Ushuaia

Acessar o sumário | Acessar o Índice remissivo

Ushuaia, a cidade do fim do mundo

Ushuaia fica na Terra do Fogo, no extremo sul da América do Sul, a apenas 1.000 km da Antártida. É conhecida como “a Cidade do Fim do Mundo” por ser a mais meridional do planeta. É verdade que existe, ligeiramente mais ao sul, a base militar chilena de Puerto Williams. O suficiente para uma pequena polêmica: nosotros estamos más al sur que ustedes!

Mapa de Ushuaia

Como ir a Ushuaia

Avião

De Buenos Aires, são 3h40 de vôo. Alguns vôos têm escala em Río Gallegos. De Río Gallegos (1h) e de El Calafate (1h15) também existem vôos diretos. O Aeroporto Malvinas Argentinas fica a 4,5 km da cidade.

Veja passagens aéreas e pacotes

Carro

Para ir a Ushuaia de carro – uma aventura e tanto – você terá que seguir rumo ao sul pela RN 3 até Río Gallegos (600 km) e de lá ir até Punta Delgada, no Chile (com todos os trâmites burocráticos que isso implica), onde tomará uma balsa para atravessar o Estreito de Magalhães e chegar à Ilha Grande. Isso é feito em um ponto do estreito chamado Primera Angostura, que separa Punta Delgada, no continente, da Bahía Azul, na ilha. A travessia demora 20 minutos.Há barcos de hora em hora, das 8h30 às 23h. Há outro caminho, mais longo, via Punta Arenas, cruzando o estreito até Porvenir, com poucas partidas diárias. A travessia toma 2h30. Nem sempre se consegue lugar sem ter feito reserva. A companhia que opera ambos os trajetos é a chilena Tranbordadora Austral Broom, sediada em Punta Arenas, Chile.  Em qualquer caso, após desembarcar você deve seguir até San Sebastián, onde entrará novamente em território argentino, e tomar novamente a RN 3 até Ushuaia, via Río Grande.

Ônibus

Não é fácil ir a Ushuaia de ônibus. De Buenos Aires, a viagem é longa (o caminho mais direto é via Río Gallegos). De lá são mais ou menos 10h de viagem até Ushuaia, passando pelo território chileno. Não vale a pena, exceto se você tiver muito tempo. De El Calafate, você terá também que passar por Río Gallegos.

Hospedagem

A região central, não longe do porto, é perfeita pra se hospedar. Evite lugares afastados, mesmo porque Ushuaia tem ladeiras cansativas.

Escolha e reserve seu hotel em Ushuaia

Vídeo sobre Ushuaia

Melhor época

De preferência a viagem deve ser feita de dezembro a fevereiro, quando as temperaturas podem alcançar com sol e sem vento) até 20°C. Mas é altamente provável que 15 minutos depois, de começar a ventar, os termômetros marquem apenas 7°C ou 8°C… Por isso mesmo, inclusive no verão, é preciso levar roupas bem quentes. No inverno, os termômetros alcançam facilmente 10°C ou 15°C negativos. Caso você vá para Ushuaia no auge do verão, chamará sua atenção a longa duração do dia. Só escurece por volta das 23h e lá pelas 2h ou 3h da manhã, já está claro. Em compensação, no inverno, o sol não dá as caras antes das 10h da manhã. Que roupas levar? Consulte o tópico Bagagem.

Atrações turísticas em Ushuaia

Fundada em 1862 pelo pastor Thomas Bridges, Ushuaia foi durante muitos anos um lugar escassamente povoado onde colonos europeus – a maioria deles ingleses – e argentinos foram se estabelecendo. No início da colonização, a região de Ushuaia, habitada pelos índios patagões, foi ocupada por criadores de carneiros ingleses que empreenderam uma verdadeira caça aos indígenas. Hoje os patagões praticamente desapareceram, mas você vê ainda algumas pessoas com traços índios.

