Arquivo da tag: chilehistoria

Santiago, Chile
O Chile do século XXI. Santiago, Chile

O Chile do século XXI

Apesar de vitorioso, Lagos teve que continuar a lidar com o interminável “caso Pinochet”. Sendo o Chile, durante aquele período, membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU, Lagos suportou a pressão norte-americana, para que o país sul-americano votasse a favor da guerra do Iraque. Acompanhando a esmagadora maioria da opinião pública chilena, disse “não” a George Bush.
Aproveitando o cenário favorável, o Chile sob o governo socialista de Ricardo Lagos cresceu 6% em 2005 e a nação subiu no ranking mundial que mede o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) A título de comparação o Brasil no mesmo ano cresceu apenas 2% e caiu na classificação internacional que mede o desenvolvimento humano.) Apesar dessa melhora, a desigualdade social ainda é, como no Brasil, gritante.

Michele Bachelet

As eleições seguintes foram vencidas pela socialista Michele Bachelet, que já ocupara o cargo de ministra da Defesa, durante o governo Lagos. Foi a primeira mulher a exercer esse cargo em toda a América. Em março de 2010, o candidato da oposição de centro-direita, o economista Sebastián Piñera venceu as eleições. Em outubro de 2010 o espetacular resgate dos mineiros soterrados em uma mina no deserto de Atacama foi muito bem explorado politicamente pelo presidente Piñera. Televisões do mundo todo acompanharam a operação, mostrando o presidente recebendo com um abraço cada um dos trabalhadores resgatados. O marketing funcionou. Sua popularidade disparou.

Piñera

Alguns atos de Piñera, porém, foram mal recebidos pelos chilenos, como a assinatura de acordos nucleares com a França e com os Estados Unidos para a instalação de usinas nucleares no país. Afinal, o Chile está em uma região em que terremotos de mais de 8 graus na escala Richter são frequentes. Você se lembra do que aconteceu com a usina nuclear de Fukushima, no Japão em 2011, após um terremoto seguido de tsunami? Pois é.
Enfim, o Chile, como o Brasil, o Uruguai e Argentina, recuperou sua democracia. Ao que parece, não há mais espaço para ditaduras militares na América do Sul.
Do ponto de vista econômico, as coisas também vão bem: o país mantém um desenvolvimento sustentado que é um exemplo para a América Latina.

O Chile e o Brasil

Em 2013, a socialista Michelle Bachet foi novamente eleita para novo mandato presidencial de quatro anos,[ tornando-se a primeira mulher a vencer duas eleições presidenciais na história do país. Mas enquanto o Chile está sendo governado com competência e passa por uma fase numa fase de crescimento e a corrupção por lá é uma exceção, o Brasil está mergulhado nos maiores processos de corrupção de nossa história. O Brasil não está apenas estagnado, mas em franca regressão, com desemprego em alta, um número crescente de falências, com nossa moeda não valendo mais nada. Enfim, existem socialistas e socialistas (péra aí, socialista aliados de Collor e Maluf?) , como existem mulheres e mulheres. Umas são honestas e competentes, outras não. Nos envergonham. Treine um pouco seu sotaque. Se perguntarem diga que é aarrrgentíiino!

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde se hospedar no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natales: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

Pinochet assessino
O fim nostálgico da ditadura chilena. Manifestação contra Pinochet no Chile

O fim da ditadura

No começo da década de 1980, a democracia cristã, que inicialmente aceitara o golpe como um mal menor, começou a distanciar-se do ditador. A economia, que crescera bastante entre 1977 e 1981, entrava em recessão. Forçado a fazer concessões, Pinochet aceitou um plebiscito para a aprovação de nova constituição.

Os primeiro protestos

É nessa época que se iniciaram os primeiros protestos, reprimidos violentamente pela polícia e pelas forças armadas.

Até o papa…

-Nos anos seguintes a pressão pela volta à democracia foi se tornando cada vez maior, até que o próprio papa João Paulo II, em visita ao Chile em 1987, manifestou diplomaticamente o desagrado da Igreja para com o regime chileno.

O anjo da guarda dos presos políticos

Enquanto a embaixada americana apoiava a caça aos prisioneiros, o embaixador da Suécia no momento do golpe, Harald Edelstam, foi um verdadeiro anjo da guarda dos presos políticos levados para o Estádio Nacional imediatamente após a vitória da direita militar. Com diplomacia, pressão e movimentos ousados, conseguiu salvar a vida de 1.300 pessoas. Só uruguaios, resgatou cinquenta de uma vez com a ajuda de um alto oficial chileno (que foi fuzilado depois.) Conseguiu igualmente salvar a filha do embaixador chileno na Itália, enfiando-a num avião para Roma.

O embaixador além de obter salvo-condutos suecos para os presos, os transportava seu próprio carro e coordenava sua ação com as de organizações humanitárias internacionais. Corajoso e suportando todo tipo de ameaça, o diplomata terminou expulso do Chile.
Edelstam faleceu em 1989. Um filme sobre a sua vida, do diretor sueco Uls Hultberg, The black pimpernel, estreou em março de 2007. O ator Michael Nyqvist faz o papel de Edelstam e a artista mexicana Lumi Cavazos (quem assistiu Como água para chocolate?) representa Miria Contreras, a secretária pessoal de Allende.

Outro presbicito, novo fracasso

Tentando legitimar seu governo, Pinochet organizou um novo plebiscito em 1988. Cerca de 55% dos chilenos votaram no. A crescente insatisfação popular obrigou o ditador a aceitar uma lei constitucional que permitiu a criação de partidos políticos, mas o país teve que engolir um senado composto, em parte, por senadores biônicos, indicados por Pinochet (como durante a ditadura brasileira).

A transição para a democracia

 A transição para a democracia começou em março de 1990, quando Patrício Aywlin, um moderado, foi eleito presidente por voto popular. Cuidadoso com relação ao exército, Aywlin teve de suportar ameaças e a interferência dos militares e de Pinochet, que se autonomeara Comandante em chefe do exército.

