Austrália
Gold Coast, Austrália
Gold Coast, Australia

 Sobre a Austrália

Se você perguntar a um australiano se a Austrália é uma ilha ou um continente, ele talvez não saiba responder. Cercada de água por todos os lados, é grande demais para ser uma ilha; apenas um pouco menor do que o Brasil. A população australiana é escassa em proporção ao tamanho do país.

É um estranho país a Austrália, com quase toda a população e as cidades concentradas no litoral, como se dessem as costas àquilo que chamam de “Outback”, o sertão, imenso vazio ocupado por aborígenes, cangurus e dingos, os cães selvagens.

A Austrália tem um lado meio norte-americano: edifícios modernos, praias subtropicais no estilo de Miami, surfistas… Ao mesmo tempo, tem vários aspectos que se parecem mais com o estilo de vida inglês: os pubs, a vida cultural e um certo tradicionalismo, visível sobretudo em Melbourne e Adelaide. Mas, acima de tudo, os australianos são absolutamente australianos!

Como ir

É uma longa viagem: são 24 horas de voo, fora algum eventual chá de aeroporto. A melhor opção é a LAN, com escala em Santiago do Chile. Também é possível chegar a Austrália pela South African e pelas Aerolíneas argentinas. O aeroporto de chegada é Sydney.

Compare preços de passagens aéreas e faça sua reserva

Onde se hospedar na Austrália

Escolha e reserve seu hotel em Adelaide

Escolha e reserve seu hotel em Alice Springs

Escolha e reserve seu hotel em Melbourne

Escolha e reserve seu hotel em Sydney

Transportes internos

Avião

A Austrália é enorme e com imensos vazios populacionais; a melhor maneira de cruzar o país de uma costa para a outra é mesmo de avião. É inútil viajar dias e dias sem nada de muito interessante para ver, a não ser areia, deserto, cangurus e cães selvagens perseguindo coelhos…

A Qantas e diversas pequenas subsidiárias da Ansett Austrália efetuam vôos domésticos: a Regional Express,  e a Skywest .
Passes: O Qantas Boomerang Pass é um sistema de cupons para vôos domésticos na Austrália e de lá para Auckland, na Nova Zelândia. Os cupons são vendidos na quantidade mínima de dois e seus preços variam de acordo com os destinos escolhidos.

Trem

A rede ferroviária australiana liga as principais cidades, mas os trens, às vezes um tanto lentos, são caros, e as distâncias, intermináveis. O famoso Ghan sai de Adelaide e vai até Alice Springs: são 1.560 km através do deserto australiano, uma viagem que demora 21h. É um trem comum, sem luxo.
Há inúmeros tipos de passes ferroviários; alguns são válidos apenas para uma região, outros dão direito a um certo número de viagens num período de até seis meses. O mais comum é o Austrailpass, para viagens na classe de econômica, de uso ilimitado em toda a rede ferroviária (inclusive sistemas metropolitanos) durante 14, 21 ou 30 dias consecutivos.
No site oficial das ferrovias australianas Rail Australia, você encontrará todo tipo de informação sobre os passes, um mapa com as linhas, os preços das passagens e o tempo de viagem até cada cidade.Site:

Carro

Com exceção do extremo norte do país e em algumas áreas do deserto australiano, as estradas são boas. Em regiões semidesérticas, em algumas épocas do ano, podem ocorrer excepcionalmente chuvas torrenciais, que fazem os rios transbordarem, prejudicando o tráfego. A infra-estrutura nessas regiões é precária.
Quando se está viajando num pequeno grupo e se tem bastante tempo pela frente, pode ser uma boa opção alugar ou (para quem vai ficar mais tempo na Austrália), comprar um carro, sobretudo na região mais povoada do leste e do sul da Austrália.

