Santiago do Chile

Santiago do Chile, uma capital aos pés dos Andes

No centro do Chile, fica Santiago, a capital política, administrativa, econômica e cultural do país. Em Santiago, uma cidade agradável e moderna, grande sem ser uma megalópole, ficam os mais importantes museus chilenos, teatros, bares, restaurantes, lojas.
Santiago espreme-se entre a Cordilheira dos Andes e a Cordilheira da Costa, mais baixa, ocupando um vale cortado pelo rio Mapocho. Dois cerros (colinas) destacam-se na paisagem urbana quase toda plana: o San Cristóbal e o Santa Lucía.

Em suas vizinhanças localizam-se algumas das atrações mais procuradas pelos brasileiros. As estações de esporte de inverno Valle Nevado, El Colorado, Farellones e Lagunillas e as diversas vinícolas abertas à visitação, como a Concha y Toro e a Cousiño Macul.

Mapa de Santiago de Chile

Como ir

 Avião

Veja detalhes em Chile.

Veja passagens aéreas e pacotes

 Ônibus

A cidade de Santiago de Chile recebe ônibus de todo o país, da Argentina e mesmo do Brasil, diretos. Cuidado apenas para não se confundir: existem na capital chilena quatro terminais de onde chegam e parte os ônibus (omnibuses, em espanhol).

Terminal rodoviário Alameda: Av. Bernardo O’Higgins 3570, metrô Universidad de Santiago. Serve vários destinos;. Para Valparaíso e Viña del Mar parte ônibus a cada 15 minutos. Telefone: (2) 7762424

Terminal rodoviário Santiago (ex Terminal Sur): Alameda e Nicasio Retamales, a 150 mt ao oeste do terminal rodoviário Alameda; todas as empresas fazem viagens à costa, ao sul e a destinos internacionais. Telefone: (2) 3761750

Terminal rodoviário Los Héroes: Tucapel Jiménez e Alameda, perto da estação de metrô Los Héroes; várias empresas com destino ao norte do país. Telefone: (2) 4200099

Terminal rodoviário San Borja (ex Terminal Norte): San Borja e Alameda, perto da estação de trem Estación Central: ao norte do país e dentro da região Metropolitana. Telefone: (2) 7760645

 Hospedagem

No centro do Chile fica Santiago, a capital política, administrativa, econômica e cultural do país. Em Santiago, uma cidade agradável e moderna, grande sem ser uma megalópole, é a mais populosa e importante cidade do país.

As opções de hospedagem

Escolha e reserve seu hotel em Santiago do Chile: seleção por categorias

Melhor época

Santiago do Chile pode ser visitada em qualquer época do ano. Mas para quem vai praticar esportes de inverno, o ideal é junho ou agosto. Em julho também se pode esquiar, mas é a alta estação e está tudo lotado e caro.  Veja mais detalhes sobre a melhor época para visitar o Chile.

Atrações turísticas em Santiago

Centro Histórico

As principais atrações culturais e e históricas de Santiago ficam em seu centro histórico, a parte mais interessantes da cidade. Aliás, procurar hospedar-se no centro histórico de Santiago é uma boa ideia. Você está perto de tudo: atrações, comércio, escritório de informações turísticas, bons restaurantes, bares, lojas etc. Saiba mais sobre as atrações no centro histórico de Santiago.

Barrio París Londres

É um minibairro projetado em 1922. Agradável de passear, possui construções e mansões de diferentes estilos: clássico, neoclássico, renascentista etc. Uma salada, mas que bela salada! Um bom lugar para almoçar ou tomar café.

Cerro Santa Lucía

(Alameda, altura do número 500) Destaca-se no meio da agitação de Santiago como um oásis de paz e tranquilidade. Sua situação elevada foi aproveitada por Pedro de Valdívia para resistir aos ataques dos mapuches. Foi transformado em parque em 1871 pelo prefeito Benjamin Vicuña, que mandou construir escadarias e embelezou o local com jardins, fontes e estátuas.

