Trilha Inca

Trilha Inca, foto Rat Racer _files

Trilha Inca: as novas dificuldades para percorrê-la

 

Percorrer a Trilha Inca está cada vez mais caro e complicado. A reserva deve ser providenciada com antecedência mínima de 30 dias por meio de uma agência de turismo credenciada. As autoridades limitaram o número de pessoas que podem transitar diariamente pela trilha, em razão dos danos causados ao patrimônio e do lixo que os visitantes deixam.

Como ir:

O governo peruano está limitando cada vez mais o número de pessoas autorizadas a percorrer a Trilha Inca. Por isso mesmo procure fazer uma reservar com uma companhia que oferece esse tipo de programa. Veja em “Operadoras”, em “Preparando a sua Viagem”

Você primeiro precisa chegar a Cusco para reservar.

Veja preços de pacotes e passagens aéreas para Cusco

Mapa da Trilha Inca

A melhor época:

Evite se possível o verão, época de chuvas torrenciais na região.

Nos locais mais baixos há mosquitos nos meses mais quentes, a estação chuvosa, o verão, a ser evitado, se possível. . Há carregadores que transportam o material de camping e comida, mas não a sua mochila, que será você (Si, usted, por supuesto!) quem terá que carregar morro acima.

Ver/conhecer

Agora, o lado bom. Ah, tem isso? Sim, tem. Você percorrerá um caminho construído antes que a tataravó de Colombo tivesse nascido e conhecerá a única verdadeira estrada inca inteiramente conservada, vivenciando a emoção de pisar nas mesmas pedras muitas vezes trilhadas pelos guerreiros do imperador. Verá, por todo o caminho, ruínas que a maioria dos turistas nunca chegará a conhecer. Será uma experiência inesquecível, que o fará conhecer seus próprios limites, ter contato com uma natureza quase intocada e avistar paisagens de tirar o fôlego. Finalmente, você entrará em Machu Picchu cedinho pela manhã, e poderá curtir a magia de um lugar especial, antes que ele seja invadido por uma multidão.

Vídeo sobre a Trilha Inca

Dicas : o que você precisa ter consigo

Para percorrer a Trilha Inca, leve lanterna, cantil, sapatos adequados, blusão impermeável, gorro, luvas, pastilhas de cloro para dissolver na água, remédio contra soroche, antiespasmódico, analgésico, antitérmico, anti-inflamatório, protetor solar, papel higiênico, lenços de papel, repelente contra insetos e toalha de banho. Se não tiver saco de dormir, alugue um em Cusco. Deixe sua bagagem no hotel (obviamente, se o local for seguro; caso contrário veja com a agência se há meios de guardá-la) e leve consigo apenas o que for realmente necessário. Embora as agências preparem as refeições nos acampamentos, biscoitos, chocolate e queijo podem ser úteis. Na primeira parte do caminho você pode encontrar alguns locais onde comprar água mineral e outros produtos; depois, complica. Informe-se com seu guia. Evite afastar-se demasiadamente do acampamento e não marque bobeira com suas coisas.

Uma aventura cada vez mais cara 

As agências (em princípio) se encarregam de comprar o bilhete de trem de Cusco até o começo da trilha (o famoso Km 88) e cuidam de tudo, mas os preços estão disparando.

Verifique se o programa combina com seu bolso, pois não é uma aventura muito barata: sai por uns US$ 380, eventualmente um pouco menos, e a entrada em Machu Picchu. Peça por escrito o que está de fato incluído no preço da expedição e o que você deve pagar à parte. Dê preferência a agências cadastradas no escritório oficial de turismo.

Conselhos de quem já a percorreu

É uma experiência única (ou para se fazer uma vez na vida apenas…). Em primeiro lugar: quem não tem competência, que não se estabeleça. Não é programa para qualquer um, e mais difícil do que percorrê-la é ter um chato do lado reclamando o tempo todo! Trata-se de uma marcha a pé de 40km, das proximidades de Cusco até Machu Picchu, com 3 noites passadas em acampamentos (nada de água quente ou de banheiros na maior parte do trajeto). A comida não é lá essas coisas e as subidas são cansativas em diversos trechos, em um dos quais se alcança uma altitude de mais de 4.100m, com todos os problemas que isso acarreta.

Você estará percorrendo um local histórico que pertenceu a uma civilização extinta: respeite-o. Não jogue lixo no chão. Para suas necessidades, inspire-se nos gatos: cave um pequeno buraco e cubra-o depois com terra.

Veja relato de viagem sobre a Trilha Incas

Matérias especiais sobre a conquista do Peru pelos espanhóis de Francisco Pizarro

Informação e cultura enriquecem sua viagem

Ouro Maldito com legenda

 

 

 

 

Antes dos Incas | A origem dos incas |   A estrutura social incaica

Lei e Moral incaicas | Curiosidades sobre os Incas |   O segredo do corte das pedras incas |

Ayullus, a base da sociedade incaica | A e xpansão do Império Inca

Os espanhóis chegam ao Peru | Huáscar e Atahualpa, os príncipes inimigos 

A tomada de Sacsayhuamán

O fim do Império Inca

*************

Informações práticas

Hotéis em Cusco

Escolha e reserve seu hotel em Cusco

Veja mais dicas e informações para sua visita a Machu Picchu.

Dicas sobre Machu Picchu

Maquina fotografica

O Peru em imagens Fotos dos lugares de especial interesse turístico.