No começo do século XX, Ushuaia foi o lugar escolhido para a construção de um presídio para oponentes políticos – uma espécie de Sibéria argentina – que recebeu também, posteriormente, presos comuns. O difícil acesso fazia com que o presídio fosse de “segurança máxima”.
O frio intenso da região, agravado pelo vento vindo da Antártida, faz dessa cidade um lugar a ser visitado de outubro a abril, exceto por aqueles cuja intenção é fazer esportes de inverno

Museo Penitenciario e Museo Naval

Gob. Paz, esq. c/ Yaganes. O presídio de Ushuaia, inagurado em 1902, funcionou até 1946. Tinha 5 pavilhões com 76 celas individuais (bem melhor do que a Casa de Detenção de São Paulo!). Na época, os prisioneiros, que trabalhavam na construção civil ou no corte e transporte de madeira, podiam levar suas famílias para Ushuaia, que contava com pouquíssimos moradores. A cidade recebeu presos políticos, como o anarquista Radowitzky, que jogou uma bomba dentro do carro de um delegado, matando-o.

Anualmente, durante 20 dias, perto da data do assassinato do chefe de polícia, o preso passava a pão e água! A prisão recebeu também presos comuns famosos como Cayetano Santos Godino, o primeiro serial killer argentino conhecido, que iniciou sua “carreira” aos 16 anos assassinando outros meninos em Buenos Aires. Sinta o clima do lugar (é impossível deixar de imaginar como era na época em que abrigava dezenas de presos. No mesmo prédio funciona o pequeno Museu da Marinha, com miniaturas de barcos a vela e a vapor de diferentes épocas e fotos de expedições que percorreram a Terra do Fogo.

Tren del Fin del Mundo

RN 3. A 8 km de Ushuaia. Esse trenzinho histórico é uma reconstituição daquele construído com a mão-de-obra de prisioneiros e utilizado por eles para ir cortar madeira. O passeio, que demora cerca de 2h, atravessa o Parque Nacional da Terra do Fogo. Embora turístico, é claro, não deixa de ser pitoresco (ou melhor, se não fosse pitoresco, não seria turístico!). Enfim, é uma pequena viagem no tempo, sem contar que as paisagens são de fazer cair o queixo. Há duas classes turísticas, a primeira e a presidencial, bem luxuosa. Tren del Fin del Mundo

Museo del Fin del Mundo

End. Calle Maipú, 175. Abre de outubro a março das 10 às 18h e de abril a setembro das 12h às 19h. Ocupa o antigo prédio onde funcionou até 1978 o Banco de la Nación Argentina de Ushuaia. O acervo compreende uma boa variedade de objetos utilizados pelos colonizadores da região. Muitas peças foram recuperadas dos numerosos navios que encalharam ou afundaram no Canal de Beagle. Numa das salas pode ser vista a reprodução de um armazém dos anos 1930. O museu possui uma pequena seção de arqueologia que conta a história dos povos indígenas que ocuparam a Terra do Fogo.

Parque Nacional Tierra del Fuego

A 11 km de Ushuaia pela RN 3 pegando a direção de Lapataia. Você pode alugar um carro e ir por conta própria (a melhor opção) mas, a não ser que esteja em um pequeno grupo, sai mais caro do que pegar uma excursão. O Tren del Fin del Mundo também leva ao parque. O parque tem paisagens variadas, de lagos a vales profundos de onde se pode avistar picos nevados, e chega até praias em baías junto ao Canal de Beagle. Sua fauna, que conta com muitas espécies de aves, compreende mamíferos como o guanaco, o zorro fueguino e o huillin (lontra). Há trechos de floresta onde se pode ver diques construídos por castores, que transformam riachos em verdadeiras barragens artificiais. Dificilmente, porém, você verá algum desses bichos, de hábitos noturnos e que somem ao menor sinal de presença humana.

