Sardenha
Sardenha, Itália
Sardenha, Itália

 

Sardenha: principais atrações

Cagliari • Sant’Antioco • Barumini • Oristano • Alghero • Sassari • Costa Esmeralda • Olbia • Nuoro

(Em italiano “Sardegna”), segunda maior ilha do Mediterrâneo, menor apenas do que a também italiana Sicília, tem resquícios arqueológicos que comprovam a presença do homem desde 1.700 a.C.. A partir da Antiguidade, foi ocupada por fenícios, cartagineses, romanos, pisanos e espanhóis, povos que imprimiram sua marca na cultura local. Curiosamente, os sardos conseguirem resistir às investidas dos mouros, que ocuparam boa parte do Mediterrâneo na Idade Média.

Mapa da Sardenha

O litoral sardo

A 180 km da costa da Península Itálica, na latitude aproximada de Roma, a Sardenha é um destino turístico muito procurado pelos próprios italianos e pelos europeus em geral, sobretudo no verão. O litoral sardo, cheio de pequenas baías, enseadas e ilhotas, impressiona por sua beleza, principalmente na Costa Esmeralda, no nordeste da ilha. A parte central do território sardo tem um relevo acidentado, formado por um emaranhado de cadeias de montanhas, pequenos vales e planaltos onde a natureza permanece praticamente intocada.

Dialeto próprio

A população, espalhada por aldeias – cujo acesso nem sempre é muito fácil – vive principalmente da agricultura e da criação de caprinos. Seus habitantes conservam um modo de vida tradicional e utilizam um dialeto tão particular que é improvável que você, mesmo que fale italiano, consiga entender uma alguma coisa… Não se preocupe, pois os italianos de outras regiões do país também não conseguem capire niente! As particularidades da Sardenha fazem da ilha um destino com um gostinho de aventura que você não encontrará facilmente em outros lugares da Itália.

Vídeo de turismo sobre a Sardenha

Como ir

Compare preços de passagens aéreas e faça sua reserva

Hotéis na Sardenhas

Escolha e reserve seu hotel na Sardenha

Como conhecer a Sardenha

Muita gente começa sua viagem pela Sardenha por Olbia (mais perto do continente) e alcança Cagliari, a 283 km dali, de carro, ônibus ou trem. A viagem de trem entre as duas cidades demora aproximadamente 4h.

Existem duas linhas de trem na ilha: a Ferrovia dello Stato (a estação em Cagliari fica no centro, perto do porto) e a Ferrovia della Sardegna (cuja estação fica na Piazza Repubblica). As ferrovias ligam as principais cidades da ilha. As viagens podem ser demoradas, quase sempre com baldeação em Ozieri. Existe ainda um trenzinho turístico a vapor que funciona somente na alta estação, chamado Trenino Verde (www.treninoverde.com).

A Azienda Regionale Sarda Trasporti tem ônibus entre as principais localidades. É aconselhável, ao chegar a um lugarejo, informar-se sobre os horários para o destino seguinte, pois as ligações entre algumas localidades limitam-se a poucas partidas diárias. Como muita gente desembarca em Olbia, existem linhas que partem do porto dessa cidade. Os ônibus de Cagliari para outras localidades da ilha partem da Piazza Matteotti.

É possível, sem dúvida, utilizar os transportes públicos para conhecer a Sardenha, mas o carro é a opção mais prática. Rodovias costeiam toda a ilha e atravessam pontos no interior. O acesso a lugares mais afastados nas montanhas pode ser cansativo e é recomendável manter o tanque abastecido. A principal estrada, que corta a ilha no sentido norte-sul, ligando Porto Torres a Cagliari, é a SS131. Ela se bifurca na altura de Abbassanta, levando a Nuoro e a Olbia.

Atrações na Sardenha

Cagliari

É a capital da ilha e sua principal cidade. Leia página exclusiva sobre Cagliari.

Sant’Antioco

De Cagliari (85 km), utilize a S195. Pequena ilha ligada à Sardenha por uma ponte construída pelos cartagineses. Foi ocupada por fenícios e romanos, servindo de porto e de base militar. Sant’Antioco possui uma zona arqueológica e um museu onde estão expostas peças que pertenceram a esses antigos povos, encontradas em escavações.

Barumini

De Cagliari (82 km), pegue a S131, depois a S197. Essa pequena cidade da província de Cagliari foi um importante reduto do povo nuraghe. Testemunhos desse período, as Su Nuraxi, a apenas 2 km de Barumini, são torres em formato circular, também conhecidas como nuraghe, construídas para defesa do território. As primitivas construções da Idade do Bronze passaram por modificações introduzidas pelos fenícios, cartagineses e romanos, que as aprimoraram, transformando-as em verdadeiras fortalezas. O que é curioso é que não se trata de meras torres, mas de um sistema de defesa extremamente complexo. Elas foram incluídas no Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e não têm similares em nenhum lugar do mundo.

Oristano

De Cagliari (104 km), pegue a S131. A principal cidade da costa oeste da Sardenha foi um ducado governado por Eleonora di Arborea, heroína sarda da era medieval, uma das mais extraordinárias mulheres da história italiana. Entre seus legados está a Carta de Logu, provavelmente o mais avançado código da Idade Média, com leis que estipulavam certos direitos das mulheres, como indenização em caso de estupro. (Isso hoje nos parece uma punição branda para um crime tão grave, mas na época foi um grande progresso!) A cidade, que conserva com carinho as lembranças de sua patrona, como a Casa di Eleonora, tem alguns antigos edifícios e monumentos: a Torre di San Cristoforo, do final do século XIII; o Duomo, reconstruído no século XVIII em estilo barroco; igrejas do século XIV, como San Martino, Santa Chiara e, a poucos quilômetros do centro, Santa Giusta, do século XII, com detalhes lombardos e pisanos.
Cidade de Oristano. Oficial.