Torre Mirador

Quem sobe até  alto  pode apreciar uma vista panorâmica da cidade. Na Calle Santa Lucía esquina com a Huérfanos há um elevador (que nem sempre funciona!) até o jardim circular, no alto. Junto do Cerro Santa Lucía fica o bairro Lastarría, uma pequena região em volta da Calle Lastarría, cheia de lojinhas, pequenas galerias de arte, cafés e restaurantes. Na Plaza Mulato Gil de Castro funciona, às quinta-feiras e sábados, uma feira de antiguidades.

Barrio Bellavista

O bairro, junto do Cerro San Cristobán, é um dos mais agradáveis de Santiago, com suas casinhas coloridas. As ruas de maior interesse são a Fernando Márquez de la Plata, a Avenida Bellavista, a Calle Constituición e Avenida Pio Nono. É onde se concentra o buxixo à noite, com uma infinidade de barzinhos, pequenos restaurantes, danceterias e cafés. Bellavista não é um bairro gay, mas é onde há mais tolerância e é o preferido do público GLS.

La Chascona

Foi comprada por Pablo Neruda em 1955. Era onde ele se instalava quando ia a Santiago. A casa foi bastante modificada depois de sua aquisição, e muitos detalhes foram criação do poeta, como portas secretas e escadarias.  A casa foi saqueada e parcialmente destruída por elementos da extrema-direita após o golpe de Estado de Pinochet e da morte do poeta. Hoje, transformada em fundação, ela abriga a maior parte dos objetos de arte, quadros e esculturas comprados por Neruda, livros e mesmo objetos pessoais do escritor. La Chascona

Cerro San Cristóbal

Situado a 880 m de altitude, fica a 300 m acima do centro histórico e oferece uma das mais belas vistas da cidade. Faz parte do Parque Metropolitano de Santiago, um pulmão verde no centro da capital, ocupado por jardins e árvores. Suas rampas de acesso têm inclinação suave. O mais agradável, entretanto, é tomar o funicular que parte da Plaza Caupolicán (em frente à Calle Pio Nono junto ao bairro de Bellavista) e vai até a Estacíon Superior, próximo da estátua de la Virgen, passear pelos caminhos do parque e descer pelo teleférico até a Estación Cumbre.

Barrio Concha y Toro

 Entre Brasil e Maturana. Este era um dos bairros burgueses de Santiago da década de 1920, com uma arquitetura inspirada nas regiões nobres de capitais europeias, como Paris. Os chilenos ricos que habitavam o bairro mudaram-se faz tempo, mas os belos palacetes continuam lá, como testemunho de uma época.

Museo Interactivo

Esse é outro museu voltado para a ciência, com experiências interativas surpreendentes, que agradarão às crianças, até àquelas de cabelos brancos. Cada sala aborda um tema diferente: luz, ecologia, física, água etc. Museo Interactivo

Visita às vinícolas próximas a Santiago

Embora você possa visitá-las por conta própria, de carro, essa não é a melhor opção. Normalmente é preciso reservar e o staff que acolhe os visitantes dedica mais sua atenção aos grupos do que às pessoas isoladas. É possível reservar a visita às vinícolas com seu agente de viagens no Brasil ou com agências em Santiago. Saiba mais sobre as vinícolas próximas a Santiago.

Vida noturna

Santiago não oferece ao visitante uma vida noturna tão intensa quanto a de Buenos Aires, mas tem bairros bem animados, com barzinhos, danceterias cheias de gente bonita e cafés lotados nos finais de semana. É lá que estão os restaurantes mais sofisticados do país, onde se pode experimentar o melhor da gastronomia chilena e da alta cozinha internacional. saiba mais sobre a vida noturna em Santiago do Chile.

Informações práticas

Onde se hospedar em outros lugares no Chile

Escolha e reserve seu hotel em La Sereña: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Pucón: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Natale: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Puerto Vara: seleção por categoria

Escolha e rserve seu hotel em Punta Arenas: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em San Pedro de Atacama: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Torres del Paine: seleção por categoria

Escolha e reserve seu hotel em Valdívia

Escolha e reserve seu hotel em Valparaíso

Escolha e reserve seu hotel em Viña del Mar

Maquina fotografica

O Chile em imagens  Fotos dos lugares de especial interesse turístico.