Santiago do Chile

Sumário ChileÍndice remissivo do guia GTB Chile

Santiago do Chile, uma capital aos pés dos Andes

No centro do Chile, fica Santiago, a capital política, administrativa, econômica e cultural do país. Em Santiago, uma cidade agradável e moderna, grande sem ser uma megalópole, ficam os mais importantes museus chilenos, teatros, bares, restaurantes, lojas.
Santiago espreme-se entre a Cordilheira dos Andes e a Cordilheira da Costa, mais baixa, ocupando um vale cortado pelo rio Mapocho. Dois cerros (colinas) destacam-se na paisagem urbana quase toda plana: o San Cristóbal e o Santa Lucía.

Em suas vizinhanças localizam-se algumas das atrações mais procuradas pelos brasileiros. As estações de esporte de inverno Valle Nevado, El Colorado, Farellones e Lagunillas e as diversas vinícolas abertas à visitação, como a Concha y Toro e a Cousiño Macul.

Mapa de Santiago de Chile

Como ir

 Avião

Veja detalhes em Chile.

Veja passagens aéreas e pacotes

 Ônibus

A cidade de Santiago de Chile recebe ônibus de todo o país, da Argentina e mesmo do Brasil, diretos. Cuidado apenas para não se confundir: existem na capital chilena quatro terminais de onde chegam e parte os ônibus (omnibuses, em espanhol).

Terminal rodoviário Alameda: Av. Bernardo O’Higgins 3570, metrô Universidad de Santiago. Serve vários destinos;. Para Valparaíso e Viña del Mar parte ônibus a cada 15 minutos. Telefone: (2) 7762424

Terminal rodoviário Santiago (ex Terminal Sur): Alameda e Nicasio Retamales, a 150 mt ao oeste do terminal rodoviário Alameda; todas as empresas fazem viagens à costa, ao sul e a destinos internacionais. Telefone: (2) 3761750

Terminal rodoviário Los Héroes: Tucapel Jiménez e Alameda, perto da estação de metrô Los Héroes; várias empresas com destino ao norte do país. Telefone: (2) 4200099

Terminal rodoviário San Borja (ex Terminal Norte): San Borja e Alameda, perto da estação de trem Estación Central: ao norte do país e dentro da região Metropolitana. Telefone: (2) 7760645

 Hospedagem

No centro do Chile fica Santiago, a capital política, administrativa, econômica e cultural do país. Em Santiago, uma cidade agradável e moderna, grande sem ser uma megalópole, é a mais populosa e importante cidade do país.

As opções de hospedagem

Escolha e reserve seu hotel em Santiago do Chile: seleção por categorias

Melhor época

Santiago do Chile pode ser visitada em qualquer época do ano. Mas para quem vai praticar esportes de inverno, o ideal é junho ou agosto. Em julho também se pode esquiar, mas é a alta estação e está tudo lotado e caro.

Atrações turísticas em Santiago

Centro Histórico – As principais atrações culturais e e históricas de Santiago ficam em seu centro histórico, a parte mais interessantes da cidade. Aliás, procurar hospedar-se no centro histórico de Santiago é uma boa ideia. Você está perto de tudo: atrações, comércio, escritório de informações turísticas, bons restaurantes, bares, lojas etc. Saiba mais sobre as atrações no centro histórico de Santiago.

Barrio París Londres – É um minibairro projetado em 1922. Agradável de passear, possui construções e mansões de diferentes estilos: clássico, neoclássico, renascentista etc. Uma salada, mas que bela salada! Um bom lugar para almoçar ou tomar café.

Cerro Santa Lucía – (Alameda, altura do número 500) Destaca-se no meio da agitação de Santiago como um oásis de paz e tranquilidade. Sua situação elevada foi aproveitada por Pedro de Valdívia para resistir aos ataques dos mapuches. Foi transformado em parque em 1871 pelo prefeito Benjamin Vicuña, que mandou construir escadarias e embelezou o local com jardins, fontes e estátuas.

