Amsterdã

Amsterdã e seus canais: uma cidade diferente

Amsterdã é muito animada à noite, cheia de bons restaurantes e pubs, alguns lindamente decorados, nos quais se pode degustar diferentes tipos de cerveja. Algumas de suas praças são bastante movimentadas, como a Leidseplein, onde artistas de rua se apresentam. Nos cafés da Rembrandtplein, a bagunça também vai até a madrugada. Amsterdã é uma festa!

Engana-se, porém, quem pensa que a cidade só interessa aos jovens e aos alternativos. Pelo contrário: em razão da vida cultural, da rica arquitetura e do prazer de caminhar por bairros calmos, Amsterdã atrai também turistas dos mais conservadores.

Mapa de Amsterdã

Como ir a Amsterdã

Avião

Há um voo por dia da KLM para Amsterdã, partindo de São Paulo.

Melhor época

Prefira o verão. Evite o inverno, gelado e úmido.

Hospedagem

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos. Frequentemente paga menos do que tratando diretamente com o hotel.

Escolha e reserve seu hotel em Amsterdã

Amsterdã: atrações turísticas

Amsterdã é a cidade com mais atrações turísticas do país e um ícone da Holanda, como as tulipas, os tamancos de madeira e os moinhos de vento. Boa parte da cidade é cortada por canais, utilizados para o transporte de mercadorias desde a Idade Média. Apreciar os canais e as pontes de Amsterdã, a pé ou de barco, é o melhor meio de se ter uma idéia geral da cidade, que começa encantando pela homogeneidade de sua linda arquitetura: muitos prédios lembram graciosas casinhas de boneca. Amsterdã é cidade totalmente plana e relativamente pequena, a bicicleta é um dos meios de transporte mais populares: pessoas de todas as idades e condições sociais a utilizam.

Palácio Real – Dentre as atrações de cunho histórico de Amsterdã, merecem destaque o belo Palácio Real, na praça Dam (lembre-se: a Holanda é até hoje uma monarquia!) e a Casa de Anne Frank. Todo esse lado histórico e artístico “tradicional” de Amsterdã é contrabalançado pela existência de lugares totalmente inusitados, como o bairro da Luz Vermelha, zona de meretrício e coffee-shops onde, até há algum tempo, os clientes consomiam hashishe e marijuana livremente.

Jordaan – O bairro de Jordaan é todo cortado por canais e residências dos séculos XII e XVIII. A dica é perambular por suas ruas situadas ao lado de canais.

Bairro da Luz Vermelha – O bairro, no centro da cidade, é voltado desde o século XVI para a prostituição. Suas “profissionais” expondo-se apenas com lingeries provocantes em vitrines na porta das casas, em plena luz do dia, tornaram-se uma atração turística na cidade, que pode chocar os mais puritanos (mas que nenhum turista deixa de conhecer…). Suas ruelas estreitas são repletas de sex shops, bares, café e restaurantes. A noite é bom ser cuidadoso no Bairro da Luz Vermelha.

Nieuwe Kerk – A igrejinha construída no local no século VIX passou por diversas reformas, a mais importante delas em 1650. Seu interior é ricamente decorado. <end./> Dam

Koninklijk Paleis – Esse enorme palácio de fachada clássica foi construído em meados do século XVII para sediar a prefeitura da cidade de Amsterdã. Seu interior é decorado com móveis e objetos de época. <end./> Dam. Site: Koninklijk Paleis

Grachtemgordel (Curva Dourada) – Uma das mais belas regiões de canais e residências históricas do século XVII de Amsterdã.

Casa de Anne Frank – Anne Frank foi uma garota judia que viveu escondida com sua família em cômodos secretos dentro dessa casa. Denunciados aos nazistas, ela e sua família foram enviados para um campo de concentração.. Visitar essa casa, que sempre tem uma grande fila de turistas europeus na porta, não é programa para os mais sensíveis. <end./> Prinsengracht, 263,. Site: Casa de Anne Frank

Os museus de Amsterdã

A cidade é rica em museus. Há museus de todos os tipos em Amsterdã, desde os de arte, como o Rijksmuseum, o Stedelijk Museum (Museu de arte moderna) e o Museu Van Gogh, até outros insólitos, como Museu do sexo e o Hash Marihuana & Hemp Museum. Uma curiosidade em Amsterdã é a Heineken Experience, antiga fábrica da famosa cervejaria transformada em um moderno e divertido museu interativo.

