Antes dos incas
Antes dos Incas
Tiwanaku, na Bolívia, fronteira com o Peru

Acessar o sumário Acessar o índice remissivo de localidades e atrações

Antes dos incas: as civilizações pre-incaicas da América do Sul

Nem todos os povos nativos que habitaram os territórios hoje pertencentes ao Peru e à Bolívia antes da chegada dos espanhóis eram incas. Houve outras culturas pré-colombianas mais antigas que desapareceram antes dos incas ou foram incorporadas a seu império, que existiu como tal durante dois séculos, até ruir em 1540.
Teorias extra-oficiais à parte, os primeiros vestígios da presença humana na região remontam a aproximadamente 20.000 a.C., quando ali chegaram grupos nômades de caçadores e coletores que se encontravam no estágio de evolução da Idade da Pedra. O desenvolvimento da agricultura ensejou sua fixação em aldeias que deram origem a culturas avançadas, com o aprimoramento de técnicas de metalurgia, tecelagem e cerâmica.

Chavin de Huantar

Antes dos incas, a mais antiga civilização sul americana é, provavelmente, a de Chavin de Huantar, que se assentou por volta de 1.000 a.C. no norte do Peru. O sítio arqueológico de Huantar revela aspectos de sua arquitetura, caracterizada pela construção de templos em forma de “U”; de suas técnicas de cerâmica; e de sua curiosa religião animista, que compreendia cultos a felinos, como o jaguar e o puma, e a aves, como a águia e o condor.

Paracas

Igualmente, antes dos incas, a cultura dos Paracas, surgida no litoral peruano por volta de 700 a.C., destacou-se pelo domínio da arte têxtil.
Os Mochicas, que viveram entre 100 e 700 d.C. na costa norte do Peru, trabalhavam metais como o ouro, a prata e o cobre, sabiam construir aquedutos e canais e conheciam sistemas de irrigação. Seus ritos de fertilidade, porém, é que os tornam mais conhecidos, em razão da vasta produção de esculturas de temas eróticos, apelidada de “Kamasutra americano”.

Nazcas

Aproximadamente na mesma época, desenvolveu-se no litoral do Peru a cultura Nazca, responsável pelas gigantescas e até hoje enigmáticas linhas que, vistas do alto, formam intrincados e surpreendentes desenhos.  Essas linhas, que só podem ser vistas do alto ainda são objeto de estudos por arqueólogos, que nem sempre estão de acordo sobre alguns de seus mistérios.
Saiba mais sobre os nazcas.

Tiwanaku

Acredita-se que a elaborada civilização Tiwanaku, estabelecida nas proximidades do Lago Titicaca, que teve seu apogeu por volta do século XI, tenha tido origem dois mil anos antes, no mesmo local. Os tiwanakotas foram os primeiros a criar na região uma espécie de império que impôs sua influência graças à construção de estradas e a uma intensa troca de produtos com povos vizinhos. Os Wari ou Huari, povo guerreiro estabelecido entre 600 e 800 d.C. na região próxima à atual cidade de Ayacucho, foram alguns dos integrados por Tiwanaku. Hábeis agricultores, os tiwanakotas cultivavam predominantemente batatas e criaram a técnica de plantação em terraços, um dos diversos aspectos de sua civilização que seriam mais tarde incorporados pelos incas. Sua riqueza era tamanha que se diz que paredes de construções de sua capital eram folhadas a ouro. Por volta do ano 1.100 d.C., essa capital tinha uma população estimada em 60.000 habitantes. Provavelmente foram fatores climáticos que levaram à derrocada dos mochicas e dos tiwanakotas. Saiba mais sobre a civilização Tiwanaku.

Os chimus

A última grande civilização antes dos incas foi a Chimú, que se desenvolveu de 1.300 a 1460 d.C. no litoral peruano ao norte de Lima, área anteriormente ocupada pelos mochicas. Os chimús, hábeis em ourivesaria, construíram, em adobe, a enorme cidade de Chan Chan. Derrotados pelos incas, acabaram integrados a seu império.

Inca, incas, inka… Os numerosos significados da palavra “inca”

A palavra inca (em quéchua, inka) possui diversos significados correlatos. Os incas foram uma tribo do vale de Cusco que, dominando povos vizinhos, constituiu um vasto e poderoso império. As tribos anexadas a esse império e seus integrantes também podem ser chamados de incas (assim como os povos dos territórios colonizados pelo Império Romano passaram a ser “romanos”). O substantivo inca, com a inicial minúscula, denomina ainda altos funcionários do império e membros da família real; com a inicial maiúscula, é o nome dado ao imperador. O adjetivo inca (ou incaico) designa tudo o que se refere aos incas: povo, império e civilização.

Informações práticas

Como ir ao Peru

Veja passagens aéreas e pacotes

Onde se hospedar no Peru

Escolher e reservar seu hotel em Lima

Escolha e reserve seu hotel em Arequipa

Escolha e reserve seu hotel em Cusco

Escolha e reserve seu hotel em Puno

 

Cultura e informação tornam sua viagem ao Peru muito mais fascinante:

Leia sobre a História do Peru e da sociedade inca.

O Peru antes dos incas • As origens dos incas •  A civilização inca
Os espanhóis chegam ao Peru • A lei e a moral inca  • Curiosidades sobre os Incas
A estrutura social incaica  • A expansão do Império • Huáscar e Atahualpa
A captura de Atahualpa pelos espanhóis • O fim do Império Inca
As consequência da conquista

 

ARTE_Capa_Ouro_102_x_142

Saiba mais sobre o romance histórico “O Ouro Maldito dos Incas”, onde um soldado de Pizarro relata como 187  espanhóis famintos e mal-armados conseguiram conquistar um império com 12 milhões de pessoas.

 

Informação sobre os guias da série GTB (Guia do Turista Brasileiro)

CAPAGTBPERU PARA POST

Os guias GTB impressos não estão mais à venda…
Enquanto isso, confira todo o conteúdo completo e atualizado do guia impresso, substituído pelo  Guia GTB ON Line Peru, gratuito, e com dezenas de fotos. Basta ter sinal de internet no local onde você estiver.

 

Relatos de viagem

A Trilha Inca  Viagem pelo Valle del Colca

Maquina fotografica

O Peru em imagens Fotos dos lugares de especial interesse turístico.

 

Links afins