A consolidação da democracia

A consolidação da democracia e uma novo período de progresso com uma taxa de crescimento que alcançou 8% ocorreu com Eduardo Frei Ruiz-Tagle, filho do antigo presidente democrata-cristão Eduardo Frei. Seu sucessor foi Eduardo Lagos, um candidato da coalisão de centro-esquerda, que venceu o pinochetista e membro da Opus Dei, Joaquin Levin.

Um ditador de ar abatido

Em 1998 Pinochet foi detido pela justiça inglesa a pedido da Espanha, que pedia sua extradição pelo assassinato de espanhóis residentes no Chile. Mostrado ao público sempre em uma cadeira de rodas e ar abatido, o ditador foi libertado em março de 2000 por “razões humanitárias” e por pressão da ex-primeira ministra inglesa Margaret Thatcher, que, ao visitá-lo afirmou que, sob Pinochet, o Chile havia colaborado com a Inglaterra durante a Guerra das Malvinas. Uma pesada gafe que provocou protestos do governo argentino, uma vez que o Chile havia se declarado “neutro” no conflito (ao contrário do Brasil, que apoiou discretamente a Argentina).

O pseudo-inválido

Ao chegar ao Chile o “inválido” general simplesmente levantou-se da cadeira e caminhou. Com seu cliente ameaçado de prisão pela justiça chilena, seus advogados continuaram a alegar que Pinochet não tinha condições de saúde para ser julgado, embora aparecesse em 2004 em seu juízo perfeito durante uma entrevista na TV.)
Durante o governo de Lagos o exército terminou por reconhecer os crimes cometidos por Pinochet. Processado por diversos delitos, inclusive por corrupção, o ex-ditador conseguiu escapar da prisão sob a alegação de “demência senil” levantada por seus advogados. A descoberta de que Pinochet desviou pelo menos 20 milhões de dólares dos cofres públicos enfraqueceu o apoio que recebia da direita, isolando-o ainda mais… Durante esses processos os juízes e promotores do caso sofreram diversas ameaças de morte. Uma espécie de recado da ultradireita: “Nós ainda estamos aqui”. Talvez seja por essa razão que, temendo mais problemas, Ricardo Lagos tenha aceitado liberar militares torturadores, como Manuel Contreras que cumpriam pena por seus crimes, atitude que desagradou à maioria dos chilenos.

A morte do ditador

O ditador morreu no dia 10 de dezembro 2006, por ironia, o Dia Internacional dos Direitos Humanos. Foi enterrado sem honras de chefe de Estado, já que membros do governo Bachelet tinham sido torturados sob o regime do ditador, entre eles a presidente, cujo pai foi assassinado a mando de Pinochet.

Democratas de um lado, fascistas de outro

-Enquanto milhares de pessoas participavam de manifestações comemorando a morte do ditador, seus partidários estendiam o braço fazendo a saudação fascista diante do corpo de Pinochet, velado na sede do exército, enquanto cantavam a Die Meistersinger von Nubberg de Wagner, a ópera favorita de Hitler, com a bandeira chilena a meio pau. Como disse Ariel Dorfman, escritor chileno autor do livro O longo adeus a Pinochet: “Só um país com medo se rebaixa a esse ponto”. É claro que é uma verguenza, mas 30% dos chilenos ainda são pinochetistas. Cuidado com seus comentários.

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Hotéis no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

 

Ditadura militar Pinochet

A ditadura Pinochet

Seguindo o exemplo de brasileiros em 1964 e em 1968, milhares de chilenos (intelectuais, políticos, artistas, escritores) exilaram-se na Europa: na Suécia, França, Itália, Bélgica e outros países.

As bolsas europeias

Organismos oficiais e ONGs de países europeus conseguiram empregos e bolsas de estudo para vários deles. Graças a isso muitos puderam viver de modo relativamente digno, trabalhar e estudar.

As bolsas do governo Nixon

O governo Nixon também ofereceu bolsas. Mas para militares chilenos que iam para a famosa Escola das Américas, em Fort Benning, na Geórgia, onde estudaram alguns famosos torturadores do Cone Sul. No curriculum: técnicas de pressão, métodos de tortura, identificação de “elementos subversivos”, repressão de manifestações, como extrair confissões.

O fim dos direitos humanos no Chile

A noção de diretos humanos deixou de existir no Chile. A condenação do regime Pinochet por organizações humanitárias e pela ONU não afetou em nada uma ditadura apoiada pelos Estados Unidos.

A Operação Condor

Num momento em que Brasil, Bolívia, Argentina e Uruguai eram governados por ditaduras, a direita militar do continente, por sugestão da DINA (a polícia política chilena), organizou-se para, com o apoio e o financiamento da CIA, lançar a Operação Condor para capturar exilados de um país que fugisse para outro. Enquanto isso grupos armados da extrema-direita percorriam o país de helicóptero, assassinando oponentes políticos com o aval do ditador, jogando os corpos no oceano e, em muitos casos, apropriando-se de seus bens.

Jimmy Carter

Sentindo-se livre para agir como quisesse, a extrema-direita chilena saiu do controle. Em 1978 um atentado terrorista organizado pela DINA matou Orlando Letelier, diplomata chileno de ideias progressistas, exilado em Washington. Só que os tempos eram outros. Quem governava os Estados Unidos era o ético Jimmy Carter, do partido democrata, que não simpatizava com as ditaduras sul-americanas.

As divisões dentro da ditadura

Foi quando surgiram as primeiras rachaduras no regime: Gustavo Leigh, membro da Junta Militar, que pretendia estabelecer um prazo para a volta da democracia, rompeu com Pinochet e foi afastado. No cenário internacional a situação complicou-se ainda mais para Pinochet, quando o país chegou à beira de uma guerra com a Argentina do ditador Videla. (Este, cada vez mais contestado e louco por uma guerra para desviar os argentinos de seus problemas, acabaria metendo a Argentina na desastrosa aventura das Malvinas.) As esquadras chilena e argentina chegaram a partir para se enfrentar na Patagônia e só não foram às vias de fato em razão de uma violenta tempestade que impediu o combate e da imediata mediação do papa Paulo VI. Pinochet escapou de boa: se ocorresse um conflito com a Argentina seria altamente provável que o Peru e Bolívia aproveitassem a ocasião para retomar os territórios anexados pelos chilenos na Guerra do Pacífico.

