Segurança em viagens
Café no bairro de Marais, Paris
Café no bairro do Marais

Segurança em viagens : nossas dicas

As novidades na Europa – Importante!

Fique muito atento em Paris e outras cidades ricas da Europa Ocidental. Meninas bem jovens da Europa Oriental – que, pelas leis francesas, por exemplo, não podem ser presas por furtos – estão agindo em grupo, em verdadeiras gangues. Elas nunca têm documento de identidade e sempre declaram ter 13 anos. Vestem-se muito bem. Portanto, vamos repetir: NUNCA coloque sua carteira no bolo de trás da calça. Guarde seu passaporte, cartão de crédito e dinheiro em bolsas internas, por dentro dentro da roupa. Não coloque nada de valor em bolsa de mão. Nunca tenha carteira ou bolsa na mão perto da porta nos vagões do metrô.

As meninas agem em geral em museus, mercados, meios de transporte e  outros locais públicos, como bares, restaurantes e cafés. Um dos truques que elas utilizam em aeroportos é  jogar água em pessoas que conversam distraidamente. Depois as meliantes olham para o teto como se houvesse ali uma goteira. Todos olham para cima também. Nesse meio tempo, as malas são furtadas.

Um detalhe: as vítimas são sempre turistas.  

Nossos conselhos básicos sobre segurança em viagens

• É ilusão imaginar que mesmo em países ricos você estará a salvo de algum tipo de violência: o turista é sempre um dos alvos preferenciais dos marginais.

• Em primeiro lugar, procure ser discreto. É verdade que no Marrocos ou na Índia você dificilmente será confundido com alguém do país, mas também não precisa estar com uma placa “sou turista” na testa, no gênero bermuda, camisa estampada, boné e filmadora.

• Nunca transporte o grosso de seu dinheiro nem seu passaporte e documentos importantes em bolsas a tiracolo. Você pode optar pela velha bolsa de tecido resistente, usada por dentro da roupa, fechada com zíper ou velcro e presa com um elástico resistente em volta da cintura. Por precaução, faça-a numa cor clara e anote nela seu nome e número de passaporte

• Deixe na carteira apenas pequenas somas em moeda do país para os gastos diários.

• Nunca coloque sua carteira no bolso de trás da calça ou bolsa de mão. Coloque-a no bolso da frente da calça, do blusão ou numa pochette de cintura. Esta, principalmente em lugares lotados, devem estar na frente, nunca na lateral.

• Em alguns países os batedores de carteira são tão hábeis que, sem exagerar demasiadamente, diríamos que conseguem roubar sua meia sem tirar a seu sapato! Leve consigo apenas o que for realmente necessário. Evite sair com documentos importantes e – se você não for fazer compras – cartões de crédito. Faça com que, se você for roubado, o prejuízo seja mínimo.

• O passaporte brasileiro é um atraente objeto de cobiça em muitos países, onde chega a ser vendido no mercado negro. Proteja-o. Se for possível, ande apenas com o xerox do passaporte e um cartão de visitas do hotel.

• Os cheques de viagem (ou cartões de débito, tipo Travel Money) são sua segurança. O que é realmente importante é nunca guardá-los junto com o recibo de compra nem com o passaporte.

• Muitos hotéis possuem cofres de segurança nos quartos ou na recepção: use-os para valores mais altos ou também para os cheques de viagem se você não se sente seguro em deixá-los dentro da mala, no quarto.

• A grande maioria dos furtos ocorre em locais em que há grande concentração de pessoas, como mercados, estações, ônibus, metrô e trens lotados. O roubo de bagagem também é comum nas estações e nos saguões de aeroportos. Fique de olho. Viajando de ônibus pela América do Sul e Ásia, cuidado com bagagem colocada nos compartimentos de carga nas paradas pelo caminho. Outro golpe clássico: ao chegar com as malas na portaria de um hotel, fique atento se três ou quatro pessoas entrarem simultaneamente. Pode ser que não sejam exatamente turistas… e enquanto você está ocupado falando com o recepcionista ou preenchendo sua ficha de hóspede, as malas desaparecem.

• Não ande a pé na rua em lugares desertos ou bairros tido como perigosos pela população local. Esse conselho é particularmente importante em grandes cidades, para pessoas sozinhas e para mulheres, mesmo que estejam em grupo.

• Desconfie de pessoas que o abordem para oferecer um táxi clandestino em um aeroporto ou estação.

• Nas praias, não abandone seus objetos na areia ao entrar na água.

• Cuidado com novas “amizades” e convites de estranhos em viagem. Isso vale duplamente para mulheres que estejam viajando sozinhas. Cuidado inclusive com paqueras, sobretudo em países onde existe o chamado turismo sexual.

• Se alugar automóvel, não deixe a bagagem visível dentro do veículo. Se isso for inevitável, estacione o veículo em um lugar seguro. Até mesmo no ultra tranquilo interior da França tivemos conhecimento de que uma turista brasileira, ao deixar a bolsa dentro do carro e descer alguns minutos para fotografar, teve a surpresa de ver a janela do veículo quebrada. Sua bolsa, claro, foi levada. Por sorte, passaporte, dinheiro, cartões de crédito e Iphone estavam com ela.