Inexistentes originalmente na Argentina, os castores foram “importados” do Canadá numa tentativa de comercializar suas peles. A iniciativa não deu certo por diferentes motivos. Os bichos se reproduziram como coelhos (ou como castores…) e sua população cresceu tanto que acabou causando problemas ao meio ambiente, pois começaram a construir diques em tudo quanto é canto, provocando inundações. Se você for fazer o passeio por conta própria, peça um mapa do parque no escritório oficial de turismo e informe-se sobre as condições das estradas. Em todo caso, procure não deixar de ver o Lago Roca e a linda Laguna Verde.

Lago Escondido e Lago Fagnano

A 60 km de Ushuaia pela RN 3. Há excursões a partir de Ushuaia. O Lago Escondido, aos pés do Paso Garibaldi, a 450m de altitude, e o Fagnano, um lago glacial, bem maior, de 100 km de comprimento, próximos um ao outro, oferecem vistas de extrema beleza; são verdadeiros espelhos d’água entre colinas. Só a paisagem pela estrada que atravessa um trecho dos Andes Fueguinos, nevados no inverno, já vale a aventura. Há excursões com veículos off-road que se embrenham na floresta, mas você pode ir por sua conta com um carro comum se for cauteloso: trechos junto a abismos devem ser percorridos com muito cuidado, principalmente se houver neve na estrada. O melhor lugar para tirar fotos panorâmicas é do mirador do Paso Garibaldi.

Estancia Harberton

A 85 km de Ushuaia; metade do caminho é de cascalho. Há excursões de ônibus, van ou barco a partir de Ushuaia. De importância histórica e situada em meio a um belíssimo quadro natural, esta foi a primeira estancia da Terra do Fogo, fundada no final do século XIX pelo missionário anglicano Thomas Bridges. Além de conhecer a sede da fazenda, pode-se visitar o Museo Acatushun, pequeno museu de história natural com esqueletos de aves e mamíferos marinhos da região.

Passeio de avião

Embora algumas agências reservem vôos, o passeio sobre o Canal de Beagle e pelas montanhas andinas ainda não é uma opção tão comum como as excursões de barco. O mais fácil é ir direto ao aeroclube e informar-se quanto às condições meteorológicas e ao preço. Obviamente, os preços cobrados, não muito baratos, dependem da duração dos vôos. A experiência é emocionante e proporciona vistas magníficas. É possível que você não tenha outra chance de ver, do alto, lugares assim. Os vôos são realizados em pequenos aparelhos monomotores. Se você sempre teve medo de avião, evite (ou tome coragem e cure-se para sempre!).

Centros de esportes de inverno

Na Terra do Fogo, perto de Ushuaia há diversas estações de esportes de inverno.

Dicas

Para cruzar para Punta Arenas, no Chile, utilize a RN 3 rumo ao norte até San Sebastian, onde você deve seguir em direção à cidade chilena de Porvenir e tomar o ferry. De carro, conte umas 7h ou 8h. Há ônibus que partem pela manhã de Ushuaia e chegam a Punta Arenas no final da tarde. A viagem seria mais rápida se as formalidades de fronteira não fossem, dos dois lados, freqüentemente demoradas. De Punta Arenas há ônibus para Puerto Natales.

Onde se hospedar em outras regiões da Argentina

Hotel na Argentina

Hotel em Buenos Aires • Hotel em Bariloche •  Hotel em Cafayate  
Hotel em Córdoba •  Hotel em El Calafate •  Hotel em El Chaltén •  Hotel em Jujuy
Hotel em Junin de los Andes •  Hotel em Las Leñas •  Hotel em Mendoza

Hotel em Puerto Madryn • Hotel em Humahuaca •  Hotel em San Rafael 
Hotel em Puerto Iguazú • Hotel em Rio Gallegos •   Hotel em Salta 
Hotel em San Martin de los Andes •  Hotel em Tilcara • Hotel em Ushuaia
Hotel em Villa La Angostura