Um custo elevado para o povo chileno

A verdadeira guerra movida pela direita contra o governo Allende, a sistemática sabotagem, somada a erros políticos da esquerda, levaram a inflação a impossíveis 300% ao ano. O governo Pinochet, com a oposição totalmente amordaçada, instalou como ministro da Economia Sérgio de Castro, um Chicago Boy, seguidor de Milton Friedman, professor da Universidade de Chicago, autor de teorias neo-liberais. O tratamento de choque aplicado provocou violenta recessão, queda nas exportações e enorme desemprego, prejudicando especialmente a população mais pobre e os trabalhadores. Embora em 1977 a economia chilena voltasse a crescer, o custo social foi muito elevado. (Convém, lembrar que diversos países do mundo, entre eles o Brasil, controlaram inflações galopantes com custo social muito menor.)

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Hotéis no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

 

Palácio de la Moneda, Santiago, Chile
O radicalismo político no Chile: gasolina na fogueira. Palácio de la Moneda, Santiago, Chile

O radicalismo político no Chile: gasolina na fogueira

Enquanto o Partido Comunista, fortemente influenciado pela União Soviética, que desejava evitar um confronto aberto com os Estados Unidos (como aconteceu na crise dos mísseis de Cuba, que quase resultou numa guerra nuclear), mostrava-se mais moderado, o Partido Socialista de Allende tornava-se cada vez mais radical, indispondo-se com o presidente e passando a chamá-lo “senhor Allende” no lugar de “companheiro”. Ou seja, além de ter de enfrentar a direita, o presidente teve de lidar com setores da esquerda insensíveis à gravidade do momento atravessado pelo país.

Altamirano, líder do Partido Socialista, por exemplo, falava em segundo Vietnã, sem perceber que estava jogando gasolina na fogueira. Intransigente, a liderança do PS, impediu qualquer acordo de governabilidade de Allende com a democracia cristã, deixando o presidente de mãos atadas.

Uma classe média dividida e assustada

Com o país à beira da guerra civil, Allende nomeou o general Prats, comandante das forças armadas, seu ministro do Interior. No final de junho ocorreu a primeira tentativa de golpe abafada por Prats. Uma vintena de civis foram mortos. Ameaçado num acidente de rua e temendo um atentado, Prats sacou um revólver e, sem querer, atingiu uma mulher que passava… A oposição explorou o episódio e pediu sua renúncia, mas Allende conseguiu mantê-lo.
Nesse contexto, a visita de Fidel Castro, que chegou falando em revolução armada (Por que no te calas, Fidel?), foi um erro político que assustou parte da classe média, colocando-a contra o governo.

O golpe de 11 de setembro

A essa altura do campeonato o golpe já estava sendo articulado. Prats, após enfrentar uma manifestação de mulheres conduzida pelas esposas de altos oficiais das forças armadas, pediu demissão. Para substituí-lo, Allende escolheu como comandante das forças armadas um general considerado “leal” e “apolítico”. O nome dele? Augusto Pinochet. Foi o mesmo que colocar uma raposa para tomar conta do galinheiro. Conta-se que quando o golpe de estado teve início Allende chegou a pensar que Pinochet tivesse sido preso pelos golpistas.

Na manhã de 11 de setembro tropas da Marinha ocuparam a cidade de Valparaíso. Era o sinal para o golpe.

A maioria das pessoas considera o dia 11 de setembro como um dia maldito, pensando no ignóbil atentado terrorista contra Nova York, que matou mais de 3 mil pessoas. Entretanto, um 11 de setembro muito pior foi o chileno. O golpe, realizado com total apoio do governo americano de Nixon, provocou a morte de cerca de 30 mil pessoas em 17 anos de ditadura.

A intimação

Pela manhã do dia 11 Allende recebeu uma mensagem de Pinochet e outros generais, intimando-o a se render. O presidente, isolado no Palácio de la Moeda recusou-se. Enquanto tanques avançavam rumo ao Palácio, a Confederação Única dos Trabalhadores conclamou os chilenos à resistência. O fato é que o povo estava muito dividido. Embora tenha havido resistência popular, com franco-atiradores que apoiavam o governo enfrentando as tropas do exército, não havia muito mais a ser feito. Um pouco antes do meio-dia aviões bombardearam o Palácio de la Moneda. Allende resistiu com alguns companheiros até o fim e acabou se suicidando

No final da tarde a Junta Militar assumiu o poder. O congresso nacional e os partidos políticos foram fechados. A imprensa foi censurada. Teve início uma das mais cruéis ditaduras sul-americanas. Enquanto milhares de opositores políticos foram presos no Estádio Nacional de Santiago e massacrados, Pinochet recebia uma mensagem de Nixon e Kissinger: “Acabe com eles!”.

Nem era preciso; a direita militar chilena fez o serviço direitinho: 300 mil pessoas foram presas, 35 mil selvagemente torturadas, pelo menos 3 mil assassinadas nos primeiros dias do golpe e mais de 30 mil (considerando-se também os “desaparecidos”) durante o regime Pinochet.

O 11 de setembro chileno

“Colocado em uma transição histórica, pagarei com minha vida a lealdade do povo. E vos digo que tenho a certeza de que a semente que entregaremos à consciência de milhares e milhares de chilenos não poderá ser cegada definitivamente. Trabalhadores de minha Pátria! Tenho fé no Chile e em seu destino. Superarão outros homens nesse momento cinza e amargo, onde a traição pretende se impor. Sigam vocês sabendo que, muito mais cedo que tarde, se abrirão de novo as grandes alamedas por onde passe o homem livre, para construir uma sociedade melhor.” Salvador Allende, 11 de setembro de 1973.

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Hotéis no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

Guerra Fria

O auge da Guerra fria

Em 1964 (olhe a data…) a Guerra Fria entre americanos e russos estava no auge e a população chilena encontrava-se polarizada entre direita e esquerda. Venceu o centrista Eduardo Frei um democrata-cristão, beneficiado pelos votos da direita e pelo apoio dos Estados Unidos, que não viam com bons olhos a candidatura socialista de Allende, apoiado pelo Partido Comunista. Frei, um moderado, percebeu a necessidade de reformas e atreveu-se a realizar algumas, como o aprofundamento da reforma agrária, atingindo dessa vez os interesses dos latifundiários. Apesar de a esquerda julgar a medida insuficiente, a reforma resultou no rompimento com a ala direita da base parlamentar de Frei e gerou boatos de um golpe de estado.

