Île-de-France
Rio Sena, Paris, França
Rio Sena, Paris, França

Île-de-France: cidades onde ficam os principais pontos turísticos

• Paris • Versalhes • (Versailles) • Saint Denis • Fontainebleau • Provins • St-Germain-en-Laye • Malmaison• Royaumont • Auvers-sur-Oise

Mapa de Île-de-France


A região francesa da qual Paris é capital, conhecida como Île-de- France, pode ser considerada como o berço da França. Nela estão algumas das principais atrações do país.

Versalhes

Sonho e glória dos últimos reis franceses do Antigo Regime, Versalhes é uma das maiores maravilhas do mundo ocidental e o maior ícone do Absolutismo, capaz de deixar boquiaberto mesmo quem já visitou diversos outros palácios europeus. Versalhes

Saint-Denis

Embora do ponto de vista administrativo St-Denis seja outra cidade, na prática é como se fosse um bairro de Paris, onde se pode ir de metrô. O lugar é famoso por sua basílica gótica do século XII, onde estão os túmulos dos reis da França, e também pelo moderno Stade de France, o estádio onde ocorreram os principais jogos da Copa de 98 (de triste memória para os brasileiros!)

Fontainebleau

Habitado seguidamente durante oito séculos por soberanos franceses, Fontainebleau, palco de importantes acontecimentos históricos, é um dos mais luxuosos castelos da França. Veja informações e dicas sobre Fontainebleau

Vaux-le-Vicomte

O lindo castelo de Vaux-le-Vicomte e seus jardins são o resultado dos delírios de grandeza de Nicolas Fouquet, ministro das finanças de Luís XIV. Encarregado de obter fundos para o tesouro do Estado, ele foi acusado de ter desviado uma boa fatia da arrecadação para seus próprios bolsos (essas práticas improbas eram muito comuns entre os ocupantes de altos cargos públicos naquela época… ).

Os suntuosos jardins, o quarto preparado para o rei e jamais utilizado, os apartamentos de Fouquet e de sua esposa, com móveis de época, bem como os salões e até mesmo a cozinha do castelo de Vaux-le-Vicomte podem ser visitados. Nos meses mais quentes, há visitas noturnas, com o castelo todo iluminado à luz de 2 mil velas e, durante o dia, espetáculos de jatos d água no jardim.

St-Germain-en-Laye

Nessa cidade próxima a Paris fica o castelo renascentista do mesmo nome, construído durante o reinado de Francisco I. Acessível por RER, a cidade foi muito tempo uma das moradias da realeza; Luís XIV, o Rei-Sol, morou lá antes de ir para Versalhes.
Veja informações e dicas sobre Saint-Germain-en-Laye

Malmaison

Conhecido como o castelo de Josefina, primeira mulher de Napoleão Bonaparte, que o comprou e o reformou no estilo Império, Malmaison foi o último refúgio do imperador após sua derrota em Waterloo, antes de seguir para a ilha de Santa Helena. O tempo em que os dois viveram no castelo de Malmaison foram os anos mais felizes do casal e, mesmo depois de seu divórcio, Josefina permaneceu em Malmaison. Hoje, Malmaison pertence ao Estado e nele funciona o Musée du Château de Malmaison, que possui uma das mais importantes coleções de peças de arte, móveis, objetos e quadros do Primeiro Império.

Disneyland

Paris Também conhecida como EuroDisney, a Disneyland Paris é parecida com a americana, embora menor. Ela se divide em diferentes setores, cada qual com suas atrações: Main Street USA, uma rua americana do começo do século XX; a Frontierland, terra dos cowboys; a Adventureland, com seu exotismo à la Indiana Jones; a Fantasyland, terra dos clássicos infantis de Disney; e a futurista Discoveryland. Evidentemente, além das diversões do parque em si há uma enorme infra-estrutura composta de lojas, restaurantes, lanchonetes e hotéis.

Abadia de Royaumont

Royaumont, construída por São Luís em 1228, foi a mais importante abadia cisterciense da Île-de-France. O rei-santo tornou-a famosa por ter ali convivido humildemente em meio aos monges, a quem inclusive servia refeições. Visitando Royaumont, pode-se ter uma boa idéia do modo de vida dos monges na época de São Luís; ainda existem, bem preservados, o claustro, a sacristia, a cozinha e o refeitório, onde concertos de música clássica são promovidos pela fundação que hoje administra a abadia de Royaumont.

Auvers-sur-Oise

Esta cidadezinha tornou-se conhecida por ter sido o lugar favorito de alguns dos mais importantes pintores impressionistas, como Daubigny, Cézanne e, sobretudo, Van Gogh, que viveu seus últimos dias ali, atraído pela luminosidade e pelo ambiente bucólico da região. A pintura da bela catedral gótica de Auvers-sur-Oise é um de seus quadros mais conhecidos. O artista morou ali só por dois meses, mas mesmo assim fez a fama da cidade. Ele e seu irmão Théo, mortos prematuramente em um curto intervalo de tempo, estão enterrados lado a lado no pequeno cemitério da cidade de Auvers-sur-Oise.

A chamada “casa de Van Gogh”, hoje atração turística, nunca foi sua casa; é, na verdade, o Auberge Ravoux, pensão onde ele morou no fim da vida, onde seu quarto pode ser visitado. Na cidade de existe também o Castelo de Auvers-sur-Oise, não tão bonito quanto outros castelos da Île-de-France ou do Loire mas que, pegando carona na fama de Van Gogh e outros, oferece como atrativo um percurso audiovisual pela França do tempo dos impressionistas. Veja dicas e informações sobre Auvers-sur-Oise

A França em imagens

Veja álbum fotográfico sobre as principais pontos turísticos na França

Paris em imagens

Veja álbum fotográfico sobre as principais atrações turísticas em Paris

Informações práticas

Como ir a Paris

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde dormir em Paris

O Booking.com é um meio fácil e seguro de reservar seu hotel ou apartamento em cidades no mundo todo. Você não paga nada a mais por isso. Você pode pesquisar ofertas entre uma enorme variedade de estabelecimentos

Escolha e reserve seu hotel em Paris

Melhor época para ir a Paris

Île-deFrance, corresponde a Région Parisienne. É o mesmo clima que a capital.
Veja a melhor época

Maquina fotografica

Paris em imagens  Fotos dos lugares de especial interesse turístico.

A França  em imagens  Verdadeira viagem fotográfica pela França. Dezenas de fotos das regiões Sul, Norte e Centro da França