Herculano (Ercolano) e o Vesúvio

Herculano: lugar de veraneio da elite romana

Herculano (em italiano, Ercolano), antigo porto e local de veraneio dos romanos ricos, foi, como Pompeia, destruída pela erupção do Vesúvio. Mas ao contrário de sua vizinha, que sucumbiu pela nuvem piroplasmática, Herculano foi soterrada por uma torrente de lama escaldante de barro, cinzas e poeira que se abateu repentinamente sobre a cidade.

Mapa de Herculano (Ercolano)

Como ir para Herculano

Carro

É pertíssimo de Nápoles (13 km). Pegue a A3.

Trem

De Nápoles, os trens da Ferrovia Circumvesuviana partem do subsolo da estação central, na Piazza Garibaldi. A viagem demora 11 minutos. Desça na estação Ercolano. A entrada das ruínas fica a uns 500 metros dali.

Melhor época

Primavera e outono. Evite o auge do verão. Faz muito calor e o sítio arqueológico fica lotado.

Atrações turísticas em Herculano

Seus edifícios encontram-se em melhor estado de conservação que os de Pompeia, principalmente as partes em madeira. Você verá que existem diversas casas com andares superiores e tetos conservados. As mais interessantes são a Casa do Atrio a Mosaico, a Casa Sannitica, a Casa del Tremezzo Carbonizzato, a Casa dei Cervi, a Casa del Mosaico de Nettuno e Anfitrite e a Casa del Bicentenario, onde foi encontrada uma cruz, um dos mais antigos exemplos da presença cristã no mundo romano. Entre os edifícios públicos, destacam-se as termas, divididas em dois setores: o masculino, com o frigidarium para água fria, o tepidarium, com água morna, e o caldarium, com água quente; e o feminino, apenas com instalações para água morna e quente.

Na entrada, é fornecido gratuitamente um mapa do local. Dentro da zona arqueológica, bem menor que a de Pompeia, há certos confortos, como lanchonete, toaletes e uma livraria.

O Vesúvio

Reserve pelo menos uma tarde ou uma manhã – acordando cedo. Da estação de Ercolano, há um ônibus até o local onde os carros estacionam. Depois você terá que subir a pé até a cratera.

Curiosidades sobre o Vesúvio

O Vesúvio, com 1277m de altura e situado a aproximadamente 12 km de Nápoles, é estudado atentamente, pois milhares de pessoas vivem nas cercanias da cratera e não se exclui a possibilidade de uma erupção devastadora, capaz de atingir todo o Golfo de Nápoles. De fato, muitos napolitanos olham com certa apreensão a imagem inconfundível dessa montanha com suas duas corcovas.

Houve várias erupções nos últimos dois mil anos (em 202, 512, 785, 993, 1036, 1139, 1306, 1500, 1631, 1794, 1870, 1899, 1906 e a última, em plena Segunda Guerra Mundial, em 1944). Uma das piores foi a de 1906, quando a lava chegou a Nápoles, destruindo casas e prédios e matando muitas pessoas. Você verá a cratera com algumas fumacinhas. Muito interessante para quem nunca viu um vulcão de perto, mas a visita é um tanto cansativa.

Dica

Use calçados fechados e sem saltos, de solado que não escorregue. Leve um pulôver, mesmo que no nível do mar esteja fazendo calor.

Site de turismo sobre Herculano

A Itália em imagens

Maquina fotograficaÁlbum fotográfico com dezenas de fotos da Itália separadas em slide-shows  sobre a as regiões mais interessantes do país.

 

Centro da Itália em Imagens

Sul da Itália em imagens

Norte da Itália em imagens