A vitória da Frente Popular

Em setembro de 1970, com a nação ainda mais dividida, Salvador Allende, apoiado dessa vez também pela ala esquerda da democracia-cristã, venceu as eleições com 36,3%. A tradição eleitoral chilena tinha como princípio declarar eleito o candidato que tivesse a maioria dos votos, mesmo que não se tratasse de maioria absoluta, pois não havia segundo turno. Na ocasião, entretanto, houve uma forte pressão de Richard Nixon e seu secretário de Estado, Henry Kissinger, sobre o Congresso chileno, numa tentativa de impedir que Allende fosse declarado eleito, operação conduzida pela CIA e conhecida como Track One. Sem sucesso, numa operação conhecida como Track Two, forneceram em outubro de 1970 o apoio logístico para o assassinato do general René Schneider, um democrata legalista, executado por homens ligados ao general direitista Roberto Viaux. É bom lembrar que Nixon e seu grupo eram adeptos dessa prática. Quem se lembra do caso Watergate que resultou no impeachment de Nixon?

O Governo Allende

Uma das primeiras medidas adotadas pelo governo Allende foi nacionalizar as minas de cobre Anaconda Copper e a Kennecott Company, o que agravou as relações com os Estados Unidos. Para os norte-americanos, perder o Chile, depois de perder Cuba (por total falta de habilidade política, jogando os cubanos, sem outra alternativa nas mãos dos soviéticos), era inadmissível.

Após a nacionalização das minas de cobre, por inspiração de Kissinger, os Estados Unidos iniciaram um boicote ao Chile, cortando-lhe todo crédito, ao mesmo tempo em que tentaram de todas as formas sabotar a economia do país, com o apoio da direita chilena. Embora, inicialmente, o governo Allende, com grande apoio popular, conseguisse manter a estabilidade democrática, as pressões tornaram-se crescentes, acirrando a polarização da população entre os pro-Allende e seus opositores. Começaram então as dificuldades econômicas, a recessão, o desabastecimento e o aumento da sabotagem por parte da ultra-direita, o movimento “Pátria e Liberdade”, apoiado pela CIA.

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Hotéis no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

 

Chile 1935

 

 

A primeira metade do século XX no Chile

Os norte-americanos dominam o mercado

No início do século XX a maioria das minas de cobre já estavam sob controle norte-americano. O Chile era um país rico com um povo pobre, com mortalidade infantil de 30%, quase 70% de analfabetos e condições de trabalho calamitosas. A situação gerou as primeiras greves, conduzidas por comunistas e anarquistas. Para se ter uma ideia, só em 1907 os mineiros, que trabalhavam aproximadamente 16 horas diárias, passaram a descansar aos domingos.

À Questão Social e a repressão

O governo respondeu com feroz repressão. Um dos episódios mais tristes, a matança de Iquique ocorreu no norte do país, em dezembro de 1907, quando mais de 3 mil mineiros em greve foram metralhados. Apesar da repressão os trabalhadores conseguiram organizar sindicatos e, em 1912, fundar o Partido Trabalhador Socialista e lutar por transformações na sociedade chilena.

A questão Mapuche

Os Mapuches foram bravos guerreiros que durantes muitos anos conseguiram estancar o avanço colonial espanhol rumo ao sul do país. Apesar do governo colonial espanhol ter reconhecido o direito dos Mapuches aos seus territórios ancestrais  em 1641, pelo Tratado de Quilín, após a independência, os Mapuches tiveram suas terras invadidas por forças militares republicanas. Essa situação resultou em instabilidade, manifestações, revoltas e greves. A luta dos Mapuches continua até hoje.

Arturo Alessandri

Eleito em 1920, propôs uma nova legislação trabalhista muito avançada, mas deparou-se com a oposição dos conservadores, que dominavam o congresso nacional. Foi somente com a intervenção de jovens oficiais militares em 1924, conhecida como o Ruido de Sables, que a nova legislação foi aprovada. Em consequência da crise o presidente partiu para o exílio e os militares assumiram o governo. Porém, sem experiência administrativa, chamaram-no de volta um ano mais tarde. Em setembro de 1925 uma nova legislação foi aprovada, com a volta do regime presidencialista.

A nova crise

Outra crise, decorrente do conflito entre Alessandri e seu ministro da Guerra, Ibáñez, resultou na decisão de Alessandri de afastar-se definitivamente do poder. Homem forte do regime, na condição de ministro do Interior, Ibañez acabou tomando de fato as rédeas da nação em 1927. Seu governo, de cunho populista, adotou medidas positivas, como a promulgação do Código do Trabalho, mas tornou-se uma ditadura disfarçada, que restringia a liberdade de expressão e perseguia adversários políticos. Ibánéz tinha um perfil em muitos aspectos parecido com o de Getúlio no Brasil e o de Perón na Argentina.

A crise de 1929

Demasiado confiante na fonte de divisas representada pelos minérios, Ibáñez endividou a nação. Quando aconteceu a queda da bolsa de Nova York em 1929, os preços dos minérios de salitre desabaram. O Chile quebrou. Sem condições políticas para manter-se no poder, Ibáñez renunciou em 1931, deixando o país mergulhado em grave crise e sem condições de pagar empréstimos contraídos com os Estados Unidos.

A efêmera República Socialista do Chile

Juan Esteban Montero, que o sucedeu, teve que enfrentar graves insurreições, como a revolta da marinha e o golpe de junho de 1932, liderado por Carlos d’Ávila, Marmaduke Grove, e Eugenio Matte, que proclamaram a efêmera República Socialista do Chile, que durou menos de duas semanas. D’Avila mandou prender Grove e Matte na Ilha de Páscoa, mas governou por apenas 100 dias, até ser, por sua vez, afastado pelo exército.