Torre Mirador – Quem sobe até  alto  pode apreciar uma vista panorâmica da cidade. Na Calle Santa Lucía esquina com a Huérfanos há um elevador (que nem sempre funciona!) até o jardim circular, no alto. Junto do Cerro Santa Lucía fica o bairro Lastarría, uma pequena região em volta da Calle Lastarría, cheia de lojinhas, pequenas galerias de arte, cafés e restaurantes. Na Plaza Mulato Gil de Castro funciona, às quinta-feiras e sábados, uma feira de antiguidades.

Barrio Bellavista – O bairro, junto do Cerro San Cristobán, é um dos mais agradáveis de Santiago, com suas casinhas coloridas. As ruas de maior interesse são a Fernando Márquez de la Plata, a Avenida Bellavista, a Calle Constituición e Avenida Pio Nono. É onde se concentra o buxixo à noite, com uma infinidade de barzinhos, pequenos restaurantes, danceterias e cafés. Bellavista não é um bairro gay, mas é onde há mais tolerância e é o preferido do público GLS.

La Chascona –  Foi comprada por Pablo Neruda em 1955. Era onde ele se instalava quando ia a Santiago. A casa foi bastante modificada depois de sua aquisição, e muitos detalhes foram criação do poeta, como portas secretas e escadarias.  A casa foi saqueada e parcialmente destruída por elementos da extrema-direita após o golpe de Estado de Pinochet e da morte do poeta. Hoje, transformada em fundação, ela abriga a maior parte dos objetos de arte, quadros e esculturas comprados por Neruda, livros e mesmo objetos pessoais do escritor. La Chascona

Cerro San Cristóbal – Situado a 880 m de altitude, fica a 300 m acima do centro histórico e oferece uma das mais belas vistas da cidade. Faz parte do Parque Metropolitano de Santiago, um pulmão verde no centro da capital, ocupado por jardins e árvores. Suas rampas de acesso têm inclinação suave. O mais agradável, entretanto, é tomar o funicular que parte da Plaza Caupolicán (em frente à Calle Pio Nono junto ao bairro de Bellavista) e vai até a Estacíon Superior, próximo da estátua de la Virgen, passear pelos caminhos do parque e descer pelo teleférico até a Estación Cumbre.

Barrio Concha y Toro – Entre Brasil e Maturana. Este era um dos bairros burgueses de Santiago da década de 1920, com uma arquitetura inspirada nas regiões nobres de capitais europeias, como Paris. Os chilenos ricos que habitavam o bairro mudaram-se faz tempo, mas os belos palacetes continuam lá, como testemunho de uma época.

Museo Interactivo – Esse é outro museu voltado para a ciência, com experiências interativas surpreendentes, que agradarão às crianças, até àquelas de cabelos brancos. Cada sala aborda um tema diferente: luz, ecologia, física, água etc. Museo Interactivo

Visita às vinícolas próximas a Santiago -Embora você possa visitá-las por conta própria, de carro, essa não é a melhor opção. Normalmente é preciso reservar e o staff que acolhe os visitantes dedica mais sua atenção aos grupos do que às pessoas isoladas. É possível reservar a visita às vinícolas com seu agente de viagens no Brasil ou com agências em Santiago.

Vida noturna – Santiago não oferece ao visitante uma vida noturna tão intensa quanto a de Buenos Aires, mas tem bairros bem animados, com barzinhos, danceterias cheias de gente bonita e cafés lotados nos finais de semana. É lá que estão os restaurantes mais sofisticados do país, onde se pode experimentar o melhor da gastronomia chilena e da alta cozinha internacional.

Informações práticas

Onde se hospedar em outros lugares no Chile

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

Maquina fotografica

O Chile em imagens  Fotos dos lugares de especial interesse turístico.

 

 

Informação sobre os guias da série GTB (Guia do Turista Brasileiro)

Capa chile para chamada guia online

Os guias GTB impressos não estão mais à venda…
Enquanto isso, confira todo o conteúdo completo e atualizado do guia impresso, substituído pelo  Guia GTB ON Line Chile, gratuito, e com dezenas de fotos. Basta ter sinal de internet no local onde você estiver.

 

Links afins