Os italianos

Os italianos

Talvez mais do que qualquer outro povo europeu, os italianos são bem diferentes em cada região. Eles mesmos acham isso! Em alguns casos, os dialetos locais são tão particulares que um italiano de Milão tem dificuldade em entender o dialeto de Nápoles. Ainda hoje, os italianos na fronteira com a Áustria falam alemão, enquanto os do Piemonte falam francês.

União nacional tardia

Acontece que a união nacional tardia preservou, de certa forma, tradições e dialetos locais, bem como um certo orgulho chauvinista no que se refere à cidade e não ao país. É o chamado campanilismo, nome derivado da palavra campanile (campanário) e originário da rivalidade entre antigas cidades-estado. Algo como “o nosso campanário é mais alto que o de vocês!”…

A sesta dos italianos

Certos hábitos italianos são bem disseminados por todo o país, mas alguns são mais evidentes no sul, como aquela soneca no começo da tarde – a sesta –, pouco comum aqui no Brasil. Em Roma ela é conhecida como pennichella e, em outros lugares, como pisolino. Cidades como Palermo, na Sicília, simplesmente param por volta das duas da tarde e você conta nos dedos quem passa na rua. Faça como eles; depois do almoço, durma um pouco também. Ao sair na rua, lá pelas quatro horas da tarde, você ficará aturdido com o movimento de carros e pessoas!

O sciopero

Outra “instituição nacional” italiana é o sciopero – a greve! Greves de ferroviários, de professores, de carteiros, de prostitutas, de tudo. Eles já estão acostumados. O consolo é que certas greves são tão bem organizadas que têm programação e são divulgadas com antecedência. Você vê por exemplo numa estação de metrô um cartaz que avisa: “Atenção! No dia tal haverá greve das 10 às 12h”. Em 2002 foi convocado um “sciopero de pizza”: achando que as pizzarias estavam tendo lucro excessivo, um grupo de consumidores incitou todos a não comerem pizza no sábado, dia 21 de setembro, como forma de protesto. Só mesmo na Itália!

Um povo gentil

De modo geral, os italianos são bem receptivos aos brasileiros, mais ainda nas regiões menos atingidas pelo turismo. De qualquer forma, em qualquer lugar, todos apreciam as normas de polidez, a começar pelo cumprimento ao entrar numa loja ou restaurante ou ao se dirigir a qualquer pessoa na rua. Nunca esqueça o buonasera e o buongiorno!

Os sobrenomes italianos originam-se das cidades onde a pessoa nasceu ou viveu e da profissão de seus ancestrais.

Informações práticas sobre a Itália

Como ir

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde se hospedar

Escolha e reserve seu hotel em Roma

Escolha e reserve seu hotel em Milão

A Itália em imagens

Uma verdadeira viagem fotográfica por cada região da Itália, com dezenas de imagens separadas por destinos

Centro da Itália em Imagens

Sul da Itália em imagens

Norte da Itália em imagens