Trem para o Aeroporto de Cumbica (Guarulhos, São Paulo): promessa renovada
Aeroporto de Guarulhos. Foto de Richard Elliot. (CC BY-ND 2.0)
Aeroporto de Guarulhos

O trem que ligará São Paulo ao principal aeroporto do Brasil, em Guarulhos (SP) pode deixar de ser um sonho para todos os que enfrentam trechos congestionados das Rodovias Dutra ou Ayton Senna e, principalmente, da Marginal Tietê, a cada ida ou volta de uma viagem a lazer ou trabalho. Segundo divulgado pela CPTM – Companhia Paulista de Transportes Metropolitanos, até março de 2018 São Paulo contará com o tão esperado trem para o Aeroporto Internacional de Guarulhos (Cumbica).

O serviço será operado pela nova Linha 13-Jade, em três modalidades:

  • CPTM Airport-Express: levará os passageiros diretamente, sem paradas, da Estação Aeroporto-Guarulhos até a Estação Luz, que oferece baldeação com duas linhas do Metrô e duas de trem. O trajeto expresso do trem para o aeroporto durará cerca de 35 minutos e os trens partirão em horários programados: Aeroporto-Luz (8h, 10h, 12h e 22h) e Luz-Aeroporto (9h, 11h, 13h e 21h).
  • Serviço regular: funcionará das 4h até a meia-noite com viagens da Estação Aeroporto-Guarulhos apenas até a Estação Engenheiro Goulart (15 minutos). Para seguir viagem, será preciso fazer baldeação para outro trem na estação Engenheiro Goulart, pela Linha 12-Safira, que tem seu ponto final na Estação Brás de trem e metrô.
  • Serviço Connect: funcionará nos horários de pico (das 5h às 9h e das 16h às 20h), com trens que irão da Estação Aeroporto à Estação Brás, sem necessidade de baldeação na Estação Engenheiro Goulart.  O trajeto durará cerca de 35 minutos e o trem parará nas estações para embarque e desembarque.

As opções anunciadas ainda estão longe de atender às expectativas daqueles que partem ou chegam de viagem no Aeroporto Internacional de Guarulhos longe dos horários programados para o CPTM Airport-Express. Acreditamos que, a médio ou longo prazo, a tendência será ampliar o funcionamento dessa modalidade de serviço, a exemplo de linhas de trem expresso existentes entre cidades e aeroportos importantes em diversos países.

Porém, para quem viaja com frequência a partir de Guarulhos/Cumbica e para viajantes estrangeiros que vêm ao Brasil a trabalho ou como turistas, a promessa da CPTM, se cumprida, já é bem melhor do que nada.

Esperamos que, para eficácia da nova linha de trem e bons reflexos  no incremento do turismo, as estações Luz e Brás sejam equipadas para receber e dar vazão adequadamente aos que por elas passarão para utilizar a esperada Linha 13.