O breve período democrático

Convocadas as eleições, venceu Arturo Alessandri, que retornou à cena política e governou o país até 1938, conseguindo manter a normalidade democrática e recuperar a economia nacional. Reflexo da política mundial do final dos anos 1930, o quadro partidário chileno viu-se dividido. De um lado estava a coalisão conservadora-liberal de direita, o Partido Radical, centrista, apoiado pela classe média. De outro, os partidos Socialista e Comunista. No outro extremo a ultradireita, inspirada no nazismo alemão e no fascismo italiano. Com o crescente antagonismo entre a esquerda e a direita, o acirramento dos problemas sociais e o aumento da repressão, o Partido Radical afastou-se do governo, aliando-se aos socialistas e comunistas.

O Massacre de Ranquil

A tensão chegou a um nível insuportável, após o Massacre de Ranquil, quando cerca de 200 trabalhadores foram chacinados pela polícia. Com a revolta espalhando-se por toda a nação, Alessandri fechou o congresso e declarou estado de sítio em fevereiro de 1936. Nas eleições seguintes, apesar da reativação da economia, provocada pelo aumento das exportações de cobre e pela recuperação da agricultura, o candidato Gustavo Ross, da coalizão conservadora-liberal de Alessandri, foi derrotado em 1938 por Pedro Aguirre Cerda, candidato do Partido Radical que, apoiado por comunistas e socialistas, formou a Frente Popular.

A frente popular

Embora sem promover alterações mais profundas na sociedade chilena, o governo de Pedro Cerda conseguiu controlar o poder das oligarquias e industrializar o país. Aproveitando-se do fato de, durante a Segunda Guerra, o aprovisionamento de manufaturas americanas e europeias tornar-se irregular, promoveu uma bem-sucedida política de substituição das exportações, a exemplo do que aconteceu no Brasil e na Argentina. Durante seu governo, que deu também especial ênfase à educação, foi fundada a “Volta Redonda chilena”, a Companhia de Aços do Pacífico. Foi descoberto petróleo na Patagônia Chilena, construíram-se novas usinas hidrelétricas e criou-se uma base sustentada para o desenvolvimento nacional. No começo dos anos 1940 a economia chilena alcançou um crescimento médio de 7,5%.

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Hotéis no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

 

Manifestação dos índios Mapuches
Manifestação dos índios Mapuches

Sumário do guia  • Índice remissivo do guia GTB Chile

A questão social no chile

O Chile, embora tenha se modernizado e desenvolvido, viveu períodos de tensão política, com o poder sendo disputado por conservadores e liberais. Um dos presidentes que mais se destacou foi Manuel Montt, que apoiado por seu ministro Antonio Varas, incentivou a imigração alemã no sul do país e fundou as cidades de Puerto Montt e Puerto Varas. Posteriormente a chamada questão do Sacristão (relativa à separação da Igreja e do Estado) os indispôs com a igreja Católica e provocou uma cisão no governo.

A segunda metade do século XIX

Só entre 1883 e 1884 o Estado chileno afastaria a forte influência da Igreja nas leis do país, adotando o matrimônio civil e a lei do registro civil. O Chile é, aliás, talvez o país mais “carola” da América do Sul. O divórcio, por exemplo, só foi aprovado em 2004!
Com os novos recursos oriundos da exportação do salitre e do cobre nas regiões tomadas aos bolivianos, o Chile, entaõ com uma fonte segura de recursos, modernizou-se e expandiu sua infraestrutura, construindo estradas e grandes obras públicas. Embora o presidente José Manuel Balmaceda, uma espécie de Allende de sua época, eleito em 1886, tenha aprofundado a modernização da nação, acabou se indispondo com o congresso e as elites apoiadas pelos capitais ingleses que dominavam a mineração.

A Guerra Civil de 1891

A crise deu origem à guerra civil de 1891, que resultou em mais de 10 mil mortos, entre eles Balmaceda, que, derrotado e asilado na embaixada argentina, suicidou-se. Os vitoriosos impuseram ao país um regime parlamentarista dominado pelos grandes proprietários de terra, banqueiros e mineradores, aliados aos interesses ingleses. A demasiada ingerência dos parlamentares na administração tornou, porém, a nação ingovernável, com os ministros afastados de suas funções pelo congresso. Houve governos que tiveram quase vinte ministérios diferentes durante a sua gestão!

No final do século XIX a hegemonia inglesa na região foi sendo substituída pela americana, quando o cobre se tornou a principal riqueza chilena.

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Hotéis no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

 

Chile século XIX

O século XIX no Chile

O Chile, embora tenha se modernizado e desenvolvido, viveu períodos de tensão política no século XIX, com o poder sendo disputado por conservadores e liberais. Um dos presidentes que mais se destacou foi Manuel Montt, que apoiado por seu ministro Antonio Varas, incentivou a imigração alemã no sul do país e fundou as cidades de Puerto Montt e Puerto Varas. Posteriormente a chamada questão do Sacristão (relativa à separação da Igreja e do Estado) os indispôs com a igreja Católica e provocou uma cisão no governo.

Só entre 1883 e 1884 o Estado chileno afastaria a forte influência da Igreja nas leis do país, adotando o matrimônio civil e a lei do registro civil. O Chile é, aliás, talvez o país mais “carola” da América do Sul. O divórcio, por exemplo, só foi aprovado em 2004!

Com os novos recursos oriundos da exportação do salitre e do cobre nas regiões tomadas aos bolivianos, o Chile, então com uma fonte segura de recursos, modernizou-se e expandiu sua infraestrutura, construindo estradas e grandes obras públicas. Embora o presidente José Manuel Balmaceda, uma espécie de Allende de sua época, eleito em 1886, tenha aprofundado a modernização da nação, acabou se indispondo com o congresso e as elites apoiadas pelos capitais ingleses que dominavam a mineração.

A crise deu origem à guerra civil de 1891, que resultou em mais de 10 mil mortos, entre eles Balmaceda, que, derrotado e asilado na embaixada argentina, suicidou-se. Os vitoriosos impuseram ao país um regime parlamentarista dominado pelos grandes proprietários de terra, banqueiros e mineradores, aliados aos interesses ingleses. A demasiada ingerência dos parlamentares na administração tornou, porém, a nação ingovernável, com os ministros afastados de suas funções pelo congresso. Houve governos que tiveram quase vinte ministérios diferentes durante a sua gestão!

