Gergelim e linhaça, leve em sua viagem
Gergelim e linhaça,levar em sua viagem
Gergelim e linhaça

Gergelim e linhaça, dois alimentos mágicos

Por Lúcio Martins Rodrigues

Gergelim e linhaça, são os complementos naturais e saudáveis para sua viagem. Em várias viagens em que fiquei um mês ou mais fora do Brasil, onde sigo uma dieta pra lá de saudável, eliminando o excesso de carbo-hidratos, frituras, patés, queijos gordurosos e outros produtos deliciosos, mas nada saudáveis, notava, ao voltar ao Brasil, que minha taxa de colesterol, triglicérides etc tinham sempre disparado. Até minha a pressão arterial sempre se mantinha em alta durante minha viagem. A questão é: como na França, por exemplo não saborear um bom queijo, o delicioso pão branco, as terrines e outros alimentos? Como manter uma dieta saudável com tantos crepes, croque-monsieur, faláfel, batatas fritas deliciosas e até o sanduíche grego (que na França é bastante decente!) Pesquisando muito, descobri dois alimentos super baratos, que não pesam na mala, que podem ser facilmente consumidos durante a viagem, e que têm uma infinidade de propriedades. São eles as sementes de gergelim e de linhaça (que você pode adotar também no Brasil, não precisa estar em Paris ou em Roma…) Vamos ver para quem servem?

Semente de gergelim

Gergelim é um alimento rico em vitaminas, em sais minerais, óleos naturais, ferro, cálcio, manganês, fósforo, Manganês, cobre, tiamina, vitamina B6, zinco, fibra, Tiamina, Vitamina B6, proteínas e e outros componentes saudáveis.

Para que serve

Gergelim, tem uma infinidade de propriedades úteis para o corpo humano. Ajuda a controlar a diabete tipo B, controla o apetite porque provoca sensação de saciedade, ajudando a emagrecer, facilita a digestão, contribui para evitar o envelhecimento precoce, ajuda no controle de hemorróidas e é útil no tratamento de certos tipos de câncer. Também fortalece os ossos e evita a osteoporose e a artrite. De modo geral evita o envelhecimento precoce. O zinco, por exemplo contribui para a produção de colágeno, ótimo para a pele, a  vitamina B, também faz bem para os cabelos. O gergelim ajuda igualmente na prevenção de doenças cardiovasculares por ser rica em gorduras insaturadas.

Semente de linhaça

É um alimento rico em vitaminas, em sais minerais, óleos naturais, ferro, cálcio, manganês, fósforo, Manganês, cobre, tiamina,Vitamina B6, zinco, fibra, Tiamina, vitamina B6, proteínas e e outros componentes saudáveis.

Para que serve

A semente de linhaça possui tantas características benéficas para a saúde que ela é considerada um alimento funcional. Ajuda até a emagrecer! Ela é a fonte de fibras alimentares, proteínas e ácidos graxos poli-insaturados. Contém ainda vitaminas como a  vitamina A, E, B1, B6 e B12. Também é rica em manganês, fósforo, ferro, magnésio, cobre, selênio e zinco. Sua fibras ajudam a digestão e facilita a perda de gorduras. Poucos vegetais possuem tal quantidade de ômega 3 e 6. (É uma espécie de salmão vegetal!).  protege o coração, elimina o colesterol ruim e melhora a circulação e evita a retenção de líquidos.

Importante

  • Todas as informações de nosso site são rigorosamente pesquisadas. Mas, esse post é especializado em informações e dicas sobre viagem (inclusive sobre saúde durante a viagem). Procure você mesmo pesquisar a respeito. Há fontes sérias na net.  Mas, o mais indicado é sempre falar com um nutricionista ou com seu médico. Não se trata de um “remédio”, que vc toma algumas vezes até “sarar”. É um alimento e para ter resultados deve ser consumido cotidianamente e integrado em sua dieta (aqui no Brasil, ou durante a viagem). Por isso mesmo, informe-se sobre alguma eventual contra-indicação e a quantidade diária a ser consumida. Normalmente são duas colheres de sopa diárias para cada semente. Mas, insistimos:  seu médico ou um bom nutricionista devem dar a palavra final.
  • A semente da linhaça, por exemplo, não é bem absorvida pelo nosso sistema digestivo. Isso não causa danos à saúde, mas também não ajuda muito. Por isso deve ser consumido em forma de farinha ou triturado, batido com iogurte no liquidificador, por exemplo. De qualquer forma, como é saborosa, pode ser mastigada demoradamente. É meio crocante e você tem que esmagar as sementinhas nos dentes. Talvez uns 10% delas escapem da mastigação, mas o principal é absorvido. E, são gostosas!
  • Mulheres em fase de gestação, devem conversar com seu médico a respeito.
  • Mantivemos contato com dois consulados dos países mais rigorosos com relação a entrada de produtos vegetais e animais não industrializados: Chile e Argentina. O consulado chileno é radical (chegam a ser antipáticos): nenhum produto de origem animal ou vegetal transportado por turistas pode entrar no país. No consulado argentino são mais flexíveis e também mais simpáticos. Nos explicaram como isso pode ser feito. Tem que ser em embalagem fechada e com o nome do produto. Mas porque correr risco de ter os produtos apreendidos? Você encontra gergelim e linhaça em qualquer mercado em quase todos os países do mundo!
  • Por último, muito importante: gergelim, se consumido em excesso solta o intestino. Comece consumindo porções pequenas, atento as reações de seu organismo..

Veja matérias correlatas:

Saúde em viagem

Pressão arterial em viagens

Turismo na Terceira Idade