Percorrer a Austrália de carro pode ser uma boa aventura. Mas, embrenhar-se de carro pelo deserto australiano não é uma boa idéia. Você viaja horas sem cruzar com nada, há dificuldade de abastecimento, não existem quase restaurantes. Outra coisa: a mão de direção é à esquerda: você deve estar preparado para isso.
No deserto australiano circulam também verdadeiros “trens rodoviários” formados por diversas carretas, de difícil ultrapassagem. Se você cruzar com um, saia da frente!

Ônibus Na Austrália, os ônibus são um meio de transporte interessante para quem vai visitar as cidades do leste e do sul do país, parando aqui e ali, mas são desaconselháveis para longas distâncias, como ir de uma costa a outra. A companhia de ônibus Greyhound Pioneer Australia, que percorre todo o país, tem um sistema de passes.
No site da companhia Greyhound Australia, você encontrará todo tipo de informação (em inglês) sobre destinos, preços das passagens e tempo de viagem até cada cidade. Consulte também o site Buslines.

Hospedagem

Quem chega a Austrália desembarca em Sydney, a primeira cidade australiana onde você precisa encontrar um hotel. Sidney tem  diferentes opções de bairros onde é gostoso se hospedar. Depende um pocuo do ue você está buscando. Kings Cross é perfeito pra quem buscar agito. Muita gente prefere as praias, como Coogge Beach, Manly ou Bondi.

A melhor época

A Austrália é cortada bem no meio pelo Trópico de Capricórnio (que no Brasil passa ligeiramente ao norte de São Paulo).
O verão na Austrália é bom para ir à praia em todo o sul, onde nunca chove excessivamente. Já no noroeste, norte e nordeste do país, o calor pode incomodar, e de dezembro a março é a época de chuvas. Chover muito mesmo, só na região tropical nas proximidades de Darwin, ao norte do país. Não há na Austrália chuvas nem frio excessivos que atrapalhem a viagem mesmo no inverno. Ao sul de Sydney, no inverno faz um frio suportável. Apenas na pequena e bela Ilha da Tasmânia, bem ao sul e nas montanhas, onde as paisagens lembram as regiões alpinas européias, é que há neve e temperaturas muito baixas.

SYDNEY – temperaturas médias
Outono (abril): mínima 15ºC / máxima 22º
Inverno (julho): mínima 8ºC / máxima 16ºC
Primavera (outubro): mínima 13ºC / máxima 22ºC
Verão (janeiro): mínima 18ºC / máxima 26ºC

MELBOURNE – temperaturas médias
Outono (abril): mínima 11ºC / máxima 20º
Inverno (julho): mínima 6ºC / máxima 13ºC
Primavera (outubro): mínima 10ºC / máxima 19ºC
Verão (janeiro): mínima 14ºC / máxima 26ºC

Dicas

– Se for percorrer o deserto, pense em levar galões sobressalentes de água e eventualmente de gasolina. Informe-se no escritório de turismo sobre as dificuldades de abastecimento.
– Os australianos costumam chamar bares comuns de “hotéis”. Se for pedir uma informação, especifique o que você quer para não ir parar num pub com suas malas.
– A Australian Tourist Comission em São Paulo (tel. 11 3849-6281) pode ajudar no planejamento de sua viagem.
– Come-se bem na Austrália sem gastar demais, e há todo tipo de restaurante, desde fast-foods, onde se pode comer por alguns dólares, até lugares bem sofisticados. Os menus oferecem peixes, frutos do mar e diversos tipos de carnes, inclusive exóticas como de canguru e de crocodilo.
– Os aborígenes são um povo antigo com uma cultura muito particular e não gostam de ser fotografados.
– Saiba que, para os aborígenes, Ayers Rock é um lugar sagrado. Um comportamento respeitoso é recomendado.

Principais atrações

Sydney – No sudeste do país é a maior e, para muitos, a mais interessante cidade do país, com vida noturna e cultural, boas praias e belas paisagens de montanha em seus arredores.

Queensland – Entre as atrações turísticas da Austrália na região nordeste do país, fica o Estado de Queensland, com clima subtropical e belas praias procuradas por banhistas, mergulhadores e surfistas.

