Bagagem

BAGAGEM

Que tipo de mala usar?

• A mala ideal é aquela com duas rodas e puxador embutido. Evite aquelas com cordão para puxar – do tipo “cachorrinho de maluco” – pois tombam o tempo todo em terrenos irregulares.

• Mochila só é prática para quem vai encarar roteiros de aventura, como percorrer a Trilha Inca no Peru, perambular pela Europa de carona, escalar o Everest… A experiência tem mostrado que uma boa mala de rodinhas é muito melhor. Afinal, a roda é uma grande invenção!

• Valises com alças só valem a pena para transportar pouco peso; senão, vão machucar sua mão. É melhor destiná-las exclusivamente à bagagem de mão.

• Seja qual for o tipo de mala, mochila ou valise que você escolher, é bom que tenha bolsos fechados com zíper e algumas divisões internas, muito práticas para separar material de toalete, guia de viagem, mapas e outros objetos úteis.

Quantas peças de bagagem levar?

• Leve apenas o que for realmente necessário e adequado, em, no máximo, dois volumes: uma bagagem de mão e uma de compartimento. Você só tem duas mãos!

Que peso e tamanho pode ter minha bagagem?

  • O limite para bagagem de compartimento aceito pela maior parte das companhias aéreas em viagens internacionais na classe econômica é de dois volumes de até 32 quilos cada um por pessoa.
  • Para viagens domésticas, o limite é mais baixo; dentro do Brasil costuma ser de 23 kg.

    Dica importante: malas grandes são um trambolho. Evite. E, se for alugar um carro econômico, não caberão no porta-mala que, as vezes, é minúsculo.

O que posso levar dentro do avião?

1) Uma bagagem de mão de até 5 kg soma da altura + largura + comprimento não seja maior do que 115 cm.

2) Um casaco ou cobertor;

3) Um guarda-chuva ou bengala (não pontiagudos);

4) Máquina fotográfica, laptop ou binóculos;

5) Material de leitura para viagem;

6) Alimentação infantil para consumo durante a viagem;

7) Muletas ou aparelhos ortopédicos utilizados pelo passageiro.

8) Instrumentos musicais (desde que os mesmos possam passar pelos equipamentos de Raio – X nos postos de segurança);

9) Um carrinho de bebê dobrável, uma cesta ou um bebê conforto.

Que roupas devo levar na bagagem?

O que levar na sua viagem depende de duas realidades: o clima que você iria encontrar ao desembarcar (veja em Melhor Época, em cada país) e o tipo de programa que pretende fazer. Roupas sociais mais elegantes são obrigatórias apenas para quem pretende jantar em restaurantes sofisticados ou vai em soirées de teatro ou vai ficar hospedado em hotéis de luxo.

• Leve apenas roupas e sapatos compatíveis com o clima do lugar para onde você vai e com os programas que pretende fazer.

• Antes de separar as roupas que vai levar, consulte a previsão do tempo (e temperaturas médias) no país para onde você está indo.

Roupas para climas frios

Climas frios exigem um bom casaco impermeável ou de couro – forrado! -, pulôveres e meias de lã. Se o frio for mesmo bravo, pense em botas forradas, gorro que proteja as orelhas e luvas.

Roupas para climas tropicais

Bermudas, camisetas, calças leves. Para mulheres, também saias e vestidos leves. Se for época de chuvas, um bom impermeável. E, se for à praia, também, maiô, calção, sunga, biquini, canga, conforme o gosto (dispensáveis em praias de nudismo…).

Sapatos

• Sapatos de solado de couro encharcam facilmente após umas horas de marcha em chão molhado, mas quem anda de carro o tempo todo ou raramente caminha pela rua em dias chuvosos não se dá conta disso. Procure, portanto, levar um sapato de solado impermeável e que não seja pesadão. Se também for bonito, melhor ainda!

• Para as mulheres, além do sapato ou botinha impermeável, uma concessão ao glamour: um par de sapatos mais “chique”, de cor que combine com suas roupas.

• Para climas muito quentes ou no litoral, sandálias e mocassins. Para lugares muito frios, onde neva, uma botina forrada pode ser indispensável.

• Tênis e certos tipos de botinas pesadas só fazem sentido para quem vai fazer caminhadas por montanhas ou praticar esportes radicais. E vice-versa: não vá percorrer a Trilha Inca de salto alto! Se for viajar acompanhado, leve um bom talco para os pés…

• No calor um mocassim é muito mais agradável que o tênis, principalmente porque é leve.

• Finalmente, uma sandália de borracha estilo havaiana pode ser útil tanto para se entrar em duchas de higiene duvidosa quanto para ir à praia.

Importante
• Quem utiliza algum medicamento de venda controlada (de tarja vermelha ou negra) deve levar uma receita ou atestado médico e a bula. Certos países, como os EUA, são extremamente rigorosos nesse aspecto e remédios legais aqui no Brasil e em outros países podem ser proibidos por lá. Se você vai para os EUA e pretende levar algum medicamento – especialmente psicotrópicos –, informe-se antes no Consulado Americano sobre como proceder.

• A legislação fiscal de quase todos os países restringe a quantidade de entrada e saída de álcool e de tabaco, de acordo com as normas de seu território.

• O mesmo ocorre com dinheiro vivo: informe-se antes de transportar somas elevadas de qualquer moeda.

• Todo mundo sabe que drogas são proibidas no mundo todo… Em alguns países como Malásia, Indonésia e Singapura, as penas são muito severas e podem chegar à condenação à morte.

• Considere que durante a viagem você se sentirá tentado a fazer compras, inclusive de roupas. Guarde espaço para elas.

• Em viagens, anda-se muito! Nada de botinas pesadonas, sapatos apertados, de bico fino, nem de salto muito alto para as mulheres. Sapatos de solado de couro encharcam facilmente após umas horas de marcha em chão molhado; prefira calçados impermeáveis e de solado de borracha.

• No caso das mulheres, para usar à noite, vestidos ou saias de lã, sempre de cores combinando com o sapato e que também não amassem muito. E, claro, meias-calças de lã.

• Dê preferência a roupas que não amassem muito ou – melhor ainda – que não precisem ser passadas.

• Não encha sua mala “a olho”, leve somente as roupas que você tem certeza que irá usar, de cores e estilos que combinem entre si e com os sapatos que você está levando (isso vale especialmente para as mulheres).

• Considere que uma calça (ou uma saia) suja menos e pesa mais do que camisas, blusas, etc. Leve poucas calças (ou saias) e uma quantidade maior de camisas e blusas que combinem de preferência com mais de uma delas.

• Cuidado com o instinto de superproteção de certas mães, avós e sogras que têm a tendência de enfiar um mantô de lã de 10 kg na sua mala mesmo que você esteja indo para o Havaí.

Dica importante sobre bagagem

Praticamente todo hotel oferece shampoo sabonete e condicionar para cabelos. Se for levar seus produtos preferidos evite embalagens enormes e pesadas. Os produtos de toillete ocupam frequentemente um espaço enorme na sua bagem e pesam.Compre esses artigos em embalagens pequenas. (Shampo, condicionador, dentifrício etc.). Leve apenas a quantidade que acha que vai usar.

Dicas: Veja como evitar o extravio de sua bagagem