Estátua da Liberdade, símbolo de Nova York

A Estátua da Liberdade: uma das maiores atrações de New York

Ir à Estátua da Liberdade (Statue of Liberty) por mais que seja hiper “turístico”, é um passeio que você não deve perder em Nova York. É por isso que cerca de 5 milhões de pessoas visitam a estátua a cada ano. Erguida na Liberty Island, uma ilhota ao sul de Manhattan, a estátua foi presente dos franceses aos norte-americanos pelo centenário da independência dos Estados Unidos.

Desde sua inauguração em 1886, a Estátua da Liberdade é o mais expressivo símbolo não só nova-iorquino, mas também dos Estados Unidos. Ela foi incluída na lista do Patrimônio da Humanidade da UNESCO em 1984. O custo de sua construção alcançou 800 mil dólares, uma fortuna na época.

Como visitar a Estátua da Liberdade

Os barcos (ferry boats) para visitas à Liberty Island, onde fica a Estátua da Liberdade, e à Ellis Island partem de Battery Park South, de julho a setembro das 8h30 às 15h30, a cada 30 minutos, e nos demais meses do ano, das 9h30 às 15h15, a cada 45 minutos. Evite levar consigo pacotes e bolsas volumosas.

Cuidado com bilhetes falsos vendidos na rua. Compre sua passagem para o barco e o ingresso para visitar a estátua no guichê da Statue Cruises, no Battery Park, perto de onde partem os ferry boats. Esse ingresso dá direito a subir no pedestal. Do andar superior do pedestal, já se tem uma ótima vista de Nova York. Para visitar o topo da estátua, ou seja, a coroa, você precisa comprar ingresso online antecipadamente. São quase 150 degraus a mais do que a subida ao pedestal, o que dá no total cerca de 380 degraus. Do pedestal à coroa, a estrada é estreita e em caracol.

Em maio de 2019 foi inaugurado na Liberty Island um museu sobre a história da estátua. A visita é gratuita.

Veja todas as informações atualizadas para ir à Liberty Island e visitar a Estátua da Liberdade na página oficial da Estátua da Liberdade.

Uma estátua de 93m de altura

Com 46m de altura (93m contando-se o pedestal), a Estátua da Liberdade tem na mão esquerda a Declaração de Independência dos Estados Unidos e, na direita, uma tocha. Ela representa a Liberdade iluminando o mundo. A coroa de raios simboliza os sete mares e continentes. Aos pés da Estátua da Liberdade, visível apenas de longe, uma corrente quebrada alude ao fim da escravidão.

Para criar o rosto da Estátua da Liberdade, diz-se que o escultor Bartholdi se inspirou em sua própria mãe. (Freud talvez encontrasse uma explicação para a escolha.) Dê um Google e compare você mesmo os rostos da Dona Bartholdi e da estátua. Bartholdi nunca desmentiu a informação.

Uma mãozinha de Gustave Eiffel

O problema técnico de manter em pé uma estátua tão grande (só a cabeça da Estátua da Liberdade tem mais de 4m de altura) foi resolvido por Gustave Eiffel, criador da Torre Eiffel em Paris, que criou uma estrutura capaz de aguentar o pesado revestimento de bronze.

Antes de fazer a estátua no tamanho definitivo, Bartholdi construiu modelos menores da Estátua da Liberdade, um dos quais pode ser visto na Île des Cygnes, no rio Sena, em Paris.

Onde se hospedar em Nova York

Escolha e reserve seu hotel em Nova York