Alghero

De Olbia (137 km) utilize a S199 e a S127b. De Cagliari (257 km) utilize a S131 e a S127b. Não se engane: apesar da forte influência da cultura catalã, trazida pelos colonizadores espanhóis, Alghero fica na Itália! Os catalães deixaram marcas no idioma, na arquitetura e nos costumes, o que a tornou uma típica cidade espanhola em plena Itália. Não é à toa que Alghero também é conhecida como a “Barceloninha da Sardenha”. Um símbolo da herança arquitetônica desse período é o Duomo gótico-catalão de 1503. Outra atração da cidade são as fortificações que circundam todo o porto, encerrando ruelas que lembram um burgo medieval.

Grotta di Nettuno

A aproximadamente 24 km de Alghero está a Grotta di Nettuno, imensa gruta de 2.500m de extensão, com galerias, “salas” com curiosas formações calcáreas e lagos de águas cristalinas. Pode-se ir por terra, o que implica descer uma falésia pela Escala del Cabirol, uma escadaria de 650 degraus – e, o que é pior, ter que subir de volta! A melhor opção é pegar um barco (1h) no porto, perto das fortificações.

Grotta Verde

Nas proximidades há outra gruta, a Grotta Verde, acessível unicamente por mar. Na estrada entre o Golfo de Alghero e o Golfo de Porto Conte fica o nuraghe Palmacera, um conjunto menor e menos importante do que as Su Nuraxi de Barumini, que merece ser visitado por quem não teve oportunidade de conhecer aquelas. <comp./> www.comune.alghero.ss.it Cidade de Alghero. Oficial.

Sassari

De Olbia (100 km) pegue a S199. De Cagliari (220 km), utilize a S131. A segunda maior cidade da ilha foi importante na Idade Média e ainda mantém muitos traços deste período. No centro de Sassari existe um pequeno núcleo formado por um conjunto de igrejas, torres e ruelas medievais, com destaque para o Duomo que, mesmo tendo sofrido reformas, conserva características góticas em seu interior.

No Museo Archeologico Nazionale há um rico acervo de peças arqueológicas da era nuraghe e uma pinacoteca com telas de artistas sardos e toscanos. A cidade recebe muitos visitantes durante a Cavalcata Sarda, festividade que ocorre geralmente no final do mês de maio, quando acontecem procissões e espetáculos de música e de danças típicas, terminando com uma grande corrida de cavalos pelas ruas estreitas do centro. A 17 km de Sassari, na direção de Cagliari pela S131, isolada na paisagem, fica a pequena igreja de Santissima Trinità de Saccargia, do século XII, em estilo pisano, construída com pedras brancas e negras. No seu interior há afrescos em estilo bizantino pintados no século seguinte.  Cidade de Sassari. Oficial.

Costa Esmeralda

Região situada na costa nordeste da ilha, é o refúgio de milionários de todo o mundo (que, como você sabe, só gostam de lugares realmente bonitos…). As águas de cor verde-esmeralda deram nome ao atraente lugar. Reduto quase selvagem, só foi descoberto há poucas décadas, depois que o príncipe Aga Khan construiu ali um complexo turístico. Localidades como Arzachena, Cannigione, Baja Sardinia e Porto Cervo são verdadeiros centros de lazer e entretenimento, onde o que não falta é boa comida, praias espetaculares, hotéis de alto nível, diversão em cassinos e noites animadas. No verão tudo lota; evite a alta temporada (a não ser que esteja em busca de agito!).

Olbia

A 283 km de Cagliari. Acessível de barco a partir de Civitavecchia, perto de Roma (4h a 8h). Cidade portuária localizada na província de Sassari, que não possui grande interesse turístico, mas é uma das principais portas de entrada da ilha. Seu porto serve também como ponto de partida para quem pretende visitar a Costa Esmeralda. Se você for passar algumas horas na cidade, aproveite para visitar a igreja românica de San Simplicio, talvez a mais bonita de toda a região.

Nuoro

De Olbia (104 km), pegue a S125 e a S131d. Localiza–se na parte central da ilha, próxima a Barbagia, entre as montanhas Ortobene e Gennargentu. É um local de difícil acesso e, talvez por isso, conservou muito de suas antigas tradições. O Museo della Vita e delle Tradizioni Popolari Sarde reúne objetos, trajes típicos e documentos que retratam o modo de vida sardo. Na popular festa da Sagra del Redentore, na última semana de agosto, há danças e outras manifestações ligadas ao folclore local. Outra festa curiosa é a dos Mamuthones di Mamoiada: os prisioneiros mamuthones (“mouros”) mascarados são amarrados com um laço, deslocando-se num passo que lembra uma dança. A 9 km de Nuoro fica o Monte Ortobene, visitado em razão da linda vista que se tem do alto. Nuoro  Oficial.

Estradas panorâmicas

Quem estiver de carro não deve deixar de percorrer as estradas panorâmicas da costa leste da Sardenha, de Dorgali a Arbatax e de Muravera a Cagliari. Elas atravessam zonas arqueológicas, florestas e lindas paisagens de montanha.

A Itália em imagens

Maquina fotograficaÁlbum fotográfico com dezenas de fotos da Itália separadas em slide-shows  sobre a as regiões mais interessantes do país.

 

Centro da Itália em Imagens

Sul da Itália em imagens

Norte da Itália em imagens