres

História, dicas e informações sobre Londres

Veja mais sobre transportes em Londres

Informações sobre transporte em Londres

Onde se hospedar

Escolha e reserve seu hotel em Londres

Como ir a Londres

Veja preços de passagens aéreas e pacotes para Londres