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Hotéis no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

Guerra do Pacífico, Chile contra Peru e Bolívia

Guerra do Pacífico: o Chile contra o Peru e a Bolívia

Não estamos falando aqui do conflito nipo-americano no Pacífico…  Mas de outra guerra, ocorrida no hemisfério sul, no século XIX, que muita gente nem sabe que existiu.

Os minerais explorados por companhias britânicas no Atacama, pertencente, na época, à Bolívia, provocaram a Guerra do Pacífico (1879-1884) entre o Chile, de um lado, e Bolívia e Peru do outro. O conflito, insuflado pelos capitais ingleses, eclodiu quando os bolivianos aumentaram os impostos sobre o salitre exportado pelo porto de Antofagasta.

Os interesses ingleses

É bom lembrar que quase todos os conflitos sul-americanos tivera a participação direta ou indireta dos ingleses (depois substituídos pelos norte-americanos…) A Inglaterra, a mais poderosa potência da época, impôs na base da canhoneira e do dinheiro a sua vontade. Isso também na Ásia e África e não apenas no Novo Mundo.

(Uma curiosidade: não é verdade que os ingleses provocaram a Guerra do Paraguai. Temiam que um conflito no Prata prejudicasse seu comércio. De qualquer modo, encheram os bolsos emprestando dinheiro à Argentina e principalmente ao Brasil, bem como ganharam vendendo armas e equipamentos militares. De qualquer forma ficaram com todas as vantagens…)

Armado pelos ingleses, o Chile anexou a província peruana de Tarapacá e a província boliviana de Atacama, deixando a Bolívia sem saída para o mar. Essa situação provoca até hoje um mal-estar diplomático entre os dois países. Antes, em 1836, o Chile havia declarado uma guerra contra uma federação unindo Bolívia e Peru.

Um acordo forçado com os argentinos

Após derrotar seus vizinhos do norte (os chilenos chegaram a ocupar Lima), o Chile teve que fazer concessões aos argentinos, que ameaçavam entrar nessa guerra e apoiar o Peru. Nesse caso, o Chile sabia muito bem que seriam derrotados.

Foi, portanto, obrigado a renunciar a posse da Patagônia Oriental e da Puna de Atacama, reivindicados pelos argentinos, tendo de ceder ao país platino os territórios reclamados. O acordo foi selado com a assinatura do tratado de 1881.

Terminada a guerra, empresas britânicas que se beneficiaram com o conflito estabeleceram-se na região e, dedicando-se à exploração do salitre, encheram os bolsos.

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde se hospedar no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

Manuel Rodriguez

 

 

 

 

 

 

O James Bond da Independência chilena

Eliminado a mando de O’Higgins, o patriota Manuel Rodriguez, um advogado de ideias liberais, que chegou a ser procurador da cidade de Santiago, era um personagem contravertido, aventureiro e galanteador, que trabalhou como espião para o exército libertador de San Martín, vestindo-se de “campesino” ou vendedor ambulante.
Os “bailes que aplicou nas autoridades espanholas – Sabe-se que o personagem lendário deu verdadeiros “bailes” nas autoridades espanholas. Quando cercado, conseguia escapar milagrosamente de seus perseguidores.

O “preso” no tribunal

Conta-se que escondido num tribunal, foi localizado por soldados espanhóis. Estes, ao entrarem no local encontraram apenas o juiz (um patriota chileno) e um prisioneiro com mãos e pescoço presos num pelourinho. Interrogado pelo oficial se havia visto um fugitivo, o juiz declarou que não vira ninguém, só estavam no local ele e um preso, que seria encaminhado à prisão por pequenos roubos. Quando os espanhóis foram embora o juiz soltou o “preso”, que era ninguém menos do que Manuel Rodriguez.

O monge

Uma outra vez, escondido numa igreja, foi denunciado e cercado pelos espanhóis que invadiram o templo, deparando-se com um monge. Este declarou não ter visto ninguém e acompanhou o grupo de militares, que se dispuseram a examinar cada centímetro quadrado da igreja sem nada encontrarem. Decepcionados, agradeceram e foram-se. O monge era o próprio.

Escapou dos espanhóis para acabar executado por O’Higgins

Apesar de ser um dos patriotas que mais fizeram para libertar o Chile, Manuel tinha uma personalidade forte e acabou se desentendendo com O’Higgins, que passou a governar o país após a independência. Foi executado em Tiltil em maio de 1818.

Lord cochrane Foto- militaryhistory.about
Lorde Thomas John Cochrane

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lorde Thomas John Cochrane

O Almirante da Real Marinha Britânica Lorde Thomas John Cochrane começou cedo sua carreira: aos 17 anos já era guarda-marinha. Corria o ano de 1793. Do outro lado do Canal da Mancha a Revolução Francesa e a ascensão de Napoleão Bonaparte preocupavam as monarquias europeias. A guerra estourou e logo o jovem Thomas estava participando dos combates.

A oportunidade de Cochrane: as guerras de independência latino-americanas

Prosseguindo sua carreira foi eleito membro do Parlamento, mas, em 1814, acusado de corrupção viu-se obrigado a abandonar a marinha real. Naquela época começavam as primeiras guerras da independência nas nações ibero-americanas e surgiu uma excelente oportunidade para Cochrane, num continente em que as forças que lutavam pela independência não tinham marinhas de guerra, nem sabiam como organizar uma, construir navios e equipamentos.

A atuação de Cochrane

A atuação dp almirante inglês coincidia com os interesses ingleses pelos novos mercados até então controlados pela Espanha e Portugal. Assim, Cochrane colocou-se primeiro a serviço do Exército Libertador de San Martín ajudando a organizar a marinha de guerra chileno-argentina (denominada Esquadra Libertadora).

Cochrane no Brasil

Posteriormente a brasileira, participando dos combates contra os portugueses na Bahia e no Maranhão em 1823, sendo nomeado Marquês de Maranhão por Dom Pedro I. Existem hoje no Brasil, na Argentina e no Chile ruas e avenidas com seu nome.