A capital de Queensland é a cidade de Brisbane. Na parte setentrional do estado, perto de Cairns fica a Sun Shine Cost uma ótima base para excursões à Grande Barreira de Coral, uma das mais fascinantes atrações turísticas da Austrália.

Camberra – É a capital da Austrália, embora não seja exatamente uma cidade “turística” é bastante graciosa e agradável. Nas suas proximidades há belas regiões de montanha.

Melbourne –No Estado de Vitória é mais “british” do que Sydney, mais “séria” e que conserva imóveis de arquitetura tradicional de estilo inglês. Visita obrigatória para quem tem um pouco mais de tempo para visitar a Austrália.

Adelaide – Mais no sul, de clima temperado é talvez a mais tranquila das grandes cidades da Austrália. Nas cercanias de Adelaide fica uma importante região produtora de vinhos. Hoje, vinhos produzidos na Austrália são exportados para o mundo todo. Perto de Adelaide fica uma reserva de vida animal, a Kangaroo Island.

Alice Springs-  Na região central, não há cidades importantes: a única que merece uma menção é Alice Springs, muito menor do que as do litoral, já mencionadas. A maior parte do imenso território do centro da Austrália é composto apenas imensidões desérticas e semidesérticas.

Tasmânia – No extremo sul da Austrália, de clima bem mais rio e belas paisagens de clima temperado, fica a Tasmânia, terra do mal-humorado “diabo da Tasmânia”, animal popularizado nos desenhos animados.

Sites de turismo sobre a Austrália

Australia Site oficial do governo australiano muitas páginas também em português. Informações sobre hospedagem (hotéis, bed and breakfast etc) restaurantes, transportes, tours.

Queensland Tourism – Site oficial de turismo de Queensland. Informações gerais, tours, roteiros, hospedagem (hotéis, bed and breakfast), transportes, mapa interativo. Em inglês.

Cairns – Site oficial de turismo de Cairns. Informações sobre as atrações (opções bem diferenciadas), tours, roteiros, hospedagem (hotéis, bed and breakfast), transportes. Belas fotos, Em inglês.

Our Brisbane – Site de Brisbane com muitas informações turísticas: as atrações, tours, roteiros, hospedagem (hotéis, bed and breakfast), transportes. Inglês.

Sunshine Coast Site da Sunshine Coast, com muitas informações sobre esse lindo trecho da costa australiana. Principais atrações, tours, roteiros, hospedagem (hotéis, bed and breakfast), transportes. Em inglês.

Sydney.com Site de turismo de Sydney. Boas informações sobre as atrações, hospedagem (hotéis, bed and breakfast) , atrações.

New South Wales State – Site oficial do Estado de Nova Gales do Sul, com muitas informações sobre o estado. Principais atrações, roteiros, mapas, hospedagem (hotéis, bed and breakfast), transportes. Em inglês.

Victoria State – Site oficial de turismo do Estado de Victoria. Informações gerais, tours, roteiros, hospedagem (hotéis, bed and breakfast), transportes, mapa interativo. Em inglês.

Canberra – Site oficial de turismo da cidade de Canberra. Informações bem completas sobre Canberra, tours, roteiros, hospedagem (hotéis, bed and breakfast), transportes, eventos. Em inglês.

Conheça os títulos

Nossos guias on-line oferecem gratuitamente o conteúdo total dos títulos impressos, vendidos durante os últimos dez anos nas melhores livrarias. Esse conteúdo é, inclusive, superior ao dos guias impressos, pois foi atualizado, enriquecido com mais informações e um grande número de imagens. Bastar acessar este site em qualquer lugar onde haja wi-fi disponível. Você pode fazer isso utilizando seu tablet, lap-top ou mesmo do celular. 

Argentina • Bahia • Chile • Itália • New York •  Nova York • PeruPortugal •    

Links afins