Cuba

Carro antigo em Havana
Carro antigo em Havana, uma cena comum

Sobre Cuba

O país é, digamos assim, uma relíquia ideológica: continua comunista quando nem a União Soviética existe mais. Mas seu comunismo é tropical e latino e o governo tem tolerado atividades particulares, o que gera uma economia informal em grande parte alimentada pelos dólares dos turistas. Os hotéis são todos do governo e devem ser reservados no Brasil. De qualquer modo, chegando lá, é possível alugar uma casa e pagar pouco pela hospedagem. (Além de ser um bom meio de conhecer melhor o povo cubano e saber o que eles pensam do regime.)
Em alguns lugares ainda se pode cruzar com faixas com slogans, lembrando que la Revolución ainda está presente. Os cubanos sorriem enquanto turistas tiram fotos.

Não é nenhum segredo: Cuba é hoje o país do semiclandestino. Todo mundo que tem um velho carro é um pouco motorista de táxi, todo mundo é meio dono de pensão, sempre disposto a alugar sua própria casa a estrangeiros, existem restaurantes que são particulares (os paladares), e assim se vai levando…

O país, que sofre com o bloqueio comercial norte-americano (uma estupidez contra o povo cubano e um ótimo argumento para a ditadura de Fidel justificar seus fracassos!) tem diversos encantos para o turista, sobretudo cidades coloniais e belas praias. De quando em quando, porém, o governo cubano apronta alguma que deixa muita gente sem vontade de ir para lá, como o recente fuzilamento de dissidentes. É uma pena, pois o país é lindo e os cubanos, gentis.

Transportes

Como ir

Há vôos diretos do Brasil para para Cuba, pela companhia Cubana de Aviación. Outras opções para ir a Cuba de avião são a companhia panamenha COPA (com escala na Cidade do Panamá) ou uma conexão na Cidade do México.

Veja passagens aéreas e pacotes

Como circular

Circular por Cuba pode ser um grande problema. Os transportes estão sempre lotados, é complicado conseguir uma passagem, seja de ônibus, seja de trem. Se você pretende visitar Santiago de Cuba, por exemplo, reserve o avião aqui do Brasil.

Avião

Há vôos da Cubana de Aviación entre Havana e Santiago de Cuba por US$ 105.00, ida e volta. Reserve do Brasil.
(Atenção: esses preços são meras referências e estão sujeitos a variações)

Trem

Em Cuba, é complicado conseguir uma passagem e a reserva geralmente deve ser feita com grande antecedência.

Carro

Embora não existam auto-estradas, pelo menos nos roteiros turísticos, as estradas são asfaltadas. De Havana há estradas para o resto do país. Em Cuba, o carro é melhor do que o ônibus ou o trem, mas sai mais caro e só vale a pena em um pequeno grupo. Além disso, a reserva deve ser feita com o máximo de antecedência. Também é possível contratar qualquer pessoa que tenha um carro, menos talvez o próprio Fidel! Pode ser mais barato e interessante, pois o motorista servirá também de guia. O veículo provavelmente será um antigo automóvel americano, mas será divertido viajar num bel-air 56… se os freios estiverem funcionando! Já existem muitos táxis legalizados, mas se você pegar um clandestino, o dono do carro lhe dirá como se comportar caso sejam parados pelas autoridades. Você não corre risco algum; ele, talvez sim. Mas isso é absolutamente comum por lá.

Ônibus

Esqueça os ônibus locais; as reservas devem ser feitas com muita antecedência. Opte por traslados em ônibus ou vans próprios para turistas, se possível reservados aqui no Brasil. O transporte é o grande problema na ilha.

A melhor época

Em Cuba faz bastante calor o ano inteiro; não há nenhuma diferença expressiva de temperatura entre as estações. Para você ter uma idéia, no auge do inverno, no mês de janeiro, a temperatura mínima (que ocorre de madrugada) é de 18º! Mas não esqueça: de agosto a outubro, podem ocorrer tufões.

HAVANA – temperaturas médias
Primavera (abril): mínima 21ºC / máxima 29º
Verão (julho): mínima 24ºC / máxima 32ºC
Outono (outubro): mínima 23ºC / máxima 29ºC
Inverno (janeiro): mínima 18Cº / máxima 26ºC

Dicas

– Seja você homem ou mulher, não se espante com o assédio amoroso em Cuba: é o esporte nacional. Tenha você a cara que tiver, dirão que é lindo ou linda… o que, é óbvio, faz bem para o ego! Há, é claro, a curiosidade natural pelos estrangeiros, mas eventualmente também pode haver algum outro interesse. Não esqueça de que lá seus dólares valem muito. As chamadas gineteras são moças, às vezes de excelente padrão cultural e com profissão definida, que saem com turistas estrangeiros para poder freqüentar um lugar ou fazer um programa que jamais poderiam pagar com seu próprio salário. Há também rapazes que vêem nas turistas a possibilidade de um meio legal de sair do país. De qualquer forma, os cubanos são simpáticos e Cuba é um lugar onde é fácil fazer amizades.

– Produtos cubanos (inclusive charutos) são proibidos nos Estados Unidos. Se você fizer uma viagem do tipo: Havana – Cidade do México – Miami, lembre-se disso. Trazer charutos para o Brasil em grande quantidade também pode gerar problemas com a alfândega brasileira.

– Os hotéis, todos do governo, têm preços tabelados. Você reserva do Brasil e paga em torno de US$ 60,00 a diária. A maioria das agências vende pacotes que incluem o traslado e algum passeio. Também há a possibilidade de reservar hotel por duas noites (mesmo que vá ficar dez dias) enquanto encontra uma casa para alugar, se estiver disposto a ter mais contato com a população local. Antes isso era feito meio “por baixo do pano”, hoje até pela internet encontram-se quartos para alugar por preços baixos e, o que é melhor, com autorização do governo.

Sites de turismo sobre Cuba

Cuba – Portal cubano com assuntos variados. Clicar em turismo. Links para outros sites sobre a ilha.

Cubana de Aviación – Companhia aérea cubana. Voos do Brasil para Cuba e voos internos.

Copa – Companhia aérea panamenha. Voos do Brasil para Cuba via Panamá.

Links afins