Informações práticas

Veja preços de pacotes e passagens aéreas para o Chile

História de Chile - Biodiversity Heritage Library ccby

O sentimento nativista e a independência

Como em outros países da América do Sul, no começo do século XIX crescia o sentimento nativista contra o domínio espanhol. A grande oportunidade se apresentou quando a Espanha foi invadida pelas tropas de Napoleão. Após a renúncia do governador espanhol Garcia Carrasco, o militar Mateo de Toro y Zambrano assumiu o governo e atendeu em 1810 a reivindicação do chamado movimento juntista, que desejava ver o país governado por uma junta de notáveis.

O Primeiro Congresso Nacional do Chile

Pouco tempo depois foi eleito um Primeiro Congresso Nacional que, embora favorável a maior autonomia para a colônia, era majoritariamente contrário ao rompimento com a Espanha. Logo depois, porém, o país começou a se tornar cada vez mais dono de seu próprio destino e rompeu com os realistas favoráveis à coroa espanhola. Estes, entretanto, apoiados por tropas enviadas pelo vice-rei do Peru, conseguiram derrotar os chilenos em Rancagua e restaurar o governo colonial.

Bernardo O’  Higgins

Com a derrota, patriotas chilenos liderados por Bernardo O’Higgins exilaram-se em Mendoza, unindo-se às forças do general argentino San Martin, que comandava a luta pela independência na nação platina. Foi formado então o Exército dos Andes. Com cerca de 5.200 homens, o Exército Libertador atravessou a Cordilheira e, em 12 de fevereiro de 1817, na Batalha de Chacabuco, derrotou as tropas coloniais.
Exatamente um ano depois, no aniversário da batalha, O’Higgins, que se afirmara como o principal líder independentista chileno, proclamou a independência do Chile, com o país ainda em guerra.

A derrota espanhola

Finalmente, em 5 de abril as tropas espanholas foram derrotadas na Batalha de Maipú e, pouco tempo depois, Valdívia, ainda em mãos dos espanhóis, foi tomada pela Esquadra Libertadora, organizada pelo almirante inglês Thomas Cochrane.
As autoridades que o sucederam tiveram de lidar com a instabilidade política que tomara conta do Chile e de enfrentar as últimas tropas espanholas aquarteladas em Chiloé no sul do país, que só foram vencidas seis anos depois de proclamada a independência.

O Chile independente

O’Higgins, porém, de caráter autoritário e desejoso de se manter no poder a qualquer custo, tornou-se impopular. A execução do patriota Manuel Rodríguez, seu adversário político, foi a gota d’água.
O caudilho teve que abandonar o poder e se exilar. Sucederam-se governos civis, revoltas e lutas políticas, com o país à beira da anarquia, até a revolução de 1829, com a ascensão de José Joaquín Prieto, apoiado por Diego Portales. Este último, o homem forte do regime, representava os interesses dos latifundiários. Só os grandes proprietários tinham direito a votar, uma situação que perdurou, com pequenas mudanças até 1925.
Com a promulgação da constituição de 1833, de caráter autoritária, que pretendia um“governo obedecido, forte, centralizador, respeitado e respeitável, impessoal, superior aos partidos e aos prestígios pessoais” o Chile ingressou num período de estabilidade.

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Hotéis no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

Mapuches - Foto Maina Kiai CCBY SA
História do Chile da Pré-História à colônia. Mapuches – Foto Maina Kiai CCBY SA

História do Chile da Pré-História à colônia: Os primeiros povoadores

Há 11 mil anos…

Acreditava-se até há pouco tempo que o povoamento da América começou há cerca de 11.000 anos por povos asiáticos que teriam alcançado o continente americano pelo estreito de Bering. Da América do Norte teriam descido para o sul e alcançado o território chileno.

Resquícios sobre a chegada de polinésios em época anterior

Entretanto, resquícios arqueológicos mais antigos, encontrados em 1976 próximo a Monte Verde, a sudoeste de Puerto Montt, e datados de 33.000 anos atrás, sugerem que o homem tenha chegado ao Chile vindo da Polinésia, tendo atravessado o Pacífico em balsas primitivas. No norte do país, foram descobertas múmias deixadas pelo povo chincorro, com quase 9.000 anos. Os arqueólogos, diga-se de passagem, estão divididos: não há unanimidade sobre esse assunto.

Os principais grupos indígenas pré-colombianos habitaram o Chile

No século XV a área de influência do Império Inca estendeu-se por boa parte do atual território chileno, chegando até o rio Maule. Os incas, porém, nunca conseguiram consolidar seu domínio em razão da feroz resistência das tribos locais.

Fernão de Magalhães

Quando em 1º de novembro de 1520 Fernão de Magalhães, navegador português a serviço da Espanha, chegou ao Chile após atravessar pelo estreito que hoje leva seu nome, a população indígena era de aproximadamente um milhão de pessoas, divididas em tribos espalhadas por todo o território.

Chegam os espanhóis

Após a queda do Império Inca, os espanhóis, deslumbrados com a fabulosa riqueza desse povo, acreditavam na existência de outros reinos igualmente ricos mais ao sul. Almagro, que fora sócio de Pizarro na conquista do Peru, desentendera-se com o antigo companheiro e organizou em 1535 uma expedição de reconhecimento pelas terras chilenas. A expedição espanhola atravessou a Cordilheira dos Andes, onde passou por momentos difíceis, sofrendo com o frio e a altitude, o que provocou a morte de boa parte dos homens.

Almagro

Longos meses depois, em março de 1536, Almagro chegou ao Vale de Copiapó. Embora tenha recebido a governancia sobre a nova colônia chamada de Nova Toledo, Almagro frustara-se por não encontrar nenhuma civilização nem metais preciosos.

Pedro de Valdívia

Só quatro anos mais tarde os espanhóis tentaram uma segunda incursão. Dessa vez desceram o litoral, sob o comando de Pedro de Valdívia, passaram pelo Atacama e ocuparam uma parte do norte. Preocupado com a resistência oferecida pelos índios, Valdívia reforçou seu exército antes de seguir para o sul, onde fundou algumas vilas, como La Serena (1544), Concepción (1550), La Imperial (1552), Valdívia (1552), Villarica e Los Confines (1553). Apesar do sucesso, defrontou-se com os aguerridos índios mapuches.