Rijksmuseum – No Rijksmuseum, inaugurado em 1885, os maiores destaques são obras de pintores flamengos (Rembrandt, Van Dick). Quem gosta de arte e vai a Amsterdã, não deve perder este museu, uma das principais atrações turísticas da cidade. <end./> Stadhouserskade, 42. Site: Rijksmuseum

Museum Van Gogh – Abriga um acervo invejável de obras do famoso impressionista holandês. <end./> Paulus Potterstraat, 7. Site: Museum Van Gogh

Stedelijk Museum – Museu de Arte Moderna. Abriga obras de grandes mestres europeus como Picasso, Monet, Chagall, Matisse e outros artistas. <end./> Paulus Potterstraat, 13. Site: Stedelijk Museum

Scheepvaartmuseum – Museu da Marinha (Nederlands Scheepvaart Museum) – Em uma cidade como Amsterdã não poderia falta, é claro, um museu da marinha…O museu possui réplicas de galeões e outras embarcações utilizadas pela Companhia das Índias. A principal atração do Museu da marinha é um galeão do século XVII, totalmente restaurado, que pode ser visitado por dentro. <end./> Kattemburgrplein, 1. Site: Scheepvaartmuseum

Museum Amstelkring Nesse casarão do século XVII funcionou durante muito tempo uma igreja católica “secreta”. Outras como essa funcionavam na Holanda, depois que o país se tornou oficialmente protestante. O local, transformado em museu em 1888, exibe principalmente arte religiosa.  Oudezijds Voorburgwal, 40

Amsterdams Historisch Museum – Como seu nome sugere, este é um museu sobre a história da cidade de Amsterdã. Muito interessante! Kalverstraat, 92. Site: Amsterdams Historisch Museum

Nemo – É um museu interativo de ciências que agrada em cheio adultos e crianças. Nele você pode realizar diversas científicas experiências virtuais.  Oosterdok, 2. Site: Nemo

Museu do Sexo – É claro que Amsterdã teria que ter um museu do sexo… As coleções incluem peças e pinturas de vários países tendo o sexo como tema.  Damrak 18 1012 LH. Museu do Sexo

The Hash Marihuana & Hemp Museum – Tudo sobre a Canabis Sativa. Oudezijdsachterburgwal 148 1012 DV. Site: The Hash Marihuana & Hemp Museum

Guias de viagem: para que servem?

Guias de viagem são livros com informações específicas sobre determinado país, região ou cidade. Existem guias de diversos tipos: os que dão maior ênfase aos aspectos históricos e culturais, os que ressaltam a indicação de hotéis e restaurantes, os que privilegiam as opções econômicas (querendo ensinar você a viajar durante 15 dias com US$ 10 ou coisa parecida), os que são mais indicados para quem quer viajar de automóvel num determinado país…

Conheça os títulos

Nossos guias on-line oferecem gratuitamente o conteúdo total dos títulos impressos, vendidos durante os últimos dez anos nas melhores livrarias. Esse conteúdo é, inclusive, superior ao dos guias impressos, pois foi atualizado, enriquecido com mais informações e um grande número de imagens. Bastar acessar este site em qualquer lugar onde haja wi-fi disponível. Você pode fazer isso utilizando seu tablet, lap-top ou mesmo do celular. 

Argentina • Bahia • Chile • Itália • New York •  Nova York • PeruPortugal •    

O que falam sobre os guias de viagem GTB

Opiniões  sobre os guias da série GTB (Guia do Turista Brasileiro) quando de seu lançamento.

As opiniões são referentes à primeira edição, as redações de turismo não costumam comentar as edições seguintes

Links afins