Bélgica
Grand Place, Bruxelas
Grand Place, Bruxelas

Bélgica

Bastante industrializada e desenvolvida, a Bélgica é um pequeno país espremido entre a França e a Holanda. Apesar de sua pequena extensão territorial, a Bélgica possui dois idiomas nacionais, o francês e o flamengo, cada idioma falado por aproximadamente a metade da população. O flamengo, para quem não sabe, nada mais é do que o holandês com pronúncia diferente. Num país rico e quase sem problemas sociais, os belgas, embora sejam um povo alegre e pacífico, brigam para decidir em que língua uma placa de sinalização deve ser escrita.

As maiores atrações turísticas da Bélgica são suas lindas cidades, muitas das quais guardam um ar bem medieval, desde grandes centros urbanos com praças, igrejas e edifícios encantadores, como Bruxelas e Antuérpia, até bucólicos vilarejos, como os da região da Valônia.

Em todo lugar, na Bélgica você verá quiosques que vendem batatas fritas.: o programa favorito dos belgas é comer mariscos com batatas fritas (mania nacional) e tomar ótimas cervejas (outra mania). É bom lembrar ainda que quem gosta de frutos do mar, cerveja, queijos e chocolates encontrará na Bélgica o paraíso!

Mapa da Bélgica

Como ir para a Bélgica

Não há voos diretos do Brasil. Você terá que tomar um voo para Frankfurt, Londres, Paris pela TAM ou por companhias de alguns países europeus e procurar a conexão mais interessante para Bruxelas. No caso de Paris, por exemplo, a conexão pode ser ferroviária. Em todo caso, recomendamos fazer uma cotação com seu agente de viagens.

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde se hospedar na Bélgica

Escolha e reserve seu hotel em Antuérpia

Escolha e reserve seu hotel em Bruges

Escolha e reserve seu hotel em Bruxelas

Escolha e reserve seu hotel em em Louvain

Melhor época na Bélgica

De maio a setembro. O inverno é gelado e não há esportes de inverno no país.

Cidades turísticas na Bélgica

Bruxelas É a capital do país e da Comunidade Europeia. Lá se fala principalmente o francês, mas também o flamengo, um dialeto holandês. A cidade é bem agradável, principalmente seu centro histórico constituído pela Grand Place e seus arredores. Aliás, a Grand Place é considerada uma das mais belas mundo. É aquele tipo de atração que você não pode perder.  Bruxelas é também uma excelente base para você visitar o país, que é pequeno. Você dorme em Bruxelas, anda uma meia hora ou uma hora de trem, visita outra cidade e volta no final da tarde. Bruxelas tem bons museus, como o Museu Real de Belas Artes e o Museu Magritte. Marcas registradas da cidade são o moderno Atomium, gigantesca estrutura futurista, e o Manneken Pis, escultura em bronze de um menininho urinando, do século XVII. Saiba mais sobre Bruxelas, veja fotos e dicas.

Bruges

Uma das cidades belgas mais querida pelos brasileiros é a medieval e romântica Bruges, muito bem preservada. A cidade, cortada pelo rio Dijver, é toda cortada por canais. De barco, passeando pelos canais de Bruges pode-se apreciar melhor sua arquitetura rebuscada e charmosa, um dos orgulhos belgas. A cidade abriga um bom número de construções medievais de seu período de apogeu, nos séculos XII e XIII, quando Bruges foi um grande centro europeu de comércio de tecidos reputados em toda a Europa. Sua Stadhuis (prefeitura) é uma das mais bonitas de toda a Bélgica. Também vale a pena dar uma olhada no Museu Brugge (Museu de Bruges) que reúne importante coleções de arte, móveis e objetos antigos. Saiba mais sobre Bruxelas, veja fotos e dicas. Veja a matéria especial de Ana Laura Visentini sobre Bruges.

Louvain

Cidadezinha bastante simpática e repleta de estudantes é Louvain, a apenas 20 minutos de trem de Bruxelas. Situada na região flamenga da Bélgica, Louvain conserva um belo centro medieval. A presença de estudantes do mundo inteiro torna Louvain uma cidade animada. A cidade é famosa também por suas fábricas de cerveja. Merecem um olhada o Hôtel de Ville (prefeitura), a Igreja de Saint Pierre, e a de Sainte Gertrude, os Halles aux Draps, e a Maison vant Sestich. Veja a matéria especial de Ana Laura Visentini sobre Louvain.

Antuérpia

Antuérpia, a principal cidade flamenga da Bélgica, conserva um bonito bairro histórico medieval em torno do Grote Markt, a praça do mercado. Na praça fica o Stadhuis, o prédio da prefeitura, erguido na segunda metade do século XVI e a catedral, a Once Lieve Vrouwe Katedraal. Nessa região estão alguns edifícios que foram sedes de guildas medievais (coorporações profisisonais da Idade Média), como o Vleeshuis. O mais importante museu de arte de Antuérpia é o Koninklij Museum voor Schone Kunsten com uma importante coleção de obras de artistas flamengos e de outras regiões da Bélgica e de outros países da Europa. Também é interessante, se você interessa por arte, visitar a casa onde viveu o pintor Rubens, a Rubenshuis, decorada com móveis de época.

Transportes internos na Bélgica

Carro As estradas belgas são boas e é fácil percorrer o país de automóvel. Há ligações entre Bruxelas, Antuérpia, Bruges, Louvain e outras cidades de interesse turístico

Trem O trem é o meio de transporte mais indicado para circular pelo país. Para informações sobre linhas, horários e tarifas, consulte SNCB (site oficial das estradas de ferro belgas).

Dicas

Os passes ferroviários europeus Eurail são válidos na Bélgica. Eles devem ser adquiridos no Brasil, o que pode ser feito em qualquer boa agência de viagens. Para informar-se sobre os diferentes tipos de passes ferroviários Eurail, períodos de validade e preços,que devem ser comprados no Brasil com seu agente de viagem.

Veja matérias especiais de Ana Laura Vicentini:  A experiência de uma brasileira na Bélgica, o relato de viagem sobre Bruges e As Três Bélgicas.

Links afins