A resistência dos nativos

O conquistadora cabou sendo ferido e morto nos combates. A oposição dos nativos comprometeu até o fim do século XVIII os esforços de colonização do Chile, prejudicada também por violentos terremotos, como o que destruiu La Imperial, Villarrica, Valdívia e Castro. (Houve vários, em 1647, 1657, 1730).

O período colonial

A base econômica da dominação ibérica era a encomienda. O rei entregava uma área a um súdito e este deveria converter os nativos do lugar ao cristianismo e fazê-los trabalhar na propriedade. O propósito dos missionários ocultava a escravidão disfarçada representada por esse sistema. A herança das encomiendas foi a enorme concentração de terras. Os grandes latifúndios ficaram em mãos de uns poucos proprietários, situação que perdurou até a segunda metade do século XX e gerou grandes desigualdades sociais.

Uma capitania isolada

Embora o país fosse uma capitania geral com um governador, o rei Felippe II encarregou o vice-rei do Peru de vigiá-lo, dependência que durou até 1798. Além das lutas contra os índios na chamada Guerra do Arauco, os espanhóis tiveram que enfrentar incursões de corsários ingleses no século XVI. Essa situação e o fato de o Chile encontrar-se fora das principais rotas marítimas fizeram da capitania uma das colônias espanholas mais pobres e sempre dependente do Peru para abastecer-se. Mesmo o comércio pelo porto de Buenos Aires era proibido, embora a proibição nem sempre fosse respeitada.

No século XVII, as mais principais exportações chilenas (para o Peru) eram o couro e carne-seca. Somente uma centena de anos mais tarde desenvolveu-se a mineração de ouro, prata e principalmente cobre e o cultivo do trigo, também exportado para o Peru.
Muito importante para a economia do país foi o contrabando, praticado por navios franceses, ingleses e norte-americanos.

História do Chile – veja outros tópicos

História do Chile

Da Pré-História à ocupação espanhola  O sentimento nativista e a independência
A questão social no Chile  A primeira metade do século XX
O auge da Guerra Fria – Salvador Allende • A ditadura Pinochet: 40 mil mortos
O fim no nostálgico da ditadura Pinochet  O Chile do Século XIX

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde se hospedar no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

golpe-de-estado-chile

Sumário do guia  • Índice remissivo do guia GTB Chile

Um 11 de setembro ainda mais mortal do que o de New York

O golpe

Na manhã de 11 de setembro tropas da Marinha ocuparam a cidade de Valparaíso. Era o sinal para o golpe.
A maioria das pessoas considera o dia 11 de setembro como um dia maldito, pensando no ignóbil atentado terrorista contra Nova York, que matou mais de 3 mil pessoas. Entretanto, um 11 de setembro muito pior foi o chileno. O golpe, realizado com total apoio do governo americano de Nixon, provocou a morte de cerca de 30 mil pessoas em 17 anos de ditadura.

Salvador Allende

Salvador Allende Gossens nasceu em 26 de junho de 1908 na cidade de Valparaíso, ao norte de Santiago, no seio de uma família de classe média. Seu pai era advogado. O jovem Allende ingressou na Faculdade de Medicina da Universidad de Chile, onde se engajou na ala esquerda do movimento estudantil. Posteriormente tornou-se também membro da maçonaria. Em 1933 foi um dos fundadores do Partido Socialista e mais tarde ministro da Saúde durante o governo da Frente Popular.

Casou-se em 1940 com Hortensia Bussi Soto. Dessa união resultaram três filhas: Paz, Isabel e Beatriz. Em 1945 foi eleito senador. Candidato à presidência, foi derrotado nas eleições de 1952, 1958 e 1964. Persistente, conseguiu ser eleito em 1970.
Governou o país até o golpe militar de 11 de setembro de 1973. Idealista, tentou implantar no Chile reformas de cunho socialista por meios democráticos, num dos momentos mais difíceis da Guerra Fria, quando ocorria intensa intromissão de americanos e russos no que consideravam seus “quintais” ou áreas de influência.

O ultimatum

Pela manhã do dia 11 Allende recebeu uma mensagem de Pinochet e outros generais, intimando-o a se render. O presidente, isolado no Palácio de la Moeda recusou-se. Enquanto tanques avançavam rumo ao Palácio, a Confederação Única dos Trabalhadores conclamou os chilenos à resistência. O fato é que o povo estava muito dividido. Embora tenha havido resistência popular, com franco-atiradores que apoiavam o governo enfrentando as tropas do exército, não havia muito mais a ser feito. Um pouco antes do meio-dia aviões bombardearam o Palácio de la Moneda. Allende resistiu com alguns companheiros até o fim e acabou se suicidando.

Nixon e Kissinger: “Acabe com eles”

No final da tarde a Junta Militar assumiu o poder. O congresso nacional e os partidos políticos foram fechados. A imprensa foi censurada. Teve início uma das mais cruéis ditaduras sul-americanas. Enquanto milhares de opositores políticos foram presos no Estádio Nacional de Santiago e massacrados, Pinochet recebia uma mensagem de Nixon e Kissinger: “Acabe com eles!”. Nem era preciso, a direita militar chilena fez o serviço direitinho: 300 mil pessoas foram presas, 35 mil selvagemente torturadas, pelo menos 3 mil assassinadas nos primeiros dias do golpe e mais de 30 mil (considerando-se também os “desaparecidos”) durante o regime Pinochet.

O 11 de setembro chileno

Colocado em uma transição histórica, pagarei com minha vida a lealdade do povo. E vos digo que tenho a certeza de que a semente que entregaremos à consciência de milhares e milhares de chilenos não poderá ser cegada definitivamente. Trabalhadores de minha Pátria! Tenho fé no Chile e em seu destino. Superarão outros homens nesse momento cinza e amargo, onde a traição pretende se impor. Sigam vocês sabendo que, muito mais cedo que tarde, se abrirão de novo as grandes alamedas por onde passe o homem livre, para construir uma sociedade melhor.” Salvador Allende, 11 de setembro de 1973.

Informações práticas

Como ir ao Chile

Veja passagens aéreas e pacotes

Hotéis no Chile: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Santiago: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar