Os aeroportos de New York
New York, Madison Square Garden
New York, Madison Square Garden

Aeroportos de New Yorknyny

Quem chega do Brasil

Quem chega do Brasil irá aterrissar no movimentado aeroporto JFK (abreviatura de “John Fitzgerald Kennedy”) ou em Newark, que fica no Estado de New Jersey.

Serviço de Imigração

Durante o vôo, você receberá um formulário a ser preenchido. A primeira formalidade a ser cumprida é passar pelo serviço de imigração, onde você deverá apresentar seu passaporte e esse formulário. Tenha o endereço do hotel à mão, pois é obrigatório o preenchimento do formulário com o endereço do local onde você vai se hospedar enquanto estiver em NYC (ou nos Estados Unidos).

O visto não assegura sua entrada no país

Mesmo com visto concedido pelo consulado, pessoas vestidas de modo desleixado ou mulheres jovens, com roupas “provocantes”, podem ter problemas. Em geral ninguém vai lhe perguntar nada, mas se cismarem com você, os funcionários da imigração poderão lhe fazer muitas perguntas. Explicações “enroladas” ou falta de segurança despertam suspeitas.

Seja claro. Para você entender: as três coisas que preocupam os americanos são terrorismo, tráfico de drogas e imigração clandestina. Eles têm que saber que você viaja a negócios (lícitos…), como estudante em um programa de intercâmbio ou como turista.

A rede de televisão americana CNN em língua espanhola divulgou uma informação interessante em 2006. Segundo uma pesquisa realizada com turistas de diferentes países, o serviço de imigração americano é arrogante, seco e nada cordial. Por isso mesmo, mantenha o sangue-frio, e só responda, em tom educado, o que lhe perguntarem. Saiba que a mesma pesquisa aponta que essa má impressão inicial é superada pela boa imagem que esses mesmos turistas tiveram dos americanos depois de entrarem no país.

Alfândega

Lembre-se de que suas malas poderão ser abertas e revistadas. Você tem direito a levar do Brasil apenas duas garrafas de bebida alcóolica. Uma das coisas que os americanos mais têm medo é de pragas agrícolas. Portanto, é proibido entrar no país com qualquer tipo de produto agrícola, como frutas, plantas, sementes etc. Após as pragas que devastaram os laranjais da Flórida, uma laranja na mão de um turista já é, para eles, uma ameaça.

Também é probido chegar aos Estados Unidos tendo na bagagem charutos cubanos, em razão do embargo norte-americano contra a ilha. O embargo, instituído pelos EUA há decadas, agrada aos caipiras naïfs patriotes da direita texana, fazendo-os crer que estão fazendo algo contra esses vermelhos, mas também foi uma benção para o regime castrista que sempre o utilizou para justificar ao povo cubano a incompetência do regime (“La culpa és del embargo imperalista!”). Passageiros que viajaram por Cuba e compraram charutos, seguiram para o México ou países do Caribe e depois para os Estados Unidos, tiveram aborrecimentos: seus charutos foram apreendidos pelos fiscais. Políticos americanos fumam charutos cubanos somente a portas fechadas, mas nunca em público. Por isso, não se sabe que marca preferem apreciadores como Bill Clinton.

Traslado até Manhattan

Para quem desembarca no JFK

O aeroporto JFK, situado a 25 km do centro de Manhattan, é o maior de Nova York e recebe a maioria dos vôos vindos do Brasil.

Táxi

A tarifa do táxi do aeroporto JFK (pronuncie “djêi éf kêi”) até Manhattan custa em média até US$ 45. Acrescente o custo do pedágio e uma gorjeta de uns 15%.

Shuttle (Van)

Custa mais do que o ônibus, leva apenas 8 passageiros e o deixa na porta de seu hotel ou em qualquer lugar em Nova York. O preço por pessoa gira em torno de US$ 20.

Limo

Serviço um pouco mais caro do que o táxi, com melhor qualidade. Há limusines para várias pessoas. Se você está em família ou com um grupo de amigos, é a melhor opção.

Ônibus

O ônibus do New York Airport Service Express Bus até o centro de Manhattan custa mais ou menos US$ 15.

Ônibus + metrô

Quem quiser economizar pode tomar ônibus comum no aeroporto e pedir para descer em qualquer estação do metrô. Essa opção demorada e pouco cômoda é reservada aos que estão viajando com pouca bagagem, já que não é fácil encarar as escadarias de certas estações de metrô que não têm elevador.

No subway (metrô), o MetroCard é vendido em máquinas que aceitam notas de US$ 1, US$ 5, US$ 10 e US$ 20 (veja o capítulo Transportes para mais informações).

Trem + metrô

O AirTrain que parte do JFK é gratuito e leva até a estação Howard Beach, próxima do aeroporto, de onde você pode tomar metrô para seu destino. É uma opção rápida e barata, mas também não serve para quem está com muita bagagem. Funciona 24 horas por dia. Para usar o metrô, você vai precisar do MetroCard.

Atenção

Na volta ao aeroporto Em razão das novas normas de segurança, é bom apresentar-se para check-in umas 3h antes do vôo. Como o trânsito de Nova York apronta surpresas, saia do hotel com antecedência suficiente. Um acidente na entrada de um túnel pode fazê-lo perder o avião. Essa recomendação é ainda mais importante nos horários de pico e quando ocorrem nevascas ou fortes chuvas.

Para quem desembarca em Newark

O Newark Liberty International Airport, em New Jersey, a aproximadamente 25 km a sudoeste de Nova York, recebe vôos do Brasil, de alguns países da Europa, do Panamá e de diversas cidades dos EUA.

Táxi

O preço da corrida de táxi de Newark até o centro de Manhattan não é fixo; pode variar de US$ 40 a US$ 55 (mais pedágio, mais gorjeta).

AirTrain + metrô

O AirTrain custa aproximadamente US$ 13 e leva até a estação de trem Penn Station, em Manhattan, onde também funciona uma estação de metrô. É o mais rápido e eficiente meio de transporte entre Manhattan e o Aeroporto de Newark.

Para quem desembarca em LaGuardia

A uns 15 km de Manhattan, o aeroporto cujo nome homenageia o ex-prefeito de Nova York Fiorello de LaGuardia recebe a maioria dos vôos domésticos que chegam a Nova York.

Ônibus + metrô

De LaGuardia para Manhattan, o mais barato é tomar o ônibus M60 até o metrô Astoria Boulevard (linha amarela), próximo ao aeroporto. Sai pouco mais de US$ 2.

Dica – O site www.newyorkairports.com (em francês e inglês) contém muitas informações para quem chega a Nova York por via aérea.

Informações práticas

Como ir a Nova York

Veja passagens aéreas e pacotes

Hotéis em Nova York: reserva pelo Booking.com

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos.

Escolha e reserve seu hotel:  